1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Frederick Forsyth

Tópico em 'Autores Estrangeiros' iniciado por Paulo, 16 Abr 2003.

  1. Paulo

    Paulo Cabeça de Teia

    Li "O Quarto Protocolo" um dia desses e me surpreendi com a qualidade do livro. Muito bem narrado e com personagens extremamente bem construídos.

    Fui atrás de outros livros do Forsyth (esse nome não me era estranho) e achei "O Dia do Chacal" (que foi o livro com o qual ele estourou) e "A Alternativa do Diabo".

    No momento estou lendo "O Dia do Chacal" e não me decepcionei nem um pouco, o livro tem a mesma qualidade de "O Quarto Protocolo".

    Os temas abordados (ao menos nesses dois livros) são o cenário politico de uma Europa em plena Guerra Fria, no Quarto Protocolo temos um agente do MI5 procurando desesperadamente um agente russo infiltrado na Inglaterra com planos bem perigosos, e o Dia do Chacal conta a tentativa de um grupo anti-De Gaulle (presidente francês) para matar o presidente e assumir o controle do país, para tal fim eles contratam um assassino inglês de codinome Chacal.

    Uma pequena biografia do autor:

    "Frederick Forsyth nasceu na Inglaterra em Agosto de 1938 e é um dos mais bem sucedidos autores de best-sellers no mundo.

    Começou como piloto da aviação comercial, mais tarde se tornou correspondente da Agência Reuters em Paris e, logo depois, em Berlim Oriental.

    Retornou à Inglaterra para trabalhar como repórter na BBC, o que lhe proporcionou a oportunidade de conhecer a fundo os grandes dramas da política internacional.

    Essa experiência no jornalismo o ensinou a ser minucioso e preocupado com as verdades históricas.

    Em 1963, após nove anos de intensa carreira jornalística, Forsyth teve a idéia de escrever um livro onde poria à prova os métodos de investigação de sua atividade como repórter.

    Escolheu um tema romanesco e de certo modo misterioso: as tentativas da extrema direita francesa de assassinar o General Charles De Gaulle, presenciadas por Forsyth em 1962 em Paris.

    Nasceria assim o primeiro de sua longa lista de sucessos: "O Dia do Chacal"."


    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    E ae, alguém já leu alguma coisa dele? O que achou?
     
  2. Recomendo O Punho de Deus, com história narrada durante a 1° Guerra do Golfo e O Ícone narrado durante o fim da União Soviética, se eu não me engano são os dois últimos trabalhos do autor.
     
  3. Swanhild

    Swanhild Usuário

    O Dossiê Odessa também é muito bom. Sobre uma organização neo-nazista que pretende restabelecer o poder das SS e destruir Israel.
     
  4. doncorleone

    doncorleone Usuário

    Quem não leu pelo menos um livro de F.Forsyth, não sabe o que esta perdendo.
    Gosto muito o jeito como desenvvolve uma história cheia de detalhes, intrigas e muito suspense. Sem dizer que seus personagens são extremamente capacitados para a história.
    Meu primeiro livro do Forsyth foi "O Dia do Chacal", achei num sebo por 5 reais. Adorei este livro!!! Depois vieram "A História de Biafra", achei bem massante por ser bastante histórico, "Cães de Guerra" e "O Dossie Odessa".
    Sei que ele autor de outros bons livros como "O Negociador", "O Vingador", "O Punho de Deus" e outros.
    O que vocês acham dele? Se alguem leu algum livro dele, o que achou?

    Obs: eu procurei e nao achei nenhum topico sobre ele
     
  5. Anigel

    Anigel Eu atropelo duendes!

  6. Nienor £

    Nienor £ Unlike

    um dos meus escritores preferidos...
    gostei muito de O Dia do Chacal, mas O Dossie Odessa é o meu preferido, pq foi com ele q eu o conheci...
    leiam tb, Alternativa do Diabo, O Pastor, Cães de Guerra...

    o q acho mais importante no jeito q ele escreve, q ele dá um final tão brilhante q vc pode até imaginar se aquilo aconteceu de verdade
    perfeitoso :D
     
  7. #Melian#

    #Melian# Usuário

    Eu gostei muito de O Dia do Chacal... é meu preferido...
     

Compartilhar