1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

"Fortaleza Digital" (Dan Brown)

Tópico em 'Literatura Estrangeira' iniciado por Little Boozer, 25 Mai 2005.

  1. Little Boozer

    Little Boozer Usuário

    Eu não vi nenhum tópico sobre fortaleza digital, e então resolvi contar um pouco do livro para vocês se se interessarem ler.

    A NSA é uma empresa que contém muitos criptógrafos, em um ano eles decidiram construir um computador que decifra em todo e qualquer tipo de código,o nome do computador é TRANSLTR. A empresa resolveu fazer esse computadr porque os bandidos,terroristas etc... mandavam e-mails de planos de ataques, e para abrir esses e-mails era necessário decifrar um código. Eles tinham um fucionário que era muito bom e o nome dele é Ensei Tankado...que até então trabalhava na empresa, mas o Ensei não gostou do projeto e decidiu sair da empresa. Depois de 5 anos o TRANSLTR estara pronto.Ao longo dos anos, o TRANSLTR decifrava todos os códigos.Porém o ENSEI TANKADO que saiu da empresa,fez um código que se chama FORTALEZA DIGITAL que é indecifrável pelo o TRANSLTR e ele esta desposto à fazer m leilão para vender a fortaleza digital.

    se você gostou é recomendável que vc compre e leia.
     
  2. Jedi Solo

    Jedi Solo The Greatest Jedi

    Bem, eu ganhei da minha mãe, e achei muito bom, mas não tão bom quanto as aventuras do Langdon.

    Mas a história é boa, os personagens...
     
  3. Nienor £

    Nienor £ Unlike

    não gostei, não recomendo e não compraria se soubesse como era...

    acho q ele peca por falta de personagens, a trama é repetitiva, óbvia e sem graça, por ter coisas muito técnicas...
    acho q faltou a emoção típica de Dan Brown, e ele tinha material pra ter feito algo bem melhor
    e nem venha me dizer q ele foi o 1º dele pq isso não é desculpa :disgusti:
     
  4. Estranho

    Estranho Dancer

    Sei não, a história me pareceu que caiu num ponto comum das do Dan Brown, na questão da reviravolta, etc...

    Apesar de ter sido levado a acreditar em outra coisa no meio do livro, no comecinho eu pensei algo como: "vai ser ele, só porque é improvável", mas mesmo assim, é uma leitura bem divertida....
     
  5. Marilia**

    Marilia** Usuário

    Eu adorei o Fortaleza Digital, tanto qnts os outros, mas quando começei a ler já sabia quem ia ser o "vilão" e tudo mais da historia, ficou bem cliche os livros dele..mas mesmo assim eu adoro!
    É, não se compara com as "aventuras" do Langdon, mas é muito boa!!
     
  6. Olifante

    Olifante O Rei dos Bretões

    Esse livro vai ser recentemente deletado de minha memoria.

    A unica coisa que prestou foi uma ou outra referência técnica (mesmo assim tinha que filtrar muita coisa) de resto, lixo.
     
  7. DarkRider

    DarkRider Só uma torturazinha.

    O livro é horrível.

    Começa até que bem, na tradicional fórmula do Dan Brown, mas depois se afoga em repetições e naquela coisa de "Oh-No-Fim-Do-Capítulo-O-Herói-Se-Fode-Mas-No-Outro-Não-Era-Ele-Quem-Tinha-Se-Lascado-E-Ele-Está-Vivinho-Da-Silva" que é simplesmente irritante. Quer dizer, isso é a bomba atômica do guia de Como Tirar A Graça De Qualquer História.

    Certo, parecia que eu estava vendo um episódio de alguma daquelas séries em que protagonistas vão atrás de "Tal Artefato" no mundo mas falham no fim. Elevado a menos setenta e quatro, lógico. A protagonista é detestável (em termos de qualidade). (e burra) O namorado dela até que foi legal — foi o único personagem que prestou nesse livro IMHO —, mas nada muito impressionante. A busca dele, até, poderia se resumida desta maneira:
    • Ele corre atrás do anel.
    • Ele descobre que está com fulano.
    • Ele vai até fulano.
    • Fulano diz que sicrano levou.
    • Ele toca atrás de sicrano.
    • Fulano é morto.
    • Ele corre atrás de sicrano.
    • Ele enfrenta problemas para achar sicrano.
    • Ele chega até sicrano.
    • Sicrano diz que psjkjgofkdjg levou.
    • Ele corre atrás de psjkjgofkdjg.
    • Sicrano é morto.
    Repita umas cinco ou seis vezes, e termine com uma perseguição automobilística. Genial, eu sei.

    E veja, eu me considero particularmente lerdo. Um livro que consiga fazer um cara tipo eu descobrir todo o plot logo de cara é algo idiota, a menos que consiga desenvolver esse mesmo plot (e seus twists) de uma maneira satisfatória. Além do "Vilão-Que-Não-É-Vilão-Mas-O-Protagonista-Pensa-Que-É" já ter sido tão na cara, mas tão na cara, que não deu nem pra rir. E os vilões da vez não foram nem "Assustadores", "Insanos", "Complexos", ou "Planejadoresdumal", ou qualquer coisa que desse para dizer que se gosta deles. O cabeça de tudo foi um merda e suas motivações foram horríveis, e seu assassino foi só um thug comum da fábrica.

    Mas eu estou feliz, nem paguei por esse livro.
     
  8. Elfo_Surfista

    Elfo_Surfista Peidei...

    acho que fortaleza não é pior nem melhor que nenhum outro livo do dan brown... pra quem gosta do autor vale a pena, pra quem não gosta é mais do mesmo, a fórmula das tramas do dan brown são sempre as mesmas, eu não gosto nem desgosto, mas não deixa de ser uma leitura que me distrai dos 4 pra mim o mais interessante foi ponto de impacto e depois o código...
     
