1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Haldir pelo Livro

Tópico em 'Comunicados, Tutoriais e Demais Valinorices' iniciado por Lordpas, 4 Out 2005.

  1. Lordpas

    Lordpas Le Pastie de la Bourgeoisie

    Haldir pelo Livro: A personagem de “O Senhor dos Anéis” de J.R.R. Tolkien.


    Por favor, não republique este ensaio sem permissão. Questões? Correções? Por favor, entre em contato com
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)



    Consideração: Todas as citações fornecidas neste ensaio são providas no contexto de uma revisão do livro A Sociedade do Anel. Todas as informações fornecidas pelos livros de Tolkien são referenciadas.



    Fãs de O Senhor dos Anéis de J.R.R. Tolkien freqüentemente dizem, após assistirem à adaptação de Peter Jackson de As Duas Torres, “O que era aquilo com Haldir? Quero dizer, estava bom...e nobre...mas com certeza não estava como nos livros”. Há muitas diferenças entre o Haldir do Filme e o Haldir do Livro. Este ensaio é uma visão geral do Haldir do Livro, a personagem conforme escrita originalmente por Tolkien.

    Como você verá, Haldir foi uma personagem essencial nos livros, e muitos fãs de Haldir ficaram contentes ao ver este Elfo no filme A Sociedade do Anel, de Peter Jackson.

    Quem é Haldir?

    Haldir é um Elfo que aparece no livro A Sociedade do Anel (SDA), de J.R.R. Tolkien. Ele é guardião das fronteiras de Lothlórien e guia da Sociedade, dentro de Lothlórien. Haldir é o guia da Sociedade porque ele fala a Língua Comum e pode comunicar-se com todos. Na narrativa do livro, seu papel é ajudar a Sociedade e o Leitor a entenderem Lothlórien.

    A posição de Haldir dentre os Elfos de Lothlórien é interessante. Ele é aquela raridade entre os Elfos de Tolkien: a ajuda. A maioria das personagens Élficas de Tolkien em O Senhor dos Anéis e em O Silmarillion são nobres de uma forma ou outra. É raro ver qualquer um dos Elfos em serviços àqueles nobres. Em várias situações, Haldir menciona que suas ações são em serviço a Galadriel e Celeborn, soberanos de Lothlórien, e que sua autoridade é limitada. Tolkien nunca aponta Haldir como um capitão ou senhor, ou o designa como um soldado ou guardião. Ele apenas está ali.

    Haldir é uma personagem periférica. No livro SDA nós o vemos em somente dois capítulos. Ele não aparece em As Duas Torres, nem em O Retorno do Rei. Devido a isso, não temos muita história para Haldir. Haldir é do povo Silvestre, um Elfo da Floresta. Isto é similar ao histórico de Legolas, mas a Floresta das Trevas (de onde Legolas vem) e Lothlórien são suficientemente separadas para que tenham dialetos diferentes.

    Tolkien não fala quão velho Haldir é ou quem podem ter sido os pais dele, nem fala algo específico sobre sua herança. Os dois irmãos de Haldir, Orophin e Rumil, servem com ele nos pântanos. No entanto, eles falam pouco A Língua Comum, de modo que Haldir permanece como o principal comunicador quando o vemos.
    Como é a personagem de Haldir no livro? Ele parece dedicado ao serviço, seguindo as leis de Lothlórien, como mostrado neste excerto de quando ele está falando com a Sociedade.

    “- Não duvido do que está dizendo – disse Haldir. - Mas esta é a nossa lei. Não sou o dono das leis, e não posso ignorá-las. Já fiz muito permitindo que vocês colocassem os pés no Celebrant”. Gimli se mostrava irredutível...”Você não pode voltar - disse Haldir com rispidez. - Agora que chegou até aqui, precisa ser levado à presença do Senhor e da Senhora. Eles devem julgá-lo, retê-lo aqui ou permitir que parta, conforme quiserem”.

    No entanto, Haldir tem boa natureza quando o serviço permite, como ele demonstra por meio de sua gentileza para com Sam e Frodo em Cerin Amroth. Parece um tanto incomum o fato de Haldir retornar dos pântanos do Norte de Lothlórien para Caras Galadhon (dois dias de viagem) apenas para escoltar a Sociedade aos seus barcos. Então novamente, é também incomum que qualquer um dos Elfos de Lothlórien fale a Língua Comum. Talvez Haldir seja extraordinariamente inteligente ou aventureiro.

    Tolkien não descreve a aparência de Haldir ou a cor do cabelo. No entanto, em certo ponto, Haldir e a Sociedade encontram outro Elfo de Lothlórien, cujo cabelo “reluzia como ouro ao sol matinal”. Portanto, é no mínimo provável que cabelos loiros fossem dados a Haldir no filme SDA.

    O Nome de Haldir

    Haldir é um nome na língua Élfica Sindarin. Sindarin era a língua Élfica mais amplamente falada.

