1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Hippies também curtem Tolkien

Tópico em 'Influências, Seguidores e Recomendações' iniciado por wsnjr, 30 Abr 2008.

  1. wsnjr

    wsnjr Sir Auron

    Bem eu acho que esse tema já foi discutido por aqui mas não achei nenhum tópico:think:.

    Na verdade o que me chamou a atenção para esse tema foi o prefácio do Vol.1 da série de livros "A Torre Negra" de Stephen King (leitura simplesmente obrigatória pra quem curte o autor).Lá logo no 1º parágrafo King cita uma ligação entre Tolkien e Woodstock, aí eu resolvi dar uma olhada no :google: e achei algumas coisas bem interessantes:

    A juventude hippie adorou aquela gente conduzida por uma mago de nome Gandalf que pitava ervas estranhas, falando esquisito e vivendo num mundo sem chaminés, nem prestação, em meio a paisagens inebriantes. Começaram a ler Tolkien para os seus filhos e agora o cinema mostra-o para o mundo. O império anglo-saxão tem assim, ainda que tardia e um tanto artificialmente, o seu épico literário.

    "Tolkien trouxe aos hippies um mundo alternativo, no qual o bem e o mal poderiam ser vistos com clareza. Um mundo que, apesar de complexo, era mais fácil de compreender do que o mundo da Guerra Fria e da Guerra do Vietnã em que se vivia"

    E isso só pra citar uns poucos exemplos, cara eu pelo menos fiquei muito surpreso com o alcance que as obras do mestre tiveram, poxa aqueles tempos realmente deveriam ser bons:yep:


    Aí vai link com os artigos completos dos quais eu copiei os trechos:
    Artigo1:
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    Artigo2:
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
  2. Fëanor

    Fëanor Fnord Usuário Premium

    Os hippies adotaram SdA mesmo.

    No próximo Podcast a gente fala um pouco a respeito disso. Fiquem ligados. =]
     
  3. Sindar Princess

    Sindar Princess Que deselegante...

    ai, que legal!

    aguardaremos ansiosos!

    eu já ouvi algo sobre bottons que os hippies utilizavam naquela época com os dizeres "GANDALF PARA PRESIDENTE"

    :mrgreen:
     
  4. Legal Fëanor!

    É isso mesmo, eu que li lá pelos meados do início da década de 80, me lembro bem de resquícios do movimento, e não me lembro bem, era pequena, acho que foi até por isso que o livro parou na minha mão!

    Tudo começou (se não engano) com um número do livro pirata (isso mesmo piratão!) que apareceu nos EUA, pois o SDA ainda não havia sido lançado por lá.

    Foi o maior sucesso, super vendagem. Mas Tolkien não gostou nada da brincadeira e logo regularizou as coisas. E lógico, tratou logo de deixar bem claro que ele não estava fazendo nenhuma apologia anti-guerra. Sua história tratava sobre paz, mas a paz que cada indivíduo tem que escolher por si mesmo!
     
  5. zannah

    zannah The Red

    Também já ouvi falar dessa história. :lol:

    A única coisa que me deixa um pouco chateada é que os hippies confundiram o fumo produzido pelos hobbits com OUTRA coisa... :disgusti: Provavelmente a versão pirata deve ter omitido a explicação que Tolkien deu, que mostrava claramente que o fumo dos hobbits era uma variedade de tabaco.
     
  6. Fimbrethil

    Fimbrethil Esse chato é um

    Na verdade já tinha sido lançado lá, sim, Sara, o que aconteceu é que só foi lançada a versão em capa dura (hardcover) a versão em brochura (paperback) é que foi lançada sem autorização do Tolkien, e foi essa versão que os hippies se esbaldaram de comprar, porque é bem mais barato, né?
     
  7. Excluído016

    Excluído016 Excluído a Pedido

    droga! ñ tive nenhum parente rippie pra me mostrar sda antes!!!!!
     
