1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Heavy Metal Satânico

Tópico em 'Música' iniciado por Elendil, 3 Out 2008.

  1. Elendil

    Elendil Equipe Valinor

    Por mais de três décadas, o heavy metal esteve associado ao Diabo, demônios, magia negra e outras práticas ocultistas obscuras. Foram centenas de capas de discos e pôsteres com caveiras, bruxas(os), demônios e criaturas afins estampados neles, além de letras “diabólicas” invocando as trevas e músicos vestidos para o “ritual” no palco ou nos clipes. Muita gente leva a sério essa coisa toda, em especial os jovens e contestadores fãs dessas bandas e o pessoal “detentor da moral religiosa e dos bons costumes cristãos”.
    Eu me pergunto: até onde esse satanismo todo é real? Até onde isso tudo não passa de fachada ou teatro? Muitos integrantes dessas bandas já declararam ser tudo encenação, enquanto outros realmente parecem levar a sério isso tudo.

    Vejam os exemplos citados abaixo (Marco Bezzi, Mundo Estranho, setembro, 2006):

    Em 1981, Ozzy Osbourne na promoção de seu primeiro álbum solo, Blizzard of Ozz, traçou a cabeça de uma pomba branca. No ano seguinte, num show no Iowa, fez o mesmo com um morcego. Foi direto para o hospital tomar vacina contra raiva.

    Na primeira visita do Kiss ao Brasil, em 1983, a imprensa sensacionalista divulgou que a banda esmagava pintinhos e explodia porcos no palco durante os seus shows. Não deu outra: grupos religiosos e tradicionalistas disseram que Kiss era uma sigla de Knights In Satan’s Service, ou “Cavaleiros a Serviço de Satã”. Tudo desmentido.

    A capa do primeiro disco do Black Sabbath, lançado numa sexta-feira 13 em fevereiro de 1970, tinha uma bruxa segurando um gato preto e uma cruz invertida no seu interior. Depois de um tempo, o guitarrista Tony Iommi falou que foi tudo imposição da gravadora, que queria passar uma imagem “demoníaca” da banda.

    Em 1982, o Iron Maiden, já com o vocalista Bruce Dickinson, lançou a música “The Number of the Beast”. A alusão explícita ao número da besta (666) gerou a polêmica necessária para fazer o grupo alcançar o estrelato. Satanistas? “Nunca”, dizia o baixista da banda, Steve Harris. “Falem bem ou falem mal, mas falem de mim”.


    Adoro heavy metal e todas essas bandas, mas nunca foi pelo “satanismo”, apesar de gostar das letras e pelo som, performance, por ser pouco popular e tudo mais. Nunca por um caráter “religioso”. Portanto, nunca levei a sério o suposto satanismo. Apesar de muitos jovens reprimidos pela família e religião buscarem nesse tipo de música iconoclasta maneiras de extravasar sentimentos e vontades, nunca foi meu caso. E vocês, o que acham do “satânico heavy metal”? Seria tudo fachada e teatro mesmo? Conhecem mais histórias como as dessas bandas ou de outras?

    Opinem os fãs e não fãs do heavy metal!!!!
     
  2. JPHanke

    JPHanke Usuário

    Também não sou muito religioso não, gosto muito de Heavy Metal e não ligo muito pra esse tipo de 'encenação' não. O que me encomoda as vezes é o conteúdo da letra das músicas. Mesmo não sendo muito religioso prefiro não ouvir bandas que passem através se suas letras valores "ruins" (entre aspas porque é um conceito extremamente pessoal e subjetivo).

    Cara, falando da "The Number of the Beats", vi uma vez num documentário que no dia do lançamento deste álbum, Martin Birch (produtor) sofreu um acidente de carro e, adivinhem.... o conserto saiu em exatamente 666 dólares8-O. O mais engraçado é que Martin se recusou a pagar o valor exato do conserto, dando um cheque de 670 dólares!!
     