    O nome “Haldir” significa “O Alto”. Em Sindarin, hal - significa “alto”. O sufixo “dir” significa “aquele que faz ou é”. Por exemplo, Lindir = cantor. Mithrandir – mith (cinza) randir (viajante, aquele que viaja). Portanto, o significado do nome “Haldir”. (Fonte para lista de palavras em Sindarin:
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    .

    Ás vezes, Tolkien daria um nome Sindarin a uma personagem Élfica, e posteriormente ou anteriormente, daria também esse nome a uma personagem mortal. Ele fez isso com o nome Haldir, dando-o a um Homem mortal que apareceu em O Silmarillion e na estória “Narn i Hîn Húrin”, em Contos Inacabados.

    O que Haldir Fez (E Não Fez) em o Senhor dos Anéis de Tolkien

    Aqueles que são fãs de Haldir devido aos filmes do Senhor dos Anéis estão perdendo muita coisa se não lerem o livro SDA também. Haldir possui uma grande quantidade de diálogo e interação com a Sociedade, bem mais do que é mostrado no filme. Uma amostra disso é uma visão geral de seu papel em SDA, que segue abaixo. Todas as citações são do capítulo “Lothlórien” de SDA.

    Como um guardião de fronteiras, Haldir e seus irmãos encontram a Sociedade na extremidade de Lothlórien, além do Veio de Prata, antes do Naith. Ele se apresenta como se segue:
    “- Raramente usamos uma língua que não seja a nossa; moramos agora nas profundezas da floresta, e não nos relacionamos com outros povos voluntariamente...Mas ainda existem alguns de nós que saem daqui para coletar notícias, e para vigiar nossos inimigos, e eles falam a língua de outras terras. Haldir é meu nome. Meus irmãos, Rumil e Orophin, falam pouca coisa em sua língua”.

    Haldir fala com Legolas e Aragorn como os representantes da Sociedade, e é concordado que, apesar da situação ser incomum, eles podem ir para Lothlórien no dia seguinte, com a orientação de Haldir. “Os quatro hobbits devem subir aqui e ficar conosco – não temos medo deles! Há mais um talan na próxima árvore. Ali os outros devem se refugiar. Você, Legolas, deve responder por eles. Chame-nos se algo estiver errado! E fique de olho naquele anão!”. Orcs seguem a Sociedade em Lórien na calada da noite, e Haldir e seus irmãos o expulsam de onde a Sociedade descansa.

    Na manhã seguinte, Haldir diz ao grupo que eles devem ir ao encontro do Senhor e da Senhora de Lothlórien. Após a Sociedade cruzar uma ponte de corda bamba na direção do Naith de Lórien, há um debate sobre a presença de Gimli, devido à antiga inimizade entre os Elfos e os Anões. Haldir diz que Gimli deve andar vendado, presumivelmente para que ele não conheça as posições de Lothlórien. O debate é resolvido quando Aragorn diz que toda a Sociedade deve proceder vendada.

    Uma vez que isto é feito, Haldir conversa com os Hobbits conforme eles caminham, fornecendo a perspectiva dos Elfos de Lórien sobre o estado da Terra-Média. “Não acredito que o mundo à nossa volta possa ser o mesmo de antigamente...Sinto por Lothlórien, que tanto amo! A vida seria pobre numa terra onde não nascesse algum mallorn. Mas se existem pés de mallorn do outro lado do Grande Mar, ninguém nunca comentou”.

    Ao meio-dia do dia seguinte, chega uma mensagem de Galadriel dizendo que a Sociedade deve andar livre. Haldir liberta Gimli primeiro. “Haldir retirou primeiro a venda dos olhos de Gimli. - Minhas desculpas! – disse ele com uma reverência. – Olhe-nos agora com olhos de amigo! Olhe e se alegre, pois é o primeiro anão que pode enxergar as árvores do Naith de Lórien, desde os dias de Durin!”. Eles estão na colina de Cerin Amroth no coração de Lothlórien e eles passam algum tempo apreciando sua beleza. Haldir encoraja Frodo e Sam a escalar a colina de Cerin Amroth e subir um flet, uma plataforma dentro de uma árvore. Diálogo adicional toma parte.

    Eles então procedem para a recepção de Celeborn e Galadriel na cidade de Caras Galadhon. Haldir fica calado durante esta recepção. Ao ser mencionado por Celeborn, Legolas fala por Haldir. “- Nós não conversamos com Haldir sobre nossos feitos e propósitos – disse Legolas”. Posteriormente, Haldir se despede da Sociedade e retorna às fronteiras do Norte.

    Haldir retorna no próximo capítulo, “Adeus a Lórien”, para ajudar a escoltar a Sociedade a sair de Lothlórien. Esta é sua última aparição nos livros do Senhor dos Anéis.

    É importante observar que nos livros de Tolkien, Haldir não aparece em As Duas Torres, nem seu destino em longo prazo é mencionado de alguma forma. Tolkien completou os destinos de muitas personagens após a Guerra do Anel, mas não para Haldir.

