1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Foras da lei barulhentos, bolhas raivosas e algumas outras coisas que não são tão ...

Tópico em 'Literatura Estrangeira' iniciado por Zzeugma, 17 Set 2012.

  1. Zzeugma

    Zzeugma Usuário

    O título desta antologia é absurdo...

    Repita devagar: "Foras da lei barulhentos, bolhas raivosas e algumas outras coisas que não são tão sinistras, quem sabe, dependendo de como você se sente quanto a lugares que somem, celulares extraviados, seres vindos do espaço, pais que desaparecem no Peru, um homem chamado Lars Farf e outra história que não conseguimos acabar, de modo que talvez você possa quebrar esse galho."

    Segue o texto da sinopse na Cosac Naify.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    "
    Chega ao Brasil antologia que reