• Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Neithan

Ele não sabe brincar. Ele é joselito
O engraçado é que o Villa era atacado pela esquerda há menos de 4 anos.

Agora é alvo da direita.

Assim como Reinaldo Azevedo, toda a Globo News, e qualquer jornalista que não seja da Record. Até a Sheharazade virou alvo de direitista após anos sendo xingada pela esquerda.

Isso mostra que os "políticos de estimação" mudaram de lado? Pessoal gasta mais tempo atacando a imprensa do que questionando seus posicionamentos.
 

Haran Alkarin

Usuário
Villa ser malhado não é surpresa, sempre foi contrário ao Bolsonaro mesmo antes das eleições.

Agora, o nível da dissensão está muito mais profundo... Um exemplo é o Felipe Moura Brasil, que é um jornalista que sempre foi tido no meio olavete como um dos alunos mais proeminentes e próximos ao Olavo, tendo organizado "O mínimo...", livro que re-alavancou Olavo como um escritor de best-seller. Por ter feito recentemente uma matéria em que desnuda a militância olavo-bolsonarista na internet - militância paga que foi capaz até de derrubar militares de cargos do governo apenas para ocupar espaço e obter recursos [1] - tem sido malhado pra caramba pelo próprio Olavo, que chamou-o de "puxa-saco" e outro termo que de tão chulo nem escrevo aqui...

Outro que tá apanhando é o Nando Moura, que deve ser o vlogueiro mais popular da direita, olavete até os dentes, também está sendo chamado de isentão por, entre outras críticas, criticar Aras na PGR. Pior: o próprio Bolsonaro, em live, implicou que Nando faz "pré-julgamento covarde tentando ganhar espaço na mídia".(!) O Olavo também deu uma criticada, leve para seus padrões, mas pelo jeito ninguém vai voltar atrás e o rompimento só tende a se acentuar...

Sem falar de atritos com Luciano Bívar, Major Olímpio e outros membros do PSL... Quer dizer, além de brigar com militares, liberais, lavajatistas (Deltan, outro que foi malhado!), evangélicos.... o próprio núcleo duro do governo, bolsonarista propriamente dito, está brigando entre si e esfacelando-se... Só estão sobrando puxa-sacos mesmo, gente que só é conhecida por apoiar Bolsonaro...
 
Última edição:

Elring

Depending on what you said, I might kick your ass!
Nenhuma surpresa. Todo mundo sabia que a maioria que elegeu Bolsonaro votou para romper com mais de vinte anos de governos de esquerda, capitaneados pelo Lula. Poucos daqueles que pegaram carona durante a implosão petista e se elegeram com o intuito de realmente dar uma guinada para a direita. Mas quantos destes realmente viveram ou moraram em países liberais para implementar ou apresentar projetos que deram certos nos países desenvolvidos? Olavo de Carvalho não é parâmetro para o pensamento liberal, ele opina. E por mais que tenha lido muitos autores liberais e viva em um país de democracia sólida, não vai encontrar politicos com o mesmo grau de conhecimento ou com o mesmo período de vivência fora do país dentro do Congresso... talvez só o descendente de Dom Pedro ll tenha essa bagagem cultural. O resto foi a reboque para garantir seu butim em Brasília e se descolar o mais rápido possível do governo Bolsonaro.
E eu já tinha cantado a pedra que se o governo demorasse demais na articulação com o congresso renovado, seria questão de tempo até que os novos eleitos começassem a experimentar as regalias de Brasília para fraquejar ou serem seduzidos pelo fisiologismo do centrão e outros partido satélites que foram o sustentáculo do PT por anos.
 

Haran Alkarin

Usuário
Eu acho que o que tá ferrando mais o governo nem é tanto "falta de liberalismo", mas "olavismo" mesmo, e isso foi uma surpresa. Ninguém em 2018 esperava que Olavo de Carvalho seria uma influência relevante no governo, a ponto de indicar dois ministros e retirar do governo o general (!) Santos Cruz. Seria quase tão absurdo quanto falar que o que ferraria o governo petista seria Leonardo Sakamoto ou Marilena Chauí, ele até então era só um excêntrico que vivia na Virgínia, não tão diferente de Reinaldo Azevedo ou de um youtuber qualquer. Se o governo fosse constituído apenas dos liberais sob Guedes, militares, lavajatistas e o pessoal da bancada BBB, com um pouco competente Bolsonaro se aproximando ora a um grupo, ora a outro, a coisa poderia estar muito melhor, ainda que ficasse menos liberal em vários momentos. O problema é que os filhos do Bolsonaro formaram um grupo ideológico em torno do governo que tá minando todos os outros e é origem de boa parte das burradas. E o segundo problema é a corrupção, poucos esperavam que Bolsonaro já em 2019 estaria envolvido em escândalos desse tipo e fazendo manobras e concessões para se proteger - só olhar o histórico do fórum, o mote era muito mais "o que adianta ser honesto se é fascista e incompetente?". É algo que seria natural esperar bem mais para frente, em um segundo mandato... E também nesse problema são os filhos que causam os maiores transtornos...
 
