1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Homem é morto ao defender homossexual na Paraíba

Tópico em 'Atualidades e Generalidades' iniciado por Morfindel Werwulf Rúnarmo, 10 Ago 2011.

  1. Morfindel Werwulf Rúnarmo

    Morfindel Werwulf Rúnarmo Geofísico entende de terremoto

    Um homem heterossexual de 25 anos foi morto ao tentar defender um homossexual que sofria ofensas de dois homens. O crime ocorreu na madrugada desta segunda-feira (8) em frente a um bar localizado na praia do Jacaré, em Cabedelo, região metropolitana de João Pessoa.

    De acordo com a polícia, a vítima, identificada como Marx Nunes Xavier, discutiu com dois homens, que pouco antes gritaram e fizeram comentários homofóbicos contra um homossexual que dançava no local com duas amigas.

    diz o delegado Erilberto Antônio, responsável pelas investigações.

    No meio da discussão, um dos agressores sacou uma pistola e disparou um tiro contra Xavier, que foi atingido no pescoço e morreu na hora. Os dois suspeitos correram para um matagal e fugiram do local.

    Segundo a polícia, um dos suspeitos de cometer o crime já foi identificado e está foragido. Seu nome não foi divulgado pela polícia, que afirmou que isso poderia atrapalhar as investigações.

    O corpo da vítima foi enterrado ontem, em João Pessoa.

    Segundo o Movimento do Espírito Lilás, da Paraíba, a morte de Xavier foi o 12º homicídio motivado por homofobia na Paraíba em 2011. Ainda de acordo com o movimento, mesmo que a vítima não fosse homossexual, o crime foi contabilizado pelo movimento porque foi motivado por homofobia.
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

     
  2. Neithan

    Neithan Ele não sabe brincar. Ele é Mito

    Cada vez mais tensa essa situação. Agora agressões e mortes causadas por homofobia estão virando rotina.

    E o pior, tem cara no congresso que continua defendendo o "direito de ter preconceito".
     
  3. Morfindel Werwulf Rúnarmo

    Morfindel Werwulf Rúnarmo Geofísico entende de terremoto

    Eles acham que é liberdade de crença, já que a sua religião diz que é errado, então obviamente é errado.
     
  4. Neithan

    Neithan Ele não sabe brincar. Ele é Mito

    ...e lá vai a discussão para religião novamente.
     
  5. Morfindel Werwulf Rúnarmo

    Morfindel Werwulf Rúnarmo Geofísico entende de terremoto

    Eu já ouvi esse argumento.
     
  6. Neithan

    Neithan Ele não sabe brincar. Ele é Mito

    Cara, não é só religioso que faz essas babaquices. Aliás, agressões e mortes não estão sendo causadas por religiosos, e sim por homens preconceituosos por serem ignorantes, não na questão religiosa.

    Ou acha que foram um pastor armado que matou o cara?

    Não é só por ser ateu que tem que achar que tudo na Terra é culpa de religião/religiosos.
     
  7. Morfindel Werwulf Rúnarmo

    Morfindel Werwulf Rúnarmo Geofísico entende de terremoto

    Eu não disse isso. Eu disse que os que não querem aprovar leis antihomofobia usam/usaram/usarão esse argumento.
     
  8. Fernanda

    Fernanda Andarilho de Eriador e

    Notícia de abril, agora de 2011:

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Notícas de março de 2010:
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Isso só na Bahia. Se levarmos em consideração o pais todo, piora.

    Além disso, de lá para cá só piorou. E faz o quê? Põe na conta de quem barra a PL 122? Como se eles ligassem que

     
    • Gostei! Gostei! x 2
  9. Neithan

    Neithan Ele não sabe brincar. Ele é Mito

    Sim, mas não só por causa da religião. Assim como as agressões, não são causadas por religiosidade. Para um crente/católico, homossexualismo é errado e bla bla bla. Mas para eles, a punição é divina, não feita pelas próprias mãos.

    Deixar isso claro é sempre bom.
     
  10. Siker

    Siker Artista Comercial / Projetista Gráfico

    É bom ter o discernimento, existe uma grande diferença entre as pessoas que se dizem de uma religião e as que realmente são. A partir do momento que um individuo age de forma contrária à ideologia de uma religião, ele não pode afirmar que faz parte de tal religião.
    Os crentes que são contra o homossexualismo também são contra assassinato, e devem amar ao próximo como a si mesmo, então como um crente pode fazer mal a um homossexual? Ele pode quando deixa de seguir o que ensina sua crença e segue o seu preconceito.
    O preconceito existe e independe da religião, depende da ignorância.
     
  11. Elessar Hyarmen

    Elessar Hyarmen Senhor de Bri

    Essa crime é um absurso. Mas daqui a pouco vão ter mortes por pessoas apenas se posicionarem contra. A intolerância pode se expandir para os dois lados.

    Nada de vilência, nada de conflitos, e direito de pensar e expressar a opinião se é contra ou a favor.

    A evolução do humano é respeitar as diferenças, quando isso acontecer o mundo ser menos pior.
     
  12. Gin

    Gin Usuário

    Todas essas notícias de casos homofóbicos são lamentáveis e, mais triste ainda é saber que há quem apoie esse tipo de coisa. Quanto à religião, o problema está novamente nas pessoas que interpretam errado as palavras escritas na Bíblia (ou outro livro-texto que as religiões se baseiam). Seria contraditório se houvesse alguma afirmação proibindo uma forma de amor quando amor é o objetivo primordial da religião.

    P.S.: só lembrando que o termo homossexualismo não é usado porque o sufixo "ismo" pode denotar (dentre outras coisas) doença ou distúrbio mental.
     
  13. Fernanda

    Fernanda Andarilho de Eriador e

    Mais um, hoje:

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    Cadê a PL122?
     
  14. Siker

    Siker Artista Comercial / Projetista Gráfico

    Por falar nesse projeto de lei, alguém sabe como anda a situação da PL 122?
    Se está sendo revisionada ou se foi vetada de vez?
     
  15. Fernanda

    Fernanda Andarilho de Eriador e

    Eu custumo dizer só Pl, mas na verdade é PLC 122 :oops:

    Histórico da PLC 122:

    Apresentado em 2006 pela deputa Iara Bernardi, foi aprovado na comissão de direitos humanos da Câmara e está na comissão de direitos humanos do Senado. A relatora é a Marta Suplicy.

    No Senado o PLC 122/2006 já tramitou nas Comissões de Assuntos Sociais (CAS), está na Comissão de Direitos Humanos (CDH) e seguirá para a Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJC) antes de ir à Plenário.

    Devido às modificações da Senadora Fatima Cleide na CAS em 2009, o texto que está sendo debatido é outro, diferente do inicialmente proposto.

    O Senador Magno Malta apresentou um requerimento, que foi aprovado na CDH do Senado, solicitando a realização de audiências públicas em torno do PLC 122. A data da audiência não foi marcada.

    Os Senadores Marcelo Crivella, Demóstenes Torres e Marta Suplicy estão trabalhando em um novo texto para a PLC 122 baseado em uma proposta ainda não divulgada do Crivella. A idéia é que a nova redação agrade tanto o movimento LGBT quanto os religiosos. Se o novo texto for aprovado a audiencia pública não será realizada.

    Texto atualmente discutido:

    "Altera a Lei nº 7.716, de 5 de janeiro de 1989, e o § 3º do art. 140 do Decreto-Lei nº 2.848, de 7 de dezembro de 1940 – Código Penal, para punir a discriminação ou preconceito de origem, condição de pessoa idosa ou com deficiência, gênero, sexo, orientação sexual ou identidade de gênero, e dá outras providências.

    Art. 1º A ementa da Lei nº 7.716, de 5 de janeiro de 1989, passa a vigorar com a seguinte redação: “Define os crimes resultantes de discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião, origem, condição de pessoa idosa ou com deficiência, gênero, sexo, orientação sexual ou identidade de gênero.” (NR)

    Art. 2º A Lei nº 7.716, de 5 de janeiro de 1989, passa a vigorar com as seguintes alterações:

    “Art. 1º Serão punidos, na forma desta Lei, os crimes resultantes de discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião, origem, condição de pessoa idosa ou com deficiência, gênero, sexo, orientação sexual ou identidade de gênero.” (NR)

    “Art. 8º Impedir o acesso ou recusar atendimento em restaurantes, bares ou locais semelhantes abertos ao público. Pena: reclusão de um a três anos. Parágrafo único: Incide nas mesmas penas aquele que impedir ou restringir a expressão e a manifestação de afetividade em locais públicos ou privados abertos ao público de pessoas com as características previstas no art. 1º desta Lei, sendo estas expressões e manifestações permitida às demais pessoas.” (NR)

    “Art. 20. Praticar, induzir ou incitar a discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião, origem, condição de pessoa idosa ou com deficiência, gênero, sexo, orientação sexual ou identidade de gênero. Pena: reclusão de um a três anos e multa.” (NR)

    Art. 3º O § 3º do art. 140 do Decreto-Lei nº 2.848, de 7 de dezembro de 1940 – Código Penal, passa a vigorar com a seguinte redação: “§ 3º Se a injúria consiste na utilização de elementos referentes a raça, cor, etnia, religião, origem, condição de pessoa idosa ou com deficiência, gênero, sexo, orientação sexual ou identidade de gênero: ………………………………………………………” (NR)

    Art. 4º Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação."
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  16. Neithan

    Neithan Ele não sabe brincar. Ele é Mito

    Agradar a homossexuais e religiosos? :think:

    O que religiosos tem a ver com isso, de fato? A lei é para favorecer os gays, para que a homofobia seja punida. O que os crentes querem é realmente terem o (ridículo) direito de criticar os gays?