  3. ARABAEL

    ARABAEL Ema Infame e


    ...vi este tópico e tenho coisas a falar sobre isso, até porque isso fez ou ainda faz parte da minha vida, sei lá minhas memórias não me deixam em paz, deve ser isso.
    Também não sei se é pertinente postar isso aqui ou não, mas talvez ajude a esclarecer certas questões.
    Meu irmão de coração Vinícius Crist faleceu à 3 anos , inclusive dia 28 deste mês ele completa os "3". Ele fazia parte da banda de heavy metal Hiperius como vocalista e guitar, adorava o "Metal Negro e depressivo" como ele mesmo gostava de chamar, mas então...ele tratava à todos seus amigos e familares com respeito e com carinho, ele idolatrava seus amigos, sempre se metendo em brigas para defender um parceiro, adorava o número 666, tinha os números na porta do seu quarto pediu para que eu desenhasse o Eddie do Iron Maden à grafite para colocar em seu quarto, lia muitos livros sobre magias negras, mas nunca aplicou alguma, seus pais católicos espíritas sempre iam á igreja, de vez enquando ele ia também, um pouco é encenação de palco das bandas, mas você tem que estar centrado em suas idéias, não se deixar levar por um perfil malígno só por que é heavy, no caso de Vini ele tentou mas caiu no mundo em que ele vivia, um tempo antes de falecer andava quase sem conversar com as pessoas, mas tratava-as bem, sempre atencioso, namorada, banda, amigos, família tudo ok, mas chegou um dia em que tudo parecia normal, ele falou para a sua mãe que iria até o porão fechar a porta onde todos os instrumentos da banda estavam (local dos ensaios) e não subiu mais para o andar de cima, sua mãe desceu porque ele estava demorando e estava na hora da janta, viu pelo vidro quebrado da janela do porão o filho enforcado, correupara a porta, ele a tinha trancado por dentro, ela então ligou para minha casa desesperada, corremos, mas não conseguimos fazer mais nada, tirei a corda do pescoçodele, respiração, tentei reanimar mas nada, meu amigo tinha ido embora, passado algum tempo investigamos tudo e não encontramos nada do por que do motivo de se matar...eu acho que foi aqueles segundos de "bobeira", se a pessoa tem o espírito fraco, não tem os pés no chão realmente pode acabar se perdendo em meio as imaginações e fantasias no caso "negras", como foi citado Em 1981, Ozzy Osbourne na promoção de seu primeiro álbum solo, Blizzard of Ozz, traçou a cabeça de uma pomba branca. No ano seguinte, num show no Iowa, fez o mesmo com um morcego. Gosto do heavy melódico, mas sempre fico centrada no concreto, não me permito viajar muito em meio as letras das músicas por que se não "píra" mesmo e você acaba embarcando, é uma luta para os fanáticos entre o real e o ilusório, falo isso devido as minhas experiências, sou católica, e rezo todos os dias ao me levantar, preciso fazer isso para sempre ficar com a mente sã. Se é encenação ou se não é, a verdade é que você tem que ser forte de espírito.
     
  4. Elendil

    Elendil Equipe Valinor

    Concordo com você, JP!!!! E quando tem algo de "ruim" na letra, eu não levo a sério e escuto o som pelo som!!!
    Ah, essas histórias sobre a música The Number of the Beast (eu não conhecia, achei legal!) é igual ao do filme O Exorcista, ajuda bem na promoção e fama do "produto". :lol:
     
  5. My

    My Usuário

    Queridos E(ä)dso(h)n, JPHank e Arabel...

    Eu sou o que vocês chamariam de "religiosa", mas nem por isso tenho algo contra o heavy metal. Aliás, Eädsohn, gostei daquela música, Fear of the Dark, e daquela outra, The Trooper, estou certa? Apesar de não conhecer muito além disso. A "The Number of the Beast eu não gostei, nem do som, muito menos da letra.

    Li um livro uma vez, que, com perdão da má palavra, metia a boca em todo e qualquer heavy metal (um livro "religioso"), achei um exagero (oh, Deus, me deu um branco agora, é assim msm q se escreve?).

