1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Notícias Garoto potiguar de 9 anos tem contrato com multa de R$2,5 milhões

Tópico em 'Esportes' iniciado por Olórin of Lórien, 10 Jan 2013.

  1. Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)



    -------------------------------------------------------------

    Só eu que acho a situação forçada e nojenta, cem vezes mais forçada que a do Neymar?

    Fora que a própria notícia tem cara de encomendada.
     
  2. Neithan

    Neithan Ele não sabe brincar. Ele é Mito

    Bem forçadinho. Mas sei lá, fizeram reportagens falando parecido do Neymar quando ele tinha uns 10 anos, quando o Robinho ainda jogava na Vila antes de ir pro Real, e deu no que deu.

    E não duvido de ouvirmos falar dele daqui 7 anos no Santos.
     
  3. Paraíba Hi-Tech

    Paraíba Hi-Tech Cabra Arretado

    Não acho que seja forçado, Celso.
    Na verdade, é um trabalho de olheiro cada vez mais precoce.
    E nesses tempos de altos investimentos no futebol, as apostas ficam cada vez mais altas.

    Encomendado pode até ser.
    Afinal, o garoto já tem contrato e tem empresário querendo lucrar com ele.
    Nada melhor do que mídia pra valorizar o passe do guri.

    Apesar de entender que esse tipo de coisa é parte do mercado da bola, eu sempre me pergunto o seguinte:
    E se, amanhã ou depois, o garoto não quiser mais jogar bola?
    E se ele decidir que quer ser outra coisa quando crescer?
    Esses empresários perdem o investimento?
     
  4. Acho forçado porque, ao meu ver, o garoto foi "fabricado", sabe? Tipo, já fizeram a cabeça dele desde pequeno, assim como dos pais.
    Pra mim, não é um negócio natural. E creio que, mesmo que o garoto não queira mais jogar bola (o que duvido, pelo que vi), ele não possa, já que devem ter multas contratuais que certamente os pais não querem nem pensar em conhecer.
     
  5. [F*U*S*A*|KåMµ§]

    [F*U*S*A*|KåMµ§] Who will define me?

    Eu só acho uma pena a carreira do garoto já estar atrelada a um empresário sanguessuga.
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  6. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    Acho extremamente prematuro fazer isso nessa idade.

    Tão querendo tratar futebol igual cinema ou música e mesmo nessas áreas você pode ter grandes decepções.
     
  7. Um empresário não, vários, é um grupo de investidores. E foi exatamente esse ponto que você apontou um dos meus maiores choques nesse caso.
     
  8. Paraíba Hi-Tech

    Paraíba Hi-Tech Cabra Arretado

    Nesse ponto, eu concordo contigo.

    É certo que o pai (ou mais alguém junto com ele) colocou na cabeça desse moleque que ele vai ser jogador. Através do filho, ele enxerga a chance de alcançar uma segurança financeira que ele próprio nunca conseguiria dar à sua família. E a pobre criança não se dá conta, pois desde pequeno, ele via aquela atividade como lúdica e divertida. É assim que as crianças mais novas veem quase todas as suas atividades. Uma vez internalizada a prática, dificilmente a criança mudará de atitude.

    O que eu queria enfatizar com as perguntas é que essa atitude do pai/empresário é antiética e ilegal.
    Não consigo ver amparo legal que sustente um empresário e um pai (ambos sem escrúpulos) atrelarem um contrato de trabalho a um garoto de 9 anos, sendo que a legislação trabalhista brasileira proíbe qualquer tipo de trabalho, remunerado ou não, a menores de 12 anos? E mesmo após os 12 anos, esse contrato só pode ser firmado na condição de aprendiz e por um prazo máximo de 2 anos.

    Aparentemente, o garoto está feliz com sua perspectiva de carreira. Mas se os planos do pai/empresário não estivessem seguindo bem, essa criança poderia sofrer um abuso que poderia ser facilmente evitado. A mídia nos noticiou Neymar, Messi e agora Gabriel Victor ainda como prodígios. Mas imaginem quantos pequenos anônimos existem Brasil afora, que não alcaçarão o sucesso de um jogador profissional de alto nível, que estão passando por privação de suas infâncias!
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  9. Neithan

    Neithan Ele não sabe brincar. Ele é Mito

    A mídia noticia garotos com potencial. Alguns sabem evoluir e são bem assistidos por pais/empresários. Outros acabam indo por outros caminhos. Lulinha, Lenny, Keirrison, tudo novos "craques" que nunca deram em nada.

    Mas em 2004 o nome Neymar já era promessa de grande jogador. Gabriel Victor pode muito bem ser um novo craque daqui 8 anos.
     

Compartilhar