1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

França 2005

Tópico em 'Atualidades e Generalidades' iniciado por Vovin, 7 Nov 2005.

  1. Vovin

    Vovin Steve Vai, The Mars Volta

    Será a revolução do Fallen chegando?
     
  2. Orion

    Orion Jonas

    É um sentimento de preconceito contido que agora explodiu e os protestos viraram guerra civil. perderam o foco. virou baderna.

    A população tá enchendo os meliantes de porrada porque a polícia não dá conta.
     
  3. Vovin

    Vovin Steve Vai, The Mars Volta

    Eu acho que isso só não acontece no Brasil (pelo menos no Rio), porque aqui os favelados tem o trafico de drogas pra canalizar a raiva, dar esperanças etc (vai ver isso explica porque até hoje o trafico esta nas favelas), como na França não tem isso os excluidos canalizam toda frustação cometendo atos de vandalismo.

    E que existia racismo na França e na Europa eu ja sabia, mas não imaginava que as coisas tinham chegado ao ponto de explodir dessa forma, isso são decadas de odio acumulado...
     
  4. Edrahil

    Edrahil Usuário

    Engraçado que a França costuma ter uns casos complicados, como esse.

    Terminei de ler o livro Tratado sobre a Intolerância, de Voltaire, que fala sobre um caso de perseguição religiosa (que não era coisa exclusiva na França, diga-se de passagem).

    Na França costuma se ter essa de "somos melhores que todos, f***-se o resto", e quem se sentiu ofendido por isso está brigando.

    Afinal, não é a França quem sempre defendeu a igualdade entre os povos? Eita povo fresco.
     
  5. Slicer

    Slicer Não estava vivo no Dilúvio, mas pisei na lama.

    Desde que bebam vinho espumante! Afinal, quem confiaria em alguém que não bebe até cair no chão? É coisa de elfo saltitante! :lol:

    Estão pagando pelos pecados do passado. E do presente, também.
     
  6. Primula

    Primula Moda, mediana, média...

    Repeteco da Revolução Francesa apenas.

    Revoluções armadas são apenas uma coisa: sacia-se a sede de sangue e ódio acumulado por um tempo, mas depois de derrubada uma elite "podre", as pessoas sentem-se inseguras e elegem "pessoas melhores" que zelem por elas.

    Não vejo grande mérito em fazer tal idiotice tanto quanto não vejo mérito na cegueira dos líderes franceses em não ver o caldo que formava-se desde a década de 50 (quando houve uma grande propaganda para que antigas colônias mandassem imigrantes para a França).

    Se vocês bem se recordam... os franceses foram o único pais da Europa que declarou-se terminantemente CONTRA a invasão de Bush. A tal ponto que os americanos ficaram fazendo PALHAÇADAS com as batatas fritas (de French Fries virou Freedom Fries :roll:)

    A cegueira de vocês também é surpreendente por achar bom que isso aconteça EXATAMENTE no único país que fez questão de deixar claro seu desgosto contra Bush. Se houvesse acontecido isto nos EUA, seria de fato bom para as pessoas pensarem em arrumar primeiro a própria casa antes de ficar tentando consertar (à força) a casa dos outros, mas acontecer na França...

    Devem entender que jovens como vocês (e os de lá) tem um problema enorme de abraçar causas e lutas de outros, sem nem entender direito pelo que lutam. Pensar se é efetiva a forma de lutar menos ainda. O que resulta normalmente em matar apenas os bodes expiatórios, gente inocente que só ousou falar "mas é que", enquanto os verdadeiros Jobs Trunhits (só quem assistiu Legend of Galactic Heroes me entederá) estão bem escondidos até passar a sede de sangue e poder assumir o posto.

    Sede de sangue não ajuda em absolutamente nada. É necessário serenidade e cabeça no lugar para se levantar e continuar a viver e julgar com procedência o melhor rumo. Senão só levanta para continuar uma briga que é inútil. Fosse assim, os japoneses, alemães e italianos que vieram morar aqui e foram hostilizados, ameaçados (com revólveres pela polícia, com bolas de barro das crianças, população falando que ia queimar japas sujos), etc., e coisa e tal pelo governo e povos "aliados" por conta da segunda guerra mundial, ainda hoje estariam mais ocupados em dar o troco do que tocar suas vidas (e normalmente ter sucesso, diga-se de passagem!).

    Em contrapartida, eu vejo muita gente brasileira que sem receber qualquer coisa mais hostil que só olhar torto de descendentes ( que tem todos os motivos históricos de ficar com pé pra trás) ficam todos já querendo tirar satisfação, querendo arrumar briga. Essas pessoas evoluíram, progrediram?
     
  7. Edrahil

    Edrahil Usuário

    Verdade. Tá todo mundo errado.

    Eu não penso assim.

    Como nós, você quer dizer. :mrgreen:

    O problema é que na França a xenofobia é um cadim exagerada. Mas que aqui existe, ah isso existe.
     
  8. Vovin

    Vovin Steve Vai, The Mars Volta

    O meu maior medo é que os fascistas usem esse tipo de caso como propaganda pra voltar ao poder na Europa, o Le Pen ja chegou até ao segundo turno das eleições francesas, deve estar radiante com esses tumultos...

    A Europa está a um passo do fascismo, no Brasil, a direita também ganha força, enquanto isso a esquerda esta feliz em perder de pouco, de volta aos anos 30, e dessa vez nem tem a URSS pra dar uma porrada nos fascistas...

    Mas as revoltas também são porque eles não tem qualquer perspectiva de vida, não tem educação, não tem como conseguir emprego, não tem qualquer chance de tocar suas vidas e conseguir sucesso.
     
  9. Bellcross

    Bellcross Ei, Ó o Auê aí ó !

    Acho exagero dizer que isso já é, ou que vai virar uma guerra civil...

    Não dou muito tempo pra isso acabar...

    E as coisas vão continuar como sempre foram. Franceses xenofóbicos e imigrantes pisoteados. ;)
     
  10. Metz

    Metz ...

    A resolução do problema é fazer a população aceitar esses imigrantes/descendentes, e isso eu não ví nenhum governo conseguir fazer até hoje (quando quer).

    Enfim, queimando carros e instalações que segundo os jornais se localizam em muitas regiões pobres eles não vão muito longe, se é que esperam chegar a algum lugar dessa forma.
     
    Última edição: 9 Nov 2005
  11. Lordpas

    Lordpas Le Pastie de la Bourgeoisie

    A questão é: de que outra forma chegar a algum lugar?
     
  12. Regente

    Regente Serenity Painted Death

    Chegasse a algum lugar com caos e violência generalizada? :tsc:
     
  13. Edrahil

    Edrahil Usuário

    Tu já está parecendo o Fallen. :lol:

    Ora, a França defende (ou defendia) a fraternidade, igualdade e liberdade. Esse tipo de exclusão (embora já impregnada nos franceses e ingleses, principalmente), não coadunam com os princípios defendidos pelo Estado francês.

    Ainda, já se passou o tempo de tal tipo de revolução, ainda mais em um país antigo como esse. Alías, a Comunidade Européia não pode deixar isso acontecer.
     

Compartilhar