1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Hell's Angels (Hunter S. Thompson)

Tópico em 'Literatura Estrangeira' iniciado por Lucas_Deschain, 22 Dez 2010.

  1. Lucas_Deschain

    Lucas_Deschain Biblionauta

    [align=justify]Quando comecei a ler Hell’s Angels (1966), fiquei imaginando que tipo de abordagem encontraria e qual seria a credibilidade do autor para falar de algo tão controverso e polêmico quanto esse assunto. Pois bem, descobri que Hunter S. Thompson tem sim propriedade suficiente para falar sobre os Angels, já que ele passou um período entre eles, participando, com diferentes níveis de intensidade, das pilhagens, bebedeiras, jornadas, brigas e todas as outras atividades que esse clube de motoqueiros realizava Estados Unidos afora na década de 60.

    Hunter Thompson é um dos pioneiros do chamado “Gonzo Jornalismo”, uma modalidade de jornalismo caracterizada por uma despreocupação com objetividade, quiçá uma pretensa “neutralidade”. No “Gonzo Jornalismo” o autor das matérias se encontra no meio dos acontecimentos, sendo, portanto, influenciado de maneira muito mais forte pelos eventos que está reportando.[/align]

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

     
  2. Meia Palavra

    Meia Palavra Usuário

    Antes de começar a ler ‘‘Hell’s Angels’’ fiz uma pesquisa sobre o autor da obra, Hunter S. Thompson, que desde então só aumentou minha vontade de ler logo. Olhando superficialmente o livro, notamos que ele aborda um tema polêmico que causou muitas conturbações na época relatada, sobre o estranho fenômeno das gangues de motoqueiros, com destaque especial aos Hell’s Angels, o grupo considerado mais fora de lei, que gostava de implantar o caos por onde passava.

    A capa estampa o perfil malévolo do livro, daí as primeiras conclusões que se podem tirar é que, sem dúvidas, se trata de um livro tenebroso, ou melhor dizendo, barra pesada, digo melhor por que lendo a primeira página da obra você já percebe qual a linguagem abordada daí, outra conclusão, ele é literal e intenso, contribuindo mais ainda na vontade de devora-lo.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     

Compartilhar