    Enfim, acredito em satanismo, mas não acho que heavy e satanismo são sinônimos, longe disso!! Podem haver cantores de pop satânicos, e aí? Alguém vai falar alguma coisa? Já li livros sobre satanistas, contando experiências de ex-satânicos, sei por cima o que é de fato, e não relaciono estilo musical, ou estilo em qualquer outra arte, com a prática deles.

    Enfim, não condeno heavy metal, analiso as letras de toda e qualquer música que escuto (se tem letra, é claro, rsrs). A letra, e nunca o estilo, o rítmo, o som. Não escuto qualquer música só porque gostei do som, mas também não descarto heavy (que não é meu estilo favorito), só porque "alguém disse que fulano era satanista.

    É isso aí!!! Bjs a tds!!!
     
    Última edição: 3 Out 2008
  6. Ben Kenobi

    Ben Kenobi Aprendendo com um

    Acho que é muita encenação e promoção do estilo da Banda mas,tem muito muleque inocente e ignorante que acha que tem algo realmente mal,e acaba adorando o Satã,enquanto os artistas não estão nem ai na real.Mas a pessoa acredita no que quiser se tiver fé em coisas más,coisas más acontecerão.
    Na citação final do ARABAEL eu concordo se vc tiver um espírito forte e uma crença a qual quer seguir vc consegue ser forte nela.
     
  7. Tonhum

    Tonhum Gordinho Faceiro

    Sou ateu e curto Heavy Metal.
    Quando menor, cristão, ouvia Heavy Metal e não ligava pra essa história de satanismo.
    Não escuto a música por ser do demônio, escuto porque ela é boa e soa bem.
     
  8. JPHanke

    JPHanke Usuário


    Olá My!! Gostei muito do seu ponto de vista, de verdade!!:D
    Você começou bem seu post, mas eu não pressuponho que religiosos não gostem de Heavy Metal!!:mrgreen:

    Uma coisa que pude perceber: o Heavy Metal por si só já tem uma carga muito negativa na sociedade (pelo menos eu sinto isso). Tá certo também que ninguém é obrigado a gostar de Heavy, mas muitos dizem não gostar sem motivo pra isso. Tipo um colega meu que odeia Heavy Metal, mas tem música do Maiden no iPod porque toca em GTA... se não gostasse de verdade não tinha.

    Se as pessoas analizassem melhor o que escutam, as influencias que estão sofrendo e as ideologias que acreditam, não teríamos este tipo de associação de Heavy Metal (como um todo, independente da vertente) com Satânico e, conseqüentemente, com uma coisa ruim. Acho muito paia pessoas que estereotipam as coisas.

    Desculpem-me se eu viajei de mais neste post... quando as idéias fluem, não consigo contê-las...:mrgreen:
     
  9. Seiko-chan

    Seiko-chan Retardada

    Falar que heavy metal é coisa do "demônio" e corrompe pessoas é a mesma coisa que supor que games violentos induzem jovens a serem violentos. Isso é totalmente subjetivo: conheço pessoas que comem peixe durante a Semana Santa que são a encarnação de belzebu no restante do ano. Também conheço gente que se benze só de ouvir falar no livro de São Cipriano, mas a palavra "desgraça" é mais presente que a palavra "Deus".

    Na verdade, o que eu quero dizer é que esse conceito só é válido pra quem acredita... O que vale é a fé, que nada mais é que a intenção. :yep:
     
  10. My

    My Usuário

    JP,

    Não achei que você pressupunha que religiosos não curtem heavy, mas disse que eu sou "religiosa", crente, se é que me entende. Tomo muito cuidado com que escuto, com as letras, mas em geral, toca de tudo, fora estilos que realmente não gosto por não gostar, no meu celular, rs (depende também de quanto cabe no cartão de memória, rs).

