1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

IDE's: Qual a sua?

Tópico em 'Ciência & Tecnologia' iniciado por Arringa Hrívë, 2 Mar 2015.

  1. Arringa Hrívë

    Arringa Hrívë um papo e um bom chimarrão... Usuário Premium

    Buenas, programadores da Valinor.

    Estou numa empreitada, uma pesquisa de campo para saciedade pessoal, quais as melhores IDE's do gosto popular, seja em usabilidade, praticidade, robustez e, o que todos gostamos, flexibilidade nas funcionalidades?
    Não estou apenas perguntando sobre Geany, Sublime, Netbeans, Eclipse, Komodo etc... busco versatilidade e possibilidades.

    Como prefiro evitar perguntar qual a melhor IDE, porque sim, essa é uma longa discussão, seria como eleger Python no papel de Bala de Prata, mas isso não faz parte do nosso mundo, por mais que eu ame Python...

    Responda:
    Qual o seu preferido?
    Por quê?
    Já ouviu falar de outros?
    Qual?
     
  2. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    Não sou como os crânios daqui que passam muitas horas programando por dia, formados e especializados na área, mas como engenheiro elétrico e técnico eletrônico algumas vezes para trabalhos específicos tenho necessidade de fazer isso e aí me sinto a vontade de palpitar um pouco. Já que nenhum deles se manifestou, vou começar.

    Já usei diversas IDE´s clássicas (principalmente para C/C++ e Java), mas a que mais me acostumei mais foi o Netbeans porque no "conjunto da obra" é uma IDE que tem os requisitos que mais atendem as minhas necessidades e em termos de usabilidade foi a que melhor me adptei.
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  3. Mireille

    Mireille One ring to rule them all

    Sou programadora Java e uso o Eclipse no meu emprego. Lá a gente customiza ele com os plugins que mais se adequam/atendam às nossas necessidades, colocamos configurações pré-definidas e etc. Junto com outras ferramentas montamos nosso próprio KDI (Kit de Desenvolvimento Integrado), que facilita muito a vida de quem é novato ou até quem já está há tempos na empresa e formata a máquina, por exemplo. Só instalar o KDI e voilà, o ambiente de desenvolvimento está pronto.
     
  4. dermeister

    dermeister Ent cara-de-pau

    Eu desenvolvo sistemas embarcados com Linux e, eventualmente, baixando o nível para código bare-metal rodando em microcontroladores. Não sou de usar uma IDE só. meu workflow geralmente envolve screen (não me acostumei com o tmux, mas já deveria ter feito isso), meia dúzia de instâncias do Vim, outros tantos shells abertos em funções diversas, eventualmente um Geany e, raramente, o Eclipse. Acaba sendo bem prático.

    (Fãs do Emacs, sorry. Eu adoro Lisp, mas não consigo usar esse editor).
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  5. Deriel

    Deriel Administrador

    • LOL LOL x 4
  6. Arringa Hrívë

    Arringa Hrívë um papo e um bom chimarrão... Usuário Premium

    Só acho aceitável usar Netbeans ou eclipse, porque Java produtivo faz necessário, mas se não preciso fazer algo em java, prefiro deixar de lado.

    Usei um chamado Komodo por um tempo, depois o Sublime (gostei dele, mas não é free) e a vantagem do sublime é ser rápido, quando o Komodo é uma carroça apenas para abrir... Atualmente com o Geany, o nível de frescuras é pequeno e acho algumas funcionalidades contra mão, mas ainda não encontrei algo melhor.
     
  7. Amon_Gwareth

    Amon_Gwareth Paragon

    Eu uso algumas diretrizes principais:
    - Não gosto de integrar controle de repositório com IDE (pra mim, isso faz parte da decisão do que programar, e não do programar em si)
    - Qualquer IDE que não leva RegExp a sério não deve ser levada a sério

    EMACS @ nix
    Respeito bastante o VI (até uso pra edições pontuais de arquivos de configuração xD), mas estou mais habituado ao EMACS. A justificativa é simples: o vasto esforço de algumas das mentes mais brilhantes da computação para contribuir com a evolução e customização dessa ferramenta resultou em um editor que simplesmente funciona de forma hiper ágil e adequada para as necessidades individuais de cada programador. A interface mais amigável de integração com scripts externos me fez preferir EMACS a VI

    Notepad++ @ windão
    Não conta com uma fortíssima comunidade, o que me fez programar e customizar a interface em função única e exclusiva dos meus caprichos, bem AD HOC mesmo. Esse esforço que tive de customizar tudo (até para linguagens pouco utilizadas no mercado) me força a abandonar a ferramenta só se tiver um motivo realmente sério para tal. Pau pra toda obra, uso até pra PL-SQL.

    Eclipse @ gayness
    Nos momentos gay, Eclipse se sobressai por levar RegExp realmente a sério, possuir um ambiente de alta produtividade e contar com uma fortíssima comunidade que disponibiliza atualizações, plugins, etc etc etc para cada nova novidade do mercado, mantendo o ambiente sempre atualizado mas sem perder o seu conceito principal. É um IDE seguro de dominar, o conhecimento dificilmente ficará defasado. Não encontrei por aí um controle de tarefas (TODO) melhor que o do Eclipse.

    Vou ter que me envolver com um projeto de C# nos próximos meses (por livre e espontânea pressão), então vou ter que me habituar também ao fucking visual studio :(
     
    • Gostei! Gostei! x 1
    • LOL LOL x 1
  8. fcm

    fcm Visitante

    Visual Studio. Micro$oft sempre faz as melhores produtos. Vide Windows, Office e etc.
    Hoje como programo bem mais em JAVA uso NetBeans só que no Linux, pq programar JAVA EE em Windows really sucks.
     
    • Fail Fail x 1
  9. Elring

    Elring Depending on what you said, I might kick your ass!

    Eu comecei com Code:Blocks, Netbeans e Eclipse na faculdade, mas como o professor era do tipo que mais escreve do que explica o que está fazendo em C++... larguei de mão. Agora, voltei a aprender por contra própria no MonoDevelop e a decorar os comandos no C#. E já to baixando a Unreal Engine 4 que tá de grátis.
     

Compartilhar