1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Fundação e Império (Isaac Asimov)

Tópico em 'Literatura Estrangeira' iniciado por Meia Palavra, 31 Jul 2011.

  1. Meia Palavra

    Meia Palavra Usuário

    Há pouco mais de um mês eu escrevi sobre a primeira parte da Trilogia da Fundação, de Asimov. Falei sobre o quanto eu havia me empolgado com um autor que, anteriormente, eu achava um tanto quanto kitsch. Já que o primeiro, Fundação, foi capaz de mudar minha opinião, resolvi ler a sequência.

    Em Fundação e Império, a Fundação já é uma potência galáctica bem estabelecida, e a psico-história de Seldon já se espalha pelo populacho na forma de lendas proféticas e um certo ‘destino manifesto’ – os cidadãos da Fundação a creem invencível, pois ela foi criada com o objetivo único de triunfar sobre todas as adversidades e levar o homem até sua glória máxima. Dessa vez, porém, os inimigos são mais astutos e poderosos do que aqueles enfrentados nos primeiros trezentos anos (o que corresponde ao primeiro livro).

    Na primeira parte o próprio Império, mesmo enfraquecido, decide recuperar os planetas que a Fundação influencia. Pela primeira vez a Fundação pega em armas e se atreve a guerrear – com a ajuda cambaleante de um novo planeta aliado, Siwenna, que vê na derrota do Império sua esperança de libertação. O desfecho do embate é previsível, mas o modo como isso acontece é um tanto quanto inesperado.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     

Compartilhar