1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Homem 'sequestra' filha da amiga para mostrar perigo da paquera na Internet

Tópico em 'Planeta Bizarro? Estranhices? Bizonhices?' iniciado por Morfindel Werwulf Rúnarmo, 11 Set 2015.

  1. Morfindel Werwulf Rúnarmo

    Morfindel Werwulf Rúnarmo Geofísico entende de terremoto

    Um americano famoso por suas pegadinhas em um canal no YouTube resolveu "sequestrar" a filha de 18 anos de uma amiga após a mulher contar a ele que a jovem vinha usando um aplicativo para encontros. Patty Mayo disse que a ação era um "experimento social" e e que ele queria mostrar o perigo da paquera na Internet. Para o falso sequestro, Mayo usou uma van e teve ajuda de amigos e da mãe da jovem.

    "Uma amiga minha me contou que a filha dela está usando o app Tinder", conta Mayo no vídeo. Em seguida, ele explica que a jovem rejeitou seus três primeiros perfis falsos, mas que após a quarta tentativa, os dois começaram a conversar e marcaram um encontro.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    Jovem de 18 anos sendo 'sequestrada' em pegadinha
    Foto: Reprodução Youtube​

    "Surpresa, Vou jogá-la nesta van e sequestrá-la", diz ele. O episódio é assustador: A jovem anda na rua, é surpreendida por um homem (Mayo) mascarado que pula da van e a arrasta para dentro do veículo enquanto ela se debate e tenta lutar.

    Quando as portas são fechadas, populares que viram a cena se aproximam e começam a bater no carro, mas o "comparsa" indica para esperarem. Patty então mostra seu celular para a jovem e ela ouve, surpresa, a voz da mãe do outro lado da linha.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Eu achei a ideia bem exagerada. Você pode ser sequestrado de dentro de casa. Na rua. Sei que a ideia original era a de mostrar que você pode ser enganado nesses aplicativos ou sites de namoro, mas a execução foi exagerada.
     
  2. adrieldantas

    adrieldantas Relax and have some winey

    Sempre tem risco. Seja por Tinder, bate papo UOL, Fala galera, E-mail, cartas.... Você nunca sabe o que pode encontrar. Por isso que digo que quando o assunto é "encontro as escuras" descobrir que a pessoa é feia é o mínimo.

    Também achei exagerado.
     
  3. Neoghoster Akira

    Neoghoster Akira Brandebuque

    Penso que independente de casos fakes existirem (realmente tem casos assim), um risco de se utilizar de uma ferramenta traiçoeira é que ela pode trair (subitamente) quem a usa transformando o usuário de uma piada em um alvo ou presa. O mundo hoje é um lugar perigoso também para bandidos.

    Nesse sentido as pegadinhas, as câmeras escondidas, as peças pregadas com boas intenções... Tudo é divertido até que alguém que não foi avisado resolve responder com uma saraivada de balas pensando que são mesmo criminosos (afinal era projetado pra ser realista mesmo), aí o barato (barato que é também no sentido de diversão) sai caro, o conveniente (pegadinha) pode ficar mais caro que a inteligência (educar os filhos).
     
    • Ótimo Ótimo x 1
  4. LuizWsp

    LuizWsp A torch in the dark In Memoriam

    Do jeito que foi feito aí, podia ser usando Tinder, mas podia ser simplesmente indo na padaria... Só agarrar a pessoa na rua?

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
    • LOL LOL x 1
  5. Neithan

    Neithan Ele não sabe brincar. Ele é Mito

    Pai do ano.
     
  6. [F*U*S*A*|KåMµ§]

    [F*U*S*A*|KåMµ§] Who will define me?

    É. Esse aí não pareceu ter tanta influência do Tinder.
    Me mandaram um outro com menores de idade que me pareceu que conscientiza melhor. Principalmente as pessoas estúpidas (na verdade jovens e inocentes) que dão informações do tipo endereço.



    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
  7. Neithan

    Neithan Ele não sabe brincar. Ele é Mito

    Ontem o CQC fez uma reportagem desse jeito também.
     
  8. Lindoriel

    Lindoriel Saurita Catita

    Pode ser muito arriscado marcar encontros pela internet, mas isso pode ocorrer com qualquer pessoa que se conheça em qualquer local.

    A internet pode potencializar isso, dado que qualquer um pode fingir ser o que não é na internet. Mas há outras formas de fazê-lo "ao vivo", embora seja mais difícil.

    O problema não é a internet, mas sim quem a usa e como. Assim como há casos de sequestro, "date rapes" (sim, estupros em encontros marcados, tem muito tbm), golpes financeiros, há pessoas que se conhecem e acabam desenvolvendo uma relação boa.
     
    • Gostei! Gostei! x 1

Compartilhar