    E... sinceramente, concordo com o que você falou, de pessoas que dizem odiar, mas na verdade escutam e acham legal... tenho amigos assim... Mas, eu nunca disse que não gostava porque, sinceramente, eu nunca tinha ouvido, a não ser ainda essa semana, por indicação do próprio Eädsohn, Fear of the Dark e, por conseqüência, as outras duas também, mas sério mesmo, eu nunca escutei nada além disso, rs. E não é por não gostar.

    Enfim, heavy anda muito esteriotipado na sociedade, é esse o problema... rs.
     
  11. JPHanke

    JPHanke Usuário

    My, deculpe-me se dei a entender isso ou se interpretei errado, mas quando disse que existem pessoas que não gostam por motivo nenhum, não me direcionei a ninguém especificamente. Acho que sem querer acabei dando esta impressão.
     
  12. Khan

    Khan Usuário

    Eu sou cristão,filho de pais católicos,e ouço heavy metal desde helloween até dimmu borgir na boa.Quem se deixa envolver pelas letras é quem é fraco e não tem respeito a si próprio.Minha opinião.
     
  13. Gil-Galad

    Gil-Galad Wii - DS Player

    Existem muitas bandas que falam sobre muitas coisas. Dizer que letras de heavy metal falam de demônios e magia negra é fazer uma análise simplista de bandas que mostraram uma imagem assim, seja por imposição da gravadora, seja por brincadeira ou por sensacionalismo da mídia, e generalizar. O Blind Guardian fala mais de Deus do que do Demônio (aliás, não me lembro de músicas deles falando de demônios), e nem por isso é uma banda "Cristã". Se uma banda falar do demônio não necessariamente é satanista.
     
  14. My

    My Usuário

    Nem... fica sussa, rsrsrs. Não te interpretei mal, nem fui mal interpretada. Só quis deixar claro meu posicionamento...

    Então, é isso. Eu não posso afirmar nada porque não conheço o estilo pra saber, só pelo que já falaram. Mas, disse e repito, que é esteriotipado é... rs.
     
  15. Hamfast

    Hamfast Melodia e distorção

    Eu acredito que na grande maioria dos casos se trata apenas de arte, é como em um filme de terror, você pode abordar temas satânicos, e considerados "maus" pela sociedade, sem que tenha de necessariamente seguir essa ideologia. Eu gosto bastante do estilo musical, e tenho uma certa predileção por esses temas "bizarros", mas é só algo que curto, não é por quê eu vejo alguém empalando virgens em um clipe que eu vou sair na rua e fazer o mesmo, isso é uma questão de bom senso, e de informação.
    Se as pessoas não levassem esse tipo de coisa tão a sério teríamos um mundo mais livre e menos preconceituoso.
     
  16. Elendil

    Elendil Equipe Valinor

    Concordo com o colega!!! Encaro as músicas que gosto com essas "letras bizaras", como um filme de terror que também gosto! Curto o momento e o som como curto a estória e as imagens! Depois disso, vivo a vida real!
    O exemplo que ARABAEL nos deu sobre a triste hsitória do seu amigo serve para ilutrar bem isso. É o que acontece com muita gente que se deixa levar por coisas que deveríamos apenas curtir, discutir e não levar tão a sério.
    O pior é que muitos fãs dessas letras ou bandas assumem o estereótipo (a saber: tatuados cabeludos, usuários de drogas e satanistas) que a sociedade ou pessoas que só conhecem heavy metal pela imprensa sensacionalista impõem!!! E saem por aí fazendo besteiras e contribuindo para que o preconceito se propague.
    Satanismo no heavy metal para mim não passa de teatro!!!

    Temos que ser fortes de espírito como disse ARABAEL, e também de caráter e conduta. Assim, esse "perigo" fica a distância!
     
  17. Redrum

    Redrum Usuário

    Eu sei muito pouco sobre o Heavy Metal. Mas se uma pessoa não gosta do conteúdo de uma música, não escuta! Até porque se a pessoa é cristã, ela vai ficar escutando a música que tem um conteúdo que não vai de acordo com o que ela acredita pra quê? Pra ficar condenando?!