Última edição:

Neithan

Ele não sabe brincar. Ele é joselito
Eu acho que o que tá ferrando mais o governo nem é tanto "falta de liberalismo", mas "olavismo" mesmo, e isso foi uma surpresa. Ninguém em 2018 esperava que Olavo de Carvalho seria uma influência relevante no governo, a ponto de indicar dois ministros e derrubar Santo Cruz. Seria quase tão absurdo quanto falar que o que ferraria o governo petista seria Leonardo Sakamoto ou Marilena Chauí, ele até então era só um excêntrico que vivia na Virgínia, não tão diferente de Reinaldo Azevedo ou de um youtuber qualquer. Se o governo fosse constituído apenas dos liberais sob Guedes, militares, lavajatistas e o pessoal da bancada BBB, com um pouco competente Bolsonaro se aproximando ora a um grupo, ora a outro, a coisa poderia estar muito melhor, ainda que ficasse menos liberal em vários momentos. O problema é que os filhos do Bolsonaro formaram um grupo "ideológico" em torno do governo que tá minando todos os outros e é origem de boa parte das burradas.
Concordo, em 2018 não via sinais tão claros desse olavismo todo. Bolsonaro na campanha tava sinalizando mais pra BBB que pra olavistas, mas pelo jeito foi só pra ganhar voto, o astrólogo tem bastante influência, principalmente pra cima dos filhos do presidente, que agem não como filhos de presidentes, mas como principezinhos mimados. A família parece não entender como funciona o poder executivo muito bem.


E o segundo problema é a corrupção, poucos esperavam que Bolsonaro já em 2018 estaria envolvido em escândalos desse tipo e fazendo manobras e concessões para se proteger - só olhar o histórico do fórum, o mote era muito mais "o que adianta ser honesto se é fascista e incompetente"?. É algo que seria natural esperar bem mais para frente, em um segundo mandato... E também nesse problema são os filhos que causam transtornos...
Então, realmente boa parte da oposição a ele focava mais nos exageros chatos pra kct (aquele discurso apocalíptico de FASCISTA, HOMOFOBICO, TRANSFOBICO, RACISTA, TAXISTA, ETCISTA). Mas vi também muita gente alertando sobre o enriquecimento de 432% do filhinho, do fato dele ter rodado em um monte de partido com fama de corrupto (PP por exemplo) e etc. Ele se dizia nova política mas sempre esteve cercado de deputados com má fama, elogiava Cunha e etc.

Mas sim, as bombas estão estourando cedo, e o comportamento dele de querer sair do PSL por isso não é muito inteligente. Vamos supor que ele vá para o partido do Edir Macedo e o PSL, com raiva, comece a votar contra na câmara. Ele perde o segundo maior partido do congresso, sendo que já tem a oposição do maior que é o PT. A situação dele a partir disso fica bem delicada, dependendo de um centrão sempre sanguessuga. O que pode acontecer disso tudo é o Maia ganhar ainda mais força, e ele se isolar ainda mais. Presidente sair do próprio partido durante um mandato, ainda mais no primeiro ano, é bem complicado pra uma governabilidade pacífica.

Particularmente torço pro governo continuar com essa total incapacidade até 2022. :rofl:
 

Pim

God, I love how sexy I am!
Particularmente torço pro governo continuar com essa total incapacidade até 2022. :rofl:
Que bom, isso pode afetar a economia estatal e, com isso, o amado HC que cuida das suas filhas, que ja nao ta tao bem das pernas como antes. Melhor rever esse pensamento ai, parca.
 