  8. Breno C

    Breno C Quack

    Legal, nunca tinha pensado por esse lado. A parte que diz que no mundo tolkiano a clareza entre o bem e o mal é maior, eu concordo plenamente, porque se SdA fosse de uma política complicada como Star War, não teria tantos fãs como tem hoje em dia.
     
  9. Gilraen

    Gilraen Speak, friend, and enter.

    Pensando bem: concordo com os hippies.
    Gandalf daria um óptimo presidente :D
     
  10. Smaug

    Smaug Cacho

    Sobre os bottons citados, vocês estão corretos. Em uma das biografias do Tolkien, a escrita pelo Michael White, ele nos passa essa informação: os hippies usavam as frases "Gandalf para Presidente!" e "Frodo vive!" como dizeres preferidos, com todo sucesso que se deu logo nos anos 60, também por versões piratas introduzidas nos EUA. No orkut, você encontra a comunidade do
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    , por ex.
    Mas era um bando de chapados mesmo.
     
  11. Valacirca

    Valacirca Youth Gone Wild

    Imagine o professor vivendo essa situação ?

    Ele todo conservador e careta vendo seus livros serem comprados por toda aquela gente estranha e cabeluda, que usava roupas coloridas e eram um tanto despreocupadas com tudo ?
     
  12. Raphael S

    Raphael S Desperto

    Ele devia achar o maior barato isso sim... Pra criar os personagens que ele criou, Tolkien podia até parecer um nerd ou recluso ou o que fosse, mas era um cara incrível por dentro.

    Mas já imaginaram se o Senhor dos Anéis fosse reescrito na versão maconheiros? A primeira coisa que iam mudar seria o título para o senhor das ervas.

    "Ae apareceu aquele pai de santo gente fina, com umas ervas e um cachimbo da paz no meio daquela comunidade sei lá... de uns anõezinhos... Tá pegando? O pai de santo se chamava Galdalf trazia um cajado pra socar o fumo, ele era gente boa. Os anões gostavam dele porque ele trazia as melhores ervas para a pacata vila dos anões... Por isso eles eram tão sussegados sabe... Tinha um anél que estava com um anão lá e o pai de santo Gand foi lá pra negociar de vender o anél e comprar fumo importado só que o anão ia ter que ir longe... longe... bem longe sacou brow? Pra entregar o anél numa loja muito loca em cima de um vulcão onde o dono, um tal de Saron queimava uns fumo adoidado véio. Pô a história é longa, deu até tontura agora... Eu já falei dos anões?"

    ^_^

    By Raphael S
     
  13. Valacirca

    Valacirca Youth Gone Wild

    Será ?

    Acho que no começo ele não viu com bons olhos toda essa situação...

    Mas creio que depois ficou feliz, vendo que tanta gente se identificava com sua obra e seus personagens.
     
  14. Raphael S

    Raphael S Desperto

    Eu sou um escritor, mesmo que pagodeiros lessem meus livros eu ficaria feliz. O mais importante para o escritor é saber que sua obra tocou aquelas pessoas e que elas puderam experimentar o mundo criado por ele.

    É a maneira que eu penso e que sempre irei pensar.

    By Raphael S
     
  15. Almáriel

    Almáriel Die Sonne

    Pois é... naquele documentário "Ringers: Lord of the Fans" (ou algo assim), mostra que SDA foi febre entre os hippies nos anos 70, mostra os bottons, conta que eles se reuniam pra ler os livros, adoravam Gandalf, essas coisas.

    Que voltem os bottons!

    "Frodo vive!"

    :lol:
     
  16. Elendil

    Elendil Equipe Valinor

    Pelo que sei, os Hippies se identificavam muito com os Elfos. Toda aquela mística em volta deles, roupas esvoaçantes, extremo contato com a natureza...
    É, Elfos sempre me pareceram meio viajandões, mesmo. rs
     
  17. Elfo Peludo

    Elfo Peludo Gunslinger.

    Com certeza,e aposto que os hippies se identificavam com a "erva-de-fumo".
    Realmente,os elfos são todos 'zen',com toda aquela beleza e leveza.
     

Compartilhar