1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Humberto Werneck

Tópico em 'Autores Nacionais' iniciado por Thorondir, 14 Jul 2010.

  1. Thorondir

    Thorondir Usuário

    Humberto Werneck é um múltiplo. Você deve conhecê-lo como jornalista, afinal, são mais de quarenta anos assinando textos em grandes veículos como Playboy, IstoÉ, Veja, Jornal da Tarde etc. Não te soou familiar o nome? Então, talvez você o conheça como escritor – “O pai dos burros“, “O desatino da rapaziada“, “Pequenos fantasmas“? Nada? Você já deve ter lido algum livro prefaciado e organizado por ele – “Boa companhia: crônicas” ou “Ivan Angelo: coleção melhores crônicas“? Não ajudou? Deixe-me ver. Quem sabe você o conheça como biógrafo – “Tantas Palavras“, a respeito de Chico Buarque, e “O Santo Sujo“, sobre Jayme Ovalle? Ou, ainda, como participante de dois anos consecutivos da Festa Literária Internacional de Paraty, a famosa FLIP?

    Tenho em Werneck meu verdadeiro tutor e padrinho literário. É um cara com uma escrita finíssima. É um dos autores que mais tenho indicado ultimamente a pessoas que gostam de escrever crônicas. Porque Werneck é o tipo de cronista que pode falar sobre tudo sem jamais perder a elegância, com cada palavra extremamente bem trabalhada. E seus contos, também, são ótimos - embora estes não sejam encontrados para comprar.

    Meus preferidos dele como autor são "Tantas Palavras" e "O espalhador de passarinhos & outras crônicas".

    Para conhecer + do Werneck, fiz uma entrevista com ele pro Artilharia Cultural, aqui: http://www.artilhariacultural.com/?p=3746

    E esses dois escritos:
    - Ah, o copo de requeijão - http://www.artilhariacultural.com/?p=3746
    - Palavra - http://www.artilhariacultural.com/?p=1573
     

Compartilhar