    Quando vejo que uma música tem uma letra que não me agrada muito (como todas as do Iron Maiden, huahuahua), eu nem faço questão de ficar ouvindo. Mas ninguém também pode julgar um livro pela capa. Entenda e depois julgue.

    Mas eu tenho uma aversão ao que certas bandas fazem, não só as de Heavy metal, até porque ninguém pode condenar todos por um. Mas se uma banda pega e coloca tudo sobre o "capeta" em um álbum e depois se perguntam ela responde que não tem nada de satânico já é hipocrisia.

    Um exemplo de condenação injusta, foi um jornal de circulação nacional, dizer em uma matéria assim "Jovens rebeldes vão para show de adoração ao diabo" (Um show do Iron Maiden). Agora me respondam POR FAVOR, quem tem o direito de julgar quem?!
    Eu não julgo nenhum estilo musical, mas se não for do meu agrado como eu já disse, nem ouço.
     
  18. Elendil

    Elendil Equipe Valinor

    Essa coisa de bandas satanistas e jovens que aderem a essas práticas me faz lembrar uma passagem do livro "Antes que os Demônios Voltem" do Pe. Quevedo. Há um momento em que ele diz que os nativos da Espanha, no início da Idade Média, quando o cristianismo começava a se propagar pela Península Ibérica, adotavam práticas ditas satanistas, ou rituais, como forma de resistência a nova religião que se impunha. É mais ou menos aquela coisa "o inimigo do meu inimigo é meu amigo". Jovens que se dizem satanistas e gostam das bandas que se intitulam satanistas, nada mais estão fazendo do que resistir a certas imposições que pais, sociedade, escola, igreja ou religião (seja qual for) tantam obrigá-los a seguir e cumprir. Resistência, rebeldia, desejo de se auto-impor, e até vontade ou necessidade de ser notado. É dessa forma que vejo a maior parte dos casos.
     
  19. Sou headbanger :) e blá blá blá. Detenho certo conhecimento sobre algumas bandas e algumas estórias do rock. Gosto de Rock/Metal pelos mesmo motivos que você, Eädsohn, entretanto existem sim bandas pela-saco de Satã. :D Não sei se acreditam, se é pura publicidade, ou qualquer outra coisa, mas eles cantam "pra ele". Não curto esse tipo, geralmente o vocal e instrumental não é o meu tipo e, quando gosto do conjunto do som com um todo, pouco ligo para o que eles cantam. Outras bandas usam esse tipo de tema para a mais pura e inútil publicidade, ao menos usaram, acredito que hoje em dia as coisas já não sejam mais assim e que no século passado que uma banda poderia ascender desta maneira. Hoje a publicidade é puxada mais para o lado do Nu Metal (o que as pessoas acham que se escreve como "New Metal"), e o metal satânico é mais "encroado", guardado. Bandas tais como o Cradle of Filth, outras de Black/Death e Trash Metal. Não aquelas que são mundialmente famosas, adoradas, como precursores do apocalypse. E quer no que eles acreditem, o que cantem, o que façam, e o quanto sejam criticados, amados, odiados, e famosos... pouco importa PRA MIM se a música é boa. Afinal não é porque ouço musica satanista que sou de fato uma satanista. Se escuto musica medieval eu sou uma camponesa, elfa ou princesa? Acho que não.
     
  20. Excluído016

    Excluído016 Excluído a Pedido

    Acho que a alusão dessas bandas com o "tinhoso" ñ passam de encenação ... Tudo pra chamar a atenção, dos mais doidinhos...
    Me digam se não é legal dar aquele susto naquele amiguinho super religioso e chato?
    Além do mais, creio eu que todas estas bandas só estão á fim de mostrar " os dois lados da moeda", e mostrar que ele têm as mesmas dúvidas que nós...

    EU AMO HEAVY METAL E Ñ SOU SATÂNICA POR ISSO



    Iron Maiden Forver
    Metal is the Law
     

Compartilhar