Neithan

Ele não sabe brincar. Ele é joselito
Que bom, isso pode afetar a economia estatal e, com isso, o amado HC que cuida das suas filhas, que ja nao ta tao bem das pernas como antes. Melhor rever esse pensamento ai, parca.
O governo ser bem sucedido implica em medidas liberais que afetam diretamente o SUS, como defende a bancada dos planos de saúde e como quer o Guedes, um SUS cada vez mais sucateado. Inclusive Guedes falou sobre a PEC que desobriga Governo, Estados e Municípios a destinarem percentuais fixos para saúde (e educação). Que fim você acha que isso teria? Um SUS melhor? Acha que sem um teto obrigatório, os nossos governantes vão dar MAIS do que já dão pra saúde pública?

Quanto menos propostas do governo forem aprovadas, melhor pro Brasil. E justamente por estar no mesmo avião, torço para que o voo fique no piloto automático, do que na mão de um piloto completamente incompetente e que vê inimigos em todos os lados da janelinha da cabine, né?

Já era muito óbvio desde antes da campanha que um governo Bolsonaro seria uma piada. Esse ano temos apenas a confirmação. Pelo menos já temos boa parte da população percebendo que ele é o que prometia ser: um imbecil. Sua rede de apoiadores que incluía MBL, Nando Moura, Doria e boa parte do congresso atual está diminuindo mais rápido do que se esperava. O apoio popular que era de 60% da população, hoje não passa de 30%, com seu capital político se deteriorante mais rapidamente até que Collor e Dilma, os dois piores presidentes (até o momento) da nossa democracia pós-64. E agora o próprio partido está implodindo, com grandes chances do Bolsonaro sair do PSL e ir para algum partido do centrão, como o do Edir Macedo. A tendência é termos um governo em 2020/2021 comandando pelo Maia, como foi Cunha-Dilma em 2015. Bolsonaro cada mês mostra ser mais inapto a governar o Brasil. O que acho muito bom, como disse acima: Prefiro o país no piloto automático por quatro anos do que um governo com Bolsonaro cheio de poder por quatro anos.
 

Eriadan

Usuário
Usuário Premium
Eu acho esse papo da torcida pró/contra um governo bem curioso: por um lado é engraçado - tem um pessoal que parece levar a sério, como se a energia positiva ou negativa fosse realmente fazer alguma diferença no universo para, sei lá, deixar o menino Bozo menos ou mais débil mental -, por outro, é cheio de uma hipocrisia sofrível - até parece que os bolsonaristas que criticam os secadores estavam acendendo vela para o governo Dilma (vale o inverso, vi petista postando essa do "estamos no mesmo avião... :blabla:" em 2014) - , já por outro (É UM TRIÂNGULO, OK?), até que dá pra gerar uma discussão interessante: se o governo tem um tanto de coisa que eu detesto mas na economia, por exemplo, inevitavelmente sofrerei as consequências positivas de uma melhora ou negativas de uma piora, é melhor que ele pelo menos se dê bem nessa área, ou melhor suportar um governo completamente ruinoso pelo tempo de um mandato, porque desta forma há mais chances de o projeto que eu apoio, com mais coisas a que eu sou favorável, assumir na eleição seguinte?
 
Última edição:

Mercúcio

Usuário
O engraçado é que o Villa era atacado pela esquerda há menos de 4 anos.

Agora é alvo da direita.

Assim como Reinaldo Azevedo, toda a Globo News, e qualquer jornalista que não seja da Record. Até a Sheharazade virou alvo de direitista após anos sendo xingada pela esquerda.

Isso mostra que os "políticos de estimação" mudaram de lado? Pessoal gasta mais tempo atacando a imprensa do que questionando seus posicionamentos.
Parte desses jornalistas alimentou e muito essa extrema direita. Sheherazade, entre eles.
Depois de aberta a caixa de Pandora, levaram um susto com a truculência, com a irracionalidade dessa gente, sem mencionar o desprezo por garantias individuais e o desapreço pelo Estado de Direito. Receberam ameaças, como foi o caso do Villa; tomaram cala-boca's editoriais, foram demitidos ou ameaçados de sê-lo.

O Reinaldo Azevedo é um caso diferente. Como ele passou a bater na Lava Jato ainda durante o governo Dilma, a esquerda hegemônica do petismo já então amaciou a sua disposição em relação a ele, ao passo que o direitismo mais estúpido passou a tachá-lo de "petralha" (provavelmente sem saber que foi ele que cunhou o termo), comunista, etcéteras a perder de vista.

No mais, não é só com jornalistas. O neomacartismo piradão está por aí e todo mundo que disser algo de que a trupe bolsonarista desgoste vira comunista. Alexandre Frota, João Doria, Lobão, entre outros, já entraram pro comitê vermelho. E com tantos comunistas no país, devemos estar a um passo da revolução proletária.
 