    E esse Crivella é um lixo. Farinha do mesmo saco de outros pastores ladrões políticos, como Apolinário e tantos outros.
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  17. Siker

    Siker Artista Comercial / Projetista Gráfico

    Todo mundo fala PL 122, liga não :lol:
    Eu tinha me esquecido das audiências públicas, mas sei lá, do meu ponto de vista leigo a lei deveria ser contra o preconceito (de uma forma geral) e eficiente, não deixar brechas para que aconteçam tipos especificos de preconceito, como bullying e a homofilofobia (pra mim chamarem de "homofobia" é semelhante a usarem MAIS como MAS).

    O que alguns crentes querem é que a Bíblia não seja visto como um livro ofensivo para os homossexuais, muitos tem o medo de não poderem mais expor sua opinião contra o homossexualismo (não contra os gays), afinal esta é uma prática condenada pela Bíblia, e a Bíblia é o fundamento para a crença de muitos...
     
  18. Neithan

    Neithan Ele não sabe brincar. Ele é Mito

    Ok, então eles querem, baseados em um livro escrito (e editado) a milhares de anos, continuarem com um pensamento medieval a respeito do homossexualismo? Que façam dentro da igreja, dentro de templos religiosos. Agora um gay não é obrigado a ouvir que está errado em gostar de pessoas do mesmo sexo no meio da rua.

    Aliás, isso me lembra um vídeo do Jô rebatendo o próprio babaca do Crivella. Vejam (o vídeo é excelente)

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Ninguém escolhe ser homossexual, não pode ser chamado de pecado, já que pecado (até onde eu sei) é algo que a pessoa escolhe. Nenhum homem acorda de manhã, se olha no espelho e diz: "ah, hoje vou gostar de homens. Cansei de ser hetero. Quero sofrer preconceito da sociedade, da minha família, pois agora gosto de dar para outros homens". Não é assim. Já vi gays sofrerem por anos em igrejas, tentando lutar contra a sua própria natureza. E a grande maioria, depois de anos sofrendo, desistem. E se tornam mais feliz após sairem da igreja e do armário. Sobre os gays DE igrejas, prefiro não comentar para não ofender evangélicos.
     
    Última edição por um moderador: 6 Out 2013
    • Gostei! Gostei! x 1
  19. Siker

    Siker Artista Comercial / Projetista Gráfico

    Não quero entrar num debate extenso, então vou tentar ser bem sucinto...
    Um pensamento ser antigo ou novo não indica que ele seja errado ou certo. Uma opinião seja favorável ou contra qualquer assunto que seja pode ser expressa publicamente. Um gay não pode ser parado na rua e atacado (fisicamente ou moralmente) por alguém que ache que ele está errado, mas pode sim ouvir em qualquer lugar criticas contra aquilo o que ele é, assim como se ouve por ai criticas ao teismo ou ateismo (não confundir com teístas e ateístas).

    Esse Crivela é um pastel...

    Roubar é errado, independente se é por escolha da pessoa, se ela foi obrigada a roubar ou se é cleptomaniaca, o problema de alguns crentes é misturar o erro com o julgamento, ninguém pode julgar o outro como errado ou pecador, eu posso falar quais ações são erradas ou são pecado, mas não posso dizer nada referente ao praticante de alguma dessas ações, cada um sabe da sua vida. Proibir criticas é ir contra a liberdade de expressão, se o governo ou a sociedade não sabe diferenciar a livre opinião de comentários preconceituosos então não há o que se discutir, a maioria manda e o resto obedece.
     
  20. Morfindel Werwulf Rúnarmo

    Morfindel Werwulf Rúnarmo Geofísico entende de terremoto

    O que eu me pergunto é: o que aqueles que creem na Bíblia tem a ver com o que quem não crê faz? Nada, a vida deles não ficará melhor, é apenas quem não tem mais nada para fazer e fica vigiando a vida dos outros, o que as pessoas fazem em suas vidas privadas não é da conta de ninguém, a não ser que seja maléfico para os outros, e isso (e outras coisas) não é.

    Não, ele/a não perguntou a sua opinião, e se ele sabe que você é cristão ele sabe a sua opinião, você não gostaria de ouvir que algo que você faz (e não afeta os outros) você não deve fazer sem você pedir a opinião dels, então porque você tem esse direito?
     
    • Ótimo Ótimo x 1

Compartilhar