  9. Estranho

    Estranho Dancer

    De fato, eu acertei uma questão no vestibular pq perguntava sobre radiação da bomba atômica e eu lembrei do livro....
     
  10. Aldamar

    Aldamar Creating a shining future...

    Pô, o livro poderia ser legal, mas cai na mesma do Dan Brown. O vilão sempre será uma pessoa que você não desconfia e que foi apresentada nos primeiros capítulos.
     
  11. Feanari

    Feanari I say... fuck 'em all!

    Eu gostei....
    Se bem que a minha opinião não conta muito...
    Pois eu adoro criptologia e linguas...
    Além de amar de paixão Química...

    É claro que o livro cai na mesmice do Dan Brown! Foi ele quem escreveu!!!
    Não é tão bom quanto O Códico e Anjos e Demônios por simplesmente tratar de algo diferente...

    Eu enchergo os livros do Brown como uma "tese"..
    ele o tempo todo nos dá argumentos que no fim estão todos perfetamente fechados e nos fazer crer no que ele diz, especialmente se não temos muito conhecimento prévio...
    Esse livro, por ter sido um dos primeiros, não pode de maneira alguma ser tão perfeitamente argumentado... além de não tratar com polêmicas tão "populares"... Afinal.. os dois como Langdon falam de religião, um assunto em que até um cético opina.. o Ponto de Impacto fala de aliens e vida fora da Terra... e mistura isso com política... outra polêmica...

    Falar de computadores e privacidade online não é uma polêmica tão pública...
    Por isso o livro desinteressa logo...
    Ningupem pode se identificar com David e Susan... Não só pela formação exótica deles (até pq pode-se identificar com Langdon)... Mas porque eles são praticamente inabaláveis... Vemos no Código que Langdone Sophie se perdem... ficam sem saber o que fazer várias vezes até por acaso se darem conta do que tem que fazer... mas a outra dupla nunca se perde nesse sentido... (a não ser no fim, mas então eles não estão sozinhos...)

    Certamente, de todos os livros do Brown, esse é um dos mais fraquinhos... mas ele conseguiu criar uma trama interessante em um mundo que nós nem sonhávamos existir... e por isso ele merece alguns pontos...
     
  12. Sally

    Sally Un enfer de griffes et de croc

    Já tinha lido o Fortaleza, e terminei a poucas semanas Ponto de Impacto, só achei Dan Brown muito repetitivo: o cenario, vilao, falso vilao, mocinha sao os mesmos em Codigo da Vinci, Fortaleza e Ponto de Impacto, com a diferença de nomes e caracteristicas fisicas, isso estraga um pouco, mas nao deixo de achar Fortaleza Digital um bom livro, já que é repleto de informaçoes, verdadeiras ou nao, porem interessantes.
     
  13. Calimbadil Thálion

    Calimbadil Thálion We eat the wounded ones

    Eu gostei mais de "Ponto de impacto" do que de "Fortaleza digital".
    Se acham Dan Brown repetitivo deviam ver Edgar Wallace, eu tenho uns 15 livros dele que têm mais ou menos o mesmo esquema, mas mesmo assim eu sempre pego e leio o próximo porque não deixa de ser divertido.
     
  14. Deza

    Deza Blink

    Algum de vocês sabe ler frases baseadas no código de Fortaleza digital?
     
  15. taiyoo

    taiyoo Usuário


    Eu prefiro Fortaleza digital... Ponto de impacto cansa um pouco...:yep:
     
  16. prisca brandebuque

    prisca brandebuque Fayalita Fe2SiO4

    Bem, eu peguei emprestado para ler uma vez e gostei! Gostei do contexto. Mas os livros dele são bem parecidos mesmo. :lol:
    Depois de ler também O Código da Vinci (que foi o 1º a ler, por isso, gostei bastante), passei agora para Anjos e Demônios. Estou apenas no início, e é muito parecido com o Código. ¬¬ Está sendo, como pode se dizer, previsível... Mas tem informações legais os livros dele! Eu anoto, e depois pesquiso! :iei:
     
  17. Malaman

    Malaman Passion, what else?

    O livro nem é mau(apesar de ser o pior, na minha opiniao, de Dan Brown).
    A historia até que vicia um pouco e da para uns bons momentos de leitura.
    Claro que o livro nunca chega aos calcanhares de Anjos e demónio ou até mesmo de O Codigo DaVinci.
     
  18. Radagasth

    Radagasth Banned

    Bem teve gente que colocou bastante: "...eu gostei mais..." eu também:
    Gostaria mais se Dan Braw abandonasse a carreira de escritor:blah:, os livros dele só falam de armações do governo:hanhan:, mentiras religiosas:roll: e computarores doidos:eek:.
    Não gosto dos livros dele, e Fortaleza digital é uma séres de perseguições só porque o cara fez o "três" com o dedo.
    Código da Vinci também foi feito nesse mesmo esquema, Dan joga com algo misterioso sobre a vida de Jesus Cristo e ganha o carisma e o afeto de milhões de ateus. E o ódio mortal da Igreja Católica.
    Anjos e Demonis é um pouco diferente, Dan coloca o personagem pricipal pra voar de míssil(ele até pareceu um Kamikase)e um físico doido por Ant-Metéria. No final tudo se explode...
    Ponto de Impacto é o melhor, oPresidente inventa uma mentira sobre um meteóro, e como americano acredita em tudo...
    Os livros dele são o contrario do que pensam, um livro deveria ter valor cultural, não é o que eu acho nos livros do Dan :puke:
     

Compartilhar