Lissa

Chocolatier Honoris Causa
No mais, não é só com jornalistas. O neomacartismo piradão está por aí e todo mundo que disser algo de que a trupe bolsonarista desgoste vira comunista. Alexandre Frota, João Doria, Lobão, entre outros, já entraram pro comitê vermelho. E com tantos comunistas no país, devemos estar a um passo da revolução proletária.
Eu questionei isso esses dias pra minha mãe (que é bolsominion das que sofreu lavagem cerebral). Antes da eleição, ela afirmava categoricamente que havia um complô de comunistas no Brasil, já em estado avançado de consolidação, e que eles estavam movimentando tropas venezuelanas pelo Pantanal para invadir o Brasil e instaurar de vez o comunismo, por isso o Bolsonaro precisava ser eleito pra "dar cabo desses comunistas safados". Sim, ela viu isso no youtube, com VÍDEOS e DEPOIMENTOS de soldados das tropas REVELANDO todos os planos de invadir o Brasil.
Segundo ela, se o Haddad vencesse, ele ia abrir as fronteiras (??) pra essas tropas e para refugiados e usar um dos projetos do plano de governo pra pegar as casas das pessoas e encher de famílias venezuelanas. Ela enxergava comunismo até no tomate, porque é vermelho. Quase deixou de trocar de carro porque do modelo que ela queria só tinha vermelho, chegou a se lamentar na frente do vendedor quando foi pegar o carro.

Recentemente eu perguntei: e aquelas tropas lá que iam invadir o Brasil? Estão até agora no Pantanal? Caraca, os jacarés devem estar obesos de tanto soldado. E a Revolução Comunista que ia acontecer se o Bolsonaro ganhasse? Não tinha terrorista pronto pra quebrar tudo e instaurar o comunismo? Caíram da borda da Terra Plana? (Essa aí eu fiz pra completar a provocação, porque ainda sobrou neurônio são nela, Terra plana até ela ri). - A resposta que obtive é que se os comunistas tentarem algo contra o Bolsonaro, os militares quebram tudo e vira ditadura de novo. O Bolsonaro se vale de pessoas como ela: 4 graduações, pós, diplomas e etc, mas velha e saudosista de um tempo que ela só achava bom porque era filha de militar. O estereótipo do cidadão de bem: baby boomers que se recusam a ver que a terra plana precisa avançar, bom mesmo era quando tudo era mato e o ser humano precisava de um porrete pra comer.
 

Eriadan

Usuário
Usuário Premium
Eu questionei isso esses dias pra minha mãe (que é bolsominion das que sofreu lavagem cerebral). Antes da eleição, ela afirmava categoricamente que havia um complô de comunistas no Brasil, já em estado avançado de consolidação, e que eles estavam movimentando tropas venezuelanas pelo Pantanal para invadir o Brasil e instaurar de vez o comunismo, por isso o Bolsonaro precisava ser eleito pra "dar cabo desses comunistas safados". Sim, ela viu isso no youtube, com VÍDEOS e DEPOIMENTOS de soldados das tropas REVELANDO todos os planos de invadir o Brasil.
Segundo ela, se o Haddad vencesse, ele ia abrir as fronteiras (??) pra essas tropas e para refugiados e usar um dos projetos do plano de governo pra pegar as casas das pessoas e encher de famílias venezuelanas. Ela enxergava comunismo até no tomate, porque é vermelho. Quase deixou de trocar de carro porque do modelo que ela queria só tinha vermelho, chegou a se lamentar na frente do vendedor quando foi pegar o carro.
Não tem como não lembrar:

 

Béla van Tesma

Blood-sucker
Vocês também têm a impressão de que o governo Bolsonaro degringolou de vez? Bolsolavetes dirão que é complô da mídia e tal, mas lendo as manchetes tem-se a nítida impressão de que a coisa está indo de mal a pior a passos largos. Essas brigas intestinas do PSL, o troca-troca de nomes nos ministérios e agências, as denúncias envolvendo os filhos do presidente e as tentativas deste de estancar a sangria etc. etc. etc. É tanta coisa errada que a gente esquece de listar tudo. Tudo parece estar prestes a explodir (ou implodir, como disse lá o carinha). De medida objetivamente positiva não sei nenhuma que tenha relevância. Alguém aí?
 
Última edição:

Valinor 2020

Total arrecadado
R$1.225,00
Meta
R$4.800,00
Termina em:
Topo