1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Hotel Íris (Yoko Ogawa)

Tópico em 'Literatura Estrangeira' iniciado por Meia Palavra, 24 Mai 2011.

  1. Meia Palavra

    Meia Palavra Usuário

    Mari é uma jovem nipônica de apenas 17 anos, que vive em um mundo um tanto quanto limitado: desde a morte de seu avô sua única ocupação é ajudar a mãe, que é um tanto quanto superprotetora e dominadora, a cuidar do hotel da família (que, a essa altura, resume-se apenas às duas).

    O hotel, chamado Hotel Íris, não é nenhum estabelecimento de luxo. Não fica perto da praia- atributo de todos os hotéis minimamente chiques da pequena cidade- e, na verdade, tem apenas alguns poucos quartos a partir dos quais se pode ver o mar, da maioria vê-se apenas uma peixaria.

    Tudo muda, porém, quando um hóspede leva uma prostituta para o hotel e acaba causando confusão. Em meio à improperios proferidos pela prostituta, a indignação dos outros hóspedes e da mãe de Mari, surge a voz do homem, imperiosa e imponente, pronunciando com firmeza a ordem: 'Cale a boca, sua puta!'.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     

Compartilhar