1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Guerra do Anel -- liberdade religiosa

Tópico em 'J.R.R. Tolkien e suas Obras (Diga Amigo e Entre!)' iniciado por *Gandalf*, 13 Abr 2005.

  1. *Gandalf*

    *Gandalf* Usuário

    Achei o texto interessante, alguns podem já ter lido, mas é legalzinho pra postar aqui.

    Terá sido a Guerra do Anel uma luta por liberdade religiosa?


    À primeira vista os motivos para a Guerra do Anel e para a resistência dos Povos Livres ao Senhor do Escuro parecem bem claros: o desejo de preservar a liberdade política e a integridade física da tirania e violência do Senhor do Escuro. Contudo, Tolkien aponta como causa principal da resistência algo muito pouco evidente: a luta por liberdade religiosa.


    Num comentário escrito pelo Professor sobre uma resenha de O Retorno do Rei de 1956, ele explica da seguinte forma a causa do conflito na narrativa: "Em O Senhor dos Anéis, o conflito não é basicamente sobre a ´liberdade´, embora isso esteja naturalmente envolvido. É sobre Deus, e seu direito exclusivo à honra divina. Os Eldar e os numenoreanos acreditavam no Único, o Verdadeiro Deus, e consideravam a adoração de qualquer outra pessoa uma abominação. Sauron desejava ser um Deus-Rei, e era considerado assim por seus servos; se tivesse sido vitorioso, ele exigiria honra divina de todas as criaturas racionais e poder temporal absoluto sobre o mundo todo".



    Por incrível que pareça, sob esse ponto de vista a Guerra do Anel toma os contornos de uma verdadeira guerra santa, e a luta contra Sauron se transforma numa rebeldia contra a pior das escravidões - a espiritual.


    Tradução de Reinaldo J. Lopes

     
  2. Deriel

    Deriel Administrador

  3. Smaug

    Smaug Cacho

    ... eu vou me coçar [editar] então. :eek:
     
  4. Klung

    Klung Usuário

    eu acho que tb envolve a religião, pois li um artigo que fa la que Sauron era devoto do deus da guerra. Seria isso possivel
     
  5. Elrond Meio-Elfo

    Elrond Meio-Elfo Usuário

    Ele era devoto de Melkor, o Inimigo do Mundo. Um tipo de Deus do Caos.
     
  6. Denethor II

    Denethor II Pontífice Inquisidor de Gondor

    Valew gandalf! ainda não tinha lido esse texto. Mas acho que esse é justamente o unico ponto que diferencia Sauron dos "Oestinos", na realidade. Então aquela musica do "Blind Guardian" ("Another Holy War") tambem serve para o senhor dos anéis! Olha que incrivel rsrs
     
  7. Flamner

    Flamner Usuário

    Eu acho que tem a ver sim.Como toda a obra dos sda, Tolkien faz uma relação com o nosso mundo , como valores, lições,etc...
    Ele era católico fervoroso( eu li isso num jornal), então, ele devia ter feito mesmo essa relação.Valeu? :)
     

Compartilhar