1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Harvey Pekar, de "Anti-Herói Americano", morre aos 70 anos nos EUA

Tópico em 'Quadrinhos' iniciado por Anica, 12 Jul 2010.

  1. Anica

    Anica Usuário

    O quadrinista norte-americano Harvey Pekar, autor de "Anti-Herói Americano", morreu aos 70 anos nesta segunda-feira (12) nos Estados Unidos. Pekar foi encontrado morto por sua mulher, Joyce Brabner, na madrugada de hoje na casa do casal, em Cleveland Heights, Ohio, nos EUA.

    A causa da morte ainda deve ser diagnosticada. Pekar e sua mulher escreveram "Our Cancer Year" (Nosso Ano do Câncer, em tradução livre), após o quadrinista ser diagnosticado com câncer linfático em 1990.

    Filho de imigrantes poloneses nascido no dia 8 de outubro de 1939, o roteirista tornou-se bastante popular quando sua série de HQ, publicada inicialmente em 1976, foi adaptada para o cinema em 2003, com Paul Giamatti no papel de Pekar. O trabalho, inclusive, conquistou o Grande Prêmio do Júri de drama no Festival de Sundance.

    Vencedor do prestigiado prêmio literário American Book Award em 1987, "Anti-Herói Americano" mostra um retrato do autor, seu pessimismo crônico -- e cômico --, sua relação com amigos, com sua futura mulher e sua rotina como arquivista de hospital e colecionador de discos de vinil.

    Pekar fazia as histórias e as entregava a amigos desenhistas como Robert Crumb, que colaborou com os quadrinhos do autor e é fã declarado de seu trabalho.

    Eles se conheceram em 1962, quando Crumb ainda estava começando a explorar as possibilidades das HQs e que mais tarde o levaria a produzir trabalhos inovadores como "Mr. Natural" e "Fritz O Gato".

    Uma das parcerias com Crumb se deu no roteiro autobiográfico "Bob & Harv: Dois Heróis Anti-Americanos". A obra foi indicada ao grande Prêmio do 37º Festival de Quadrinhos de Angoulême, um dos mais prestigiados do mundo, que aconteceu em janeiro deste ano na região central da França.

    Fonte:
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
  2. thesunrises

    thesunrises Usuário

    Bah, fiquei tão triste quando soube...
    Mas também, ele tava bem doente já.

    A todos, recomendo fortemente o filme "American Splendor" (não lembro do título em português agora...) porque o próprio Harvey Pekar contracena, aparece uma cena em que ele se encontra com o R. Crumb e, claro, a trilha sonora é impecável :)

    CAOTIZA BASTANTE NO CÉU, PEKAR!!
     

Compartilhar