    Qual teria sido o destino de Haldir nos livros do Senhor dos Anéis? É mencionado em O Retorno do Rei (Apêndice A, Conto dos Anos) que Celeborn trouxe forças para o Sul da Floresta das Trevas para lutar contra os soldados de Sauron. Haldir deve ter partido com essas tropas para lutar nesta batalha. Se ele sobreviveu à guerra, é bem provável que, dado os seus comentários saudosos anteriores sobre o Mar, ele tenha deixado Lothlórien e partido para as Terras Imortais.

    Sobre Lothlórien

    Os fãs de Haldir são freqüentemente curiosos sobre Lothlórien, o reino que ele guarda. Tolkien escreveu algumas coisas interessantes sobre Lothlórien. Infelizmente, as informações não nos ajudam a determinar a idade de Haldir ou seu histórico Élfico.

    É através das descrições de Haldir que os leitores e a Sociedade aprendem sobre Lothlórien. Lothlórien era um pequeno reino florestal, governado conjuntamente por Celeborn e Galadriel. Tem sido um refúgio na Terra-Média para os Elfos desde que a Terceira Era da Terra-Média começou. Nos livros, Lothlórien era habitada por vários tipos diferentes de Elfos; Silvestres, Sindar e Noldor (A História de Galadriel e Celeborn, Contos Inacabados). Lothlórien era a mais sulista dos reinos Élficos. Era geograficamente isolada de outras áreas habitadas por Elfos. Havia uma comunicação entre Lothlórien e Valfenda. Arwen passou um tempo ali; Aragorn visitou; os filhos de Elrond, Elladan e Elrohir, cavalgaram para lá com mensagens (Conto dos Anos e o Conto de Aragorn e Arwen, apêndices de O Retorno do Rei).

    Lothlórien era protegida pelo poder do Anel de Galadriel, Nenya. Os efeitos e a passagem do tempo eram diferentes. Após sua estada em Lothlórien, os Hobbits da Sociedade ficaram surpresos com o fato de que quase um mês havia passado. As artes dos Elfos estavam preservadas nesta terra, tais como a confecção de lembas, e coisas que pareciam mágicas, mas que seguiam a vontade de seus criadores e donos, como as capas e cordas Élficas. (Adeus a Lórien, SDA).

    Lothlórien era o único lugar na Terra-Média onde árvores mallorn ainda cresciam. Árvores mallorn foram trazidas de Númenor para a Terra-Média, e de Valinor para Númenor (Uma Descrição de Númenor, Contos Inacabados).

    A estória de fundo de Tolkien sobre a fundação de Lothlórien data da Segunda Era da Terra-Média, quando a área era habitada por Elfos dos bosques e era chamada de Lórinand. O livro Contos Inacabados de Tolkien possui mais das opções de narrativas variadas que ele explorou para esta época e local. Os livros de Tolkien também incluem mapas com esta área.

    Lothlórien, como muitos reinos e povos, era baseada em alguns ideais filosóficos. Uma versão abreviada do nome da área, Lórien, evoca um reino específico nas Terras Mortais. Tolkien disse que Galadriel “se empenhara em fazer de Lórien um refúgio e uma ilha de paz e beleza, um memorial dos dias antigos, mas agora estava plena de remorso e apreensão, sabendo que o sonho dourado corria em direção a um despertar cinzento. Pode-se observar que Barbárvore interpretou Loth-lórien como ‘Flor do Sonho’”.(A História de Galadriel e Celeborn, nota de rodapé 5, Contos Inacabados).

    Após a Guerra do Anel ter sido concluída, o Anel de Galadriel perdeu seu poder, e Lothlórien começou a se desvanecer. Quando Aragorn morreu, Lothlórien foi abandonada pelos Elfos, que mudaram para outros destinos (Conto dos Anos, RDR).

    Bibliografia

    A Sociedade do Anel (SDA),
    J.R.R. Tolkien, Ballantine Books, 1954.

    O Retorno do Rei (RDR), J.R.R. Tolkien, Ballantine Books, 1955.

    O Silmarillion, J.R.R. Tolkien editado por Christopher Tolkien, Ballantine Books, 1977.

    Contos Inacabados de Númenor e da Terra-Média, J.R.R. Tolkien, editado por Christopher Tolkien. Houghton Mifflin Co, 1980. Fonte para: "A História de Galadriel e Celeborn", "Uma Descrição da Ilha de Númenor", e "Narn i Hîn Húrin".
     
  2. muito bom o texto!
    parabéns!!!!!!!
     
  3. Arwen_Tinuviel

    Arwen_Tinuviel Usuário

    Mutio bom mesmo o artigo.
     
  4. Tamuríl Ar-Feinie

    Tamuríl Ar-Feinie Bozo Bozoca nariz de pipoca

    Parabéns pelo seu artigo.Eu sempre quiz saber um pouco mais de Haldir.... :clap:
     
  5. Eggon

    Eggon O Cinzento

    Minhas congratulações! Excelente análise!
     
  6. muito bom ^^
    Haldir é umd e meus personagens favoritos de Lotr
     

Compartilhar