1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Governo define que classe média tem renda entre R$ 291 e R$ 1.019

Tópico em 'Atualidades e Generalidades' iniciado por fcm, 19 Fev 2015.

  1. fcm

    fcm Visitante

    O governo brasileiro já tem uma nova definição para a classe média brasileira. Considerando a renda familiar como critério básico, uma comissão de especialistas formada pela Secretaria de Assuntos Estratégicos (SAE) da Presidência da República definiu que a nova classe média é integrada pelos indivíduos que vivem em famílias com renda per capita (somando-se a renda familiar e dividindo-a pelo número de pessoas que compõem a família) entre R$ 291 e R$ 1.019.

    "Quem tiver renda per capita nesse intervalo será considerada classe média", disse Ricardo Paes de Barros, secretário de Ações Estratégicas da SAE, na noite desta terça-feira, em São Paulo. Segundo ele, a definição de classe média foi finalizada após análises de propostas com mais de 30 alternativas, feitas em quatro reuniões da equipe técnica da secretaria e mais duas da equipe de avaliação.

    Dentro dessa definição, a comissão dividiu a classe média em três grupos: a baixa classe média, composta por pessoas com renda familiar per capita entre R$ 291 e R$ 441, a média classe média, com renda compreendida entre R$ 441 e R$ 641 e a alta classe média, com renda superior a R$ 641 e inferior a R$ 1.019.

    "Isso é um ativo para a sociedade brasileira. A classe média do País representa mais da metade da população. Tendo uma definição padrão, que seja aceita por todo mundo, isso vai facilitar muito toda a discussão sobre o que pensa, o que quer, o que espera, o que faz e qual o padrão de consumo dessa nova classe média", disse Barros.

    Segundo a comissão, para chegar a essa definição a secretaria levou em consideração o padrão de despesa das famílias e os gastos com bens essenciais e supérfluos. Também foi usado como critério o grau de vulnerabilidade, ou seja, da probabilidade de retorno à condição de pobreza.

    Após a definição, a comissão estuda agora aplicar políticas públicas voltadas para essa classe média. A ideia é fazer com que se diminua a rotatividade de emprego entre os trabalhadores formais, aumentando a capacitação profissional. "Queremos estimular relações de trabalho de mais longa duração", explicou.

    Segundo Barros, além da qualificação dos trabalhadores, o governo também estuda promover políticas públicas que estimulem, por exemplo, a poupança. "Já estamos trabalhando em políticas de qualificação continuada para trabalhadores ocupados, expansão das possibilidades de microsseguros, educação financeira e outras políticas voltadas para os diferentes segmentos da classe média", disse.

    De acordo com o ministro da SAE, Moreira Franco, a próxima etapa do trabalho da comissão será a de criar ferramentas que possam interagir e estimular o debate e a reflexão sobre essa definição. Uma das primeiras ferramentas será a criação de uma pesquisa chamada Vozes da Classe Média, que pretende fazer um levantamento sobre as aspirações e o comportamento das pessoas que fazem parte desse grupo social.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    TEM BASE ISSAÍ?
     
    • LOL LOL x 1
  2. Thor

    Thor ἀλήθεια

    Milhões de famílias acabam de deixar a pobreza só com essa medida jenial do governo.
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  3. Grimnir

    Grimnir Usuário

    A notícia é meio velha, mas tudo bem. De qualquer forma eu acho que preciso ler mais a respeito, pq o Ricardo Paes é um economista com um puta renome. Sair criticando é fácil.
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  4. Seiko-chan

    Seiko-chan Retardada

    Então tá, né... :gotinha:
     
    • LOL LOL x 1
  5. fcm

    fcm Visitante

    caramba, alguém colocou no Facebug e nem me atentei que a notícia era de maio de 2012. :oops:

    Em todo o caso é mais fácil fazer essa alteração do que realmente elevar a riqueza da população.
     
  6. Seiko-chan

    Seiko-chan Retardada

    Pois então, a notícia é antiga, e tal. O que mudou de 2012 pra cá então? Ainda sigo ouvindo que o governo elevou não sei quantos milhões à classe média, e yadda yadda yadda...

    Por gentileza, gostaria de saber. E não, não estou sendo irônica, eu realmente admito minha ignorância no assunto.
     
  7. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    Uma noticia velha mas que infelizmente continua bem atual
     
  8. Calib

    Calib Visitante

    Sou rico e nem sabia? :think:
     
  9. LuizWsp

    LuizWsp A torch in the dark In Memoriam

    Finalmente realizei o sonho de ser da classe alta :cool: :cool: :cool: :cool: :cool:
     
  10. fcm

    fcm Visitante

    ostentação.
     
    • LOL LOL x 1
  11. Lindoriel

    Lindoriel Saurita Catita

    Então eu sou rycah...

    Fala sério, ganhando esses valores não se paga nem um aluguel/financiamento de um local decente... em SP eu morei em bairro legal mas em pensões onde o pessoal não tinha muito dindin e a maioria ganhava mais de 1000 reais - não saía porque não tinha condição de arcar com aluguel.

    O problema da moradia no Brasil é muito sério, e somente ao ir morar só eu me apercebi disso com mais clareza.
     
  12. Grimnir

    Grimnir Usuário

    Eu estou entendendo que essa faixa de renda é uma média nacional. É meio difícil olhar para esses dados e comparar o custo de aluguel em SP ou RJ com o mesmo custo em Fortaleza ou Curitiba.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
  13. Elring

    Elring Depending on what you said, I might kick your ass!

    Nossa... quantos produtos e serviços subiram nesses três anos. Só economista deve achar engraçado separar a classe média em faixas salariais ridículas e degradantes que se pagam neste país. Que diferença faz isso pra quem levanta quatro da manhã pra pelegar oito horas dentro da empresa e ver que o salário não dá pra todo o mês?
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  14. Tek

    Tek Girls tend not to like me

    Então o termo "classe média" tá muito mal utilizado. Ou então ganhar mais de 1000 reais de salário (per capita) é um grande privilégio? Eu me recuso a aceitar que sou de classe alta tendo as minhas condições: dividindo aluguel, não tendo carro, sofrendo com a tarifa abusiva do ônibus...

    E as definições A, B, C, D e E, são mais precisas?
     
  15. LuizWsp

    LuizWsp A torch in the dark In Memoriam

    Esse classe "média" é realmente uma média, ou é só uma palavra que não tem nenhum compromisso com o termo estatístico?
     
  16. Grimnir

    Grimnir Usuário

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    --- Mensagem Dupla Unificada, 19 Fev 2015, Data da Mensagem Original: 19 Fev 2015 ---
    Volto ao meu ponto original: Esse valor é uma média nacional. Será que ele teria as mesmas dificuldade em Tucano, no interior da Bahia?
     
  17. Elring

    Elring Depending on what you said, I might kick your ass!

    Com 800 dilmas você teria dificuldades em qualquer canto do Brasil. A não ser que ele queira voltar para a roça e viver só de feijão e tenha a mesma perspectiva de futuro de seus pais e avós. Tá lá, na Constituição:

     
  18. Grimnir

    Grimnir Usuário

    Ufa ainda bem que tá na Constituição.
     
    • LOL LOL x 3
  19. Tek

    Tek Girls tend not to like me

    "IV - salário mínimo, fixado em lei, nacionalmente unificado, capaz de atender a suas necessidades vitais básicas e às de sua família com moradia, alimentação, educação, saúde, lazer, vestuário, higiene, transporte e previdência social, com reajustes periódicos que lhe preservem o poder aquisitivo, sendo vedada sua vinculação para qualquer fim;"

    lol
     
    • LOL LOL x 2
  20. Galford Strife

    Galford Strife Jedi Master

    sou rico e não sabia... sério, me recuso a estar nessa classificação com as dificuldades que tenho, podem falar que é média nacional e o caramba, mas todos sabem que isso foi feito pra que as estatísticas fiquem mais bonitinhas e possam falar que não existe pobreza/miséria em nosso país e que muita gente é de classe média.
     

Compartilhar