1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Governo do México cria manual para evitar termos machistas

Tópico em 'Atualidades e Generalidades' iniciado por Morfindel Werwulf Rúnarmo, 24 Mar 2011.

  1. Morfindel Werwulf Rúnarmo

    Morfindel Werwulf Rúnarmo Geofísico entende de terremoto

    O Ministério do Interior do México publicou na quarta-feira um manual que visa combater o uso de linguagem machista.

    O manual aconselha funcionários do governo mexicano a evitar comentários que reforcem estereótipos sexistas.

    O guia, intitulado Manual para o Uso Não-Sexista da Linguagem, pede que não se use frases, termos e ditados populares como "a galinha protege os seus pintinhos", "se quer trabalhar, por que teve filhos?" ou "caladinha ficas mais bonitinha".

    Outros conselhos contidos no documento são também de que não se deve referir a uma mulher pelo nome do marido, como, por exemplo, "a mulher de Pedro", ou a uma idosa como "velha" e também sugere que se evite frases como "ele deu a mão de sua filha", sob o argumento de que não se possui as pessoas.

    VIOLÊNCIA


    O livreto foi elaborado pelo órgão responsável pela redução da violência contra as mulheres no México.

    O documento será distribuído entre funcionários de todos os níveis do governo.

    Durante a celebração do Dia Internacional da Mulher, no início deste mês, o governo do México reconheceu que insultos e assédios dirigidos contra mulheres permanecem sendo um problema no país.

    As recomendações contidas no documento se dão em meio a um aumento registrado nos homicídios contra as mulheres no país.
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

     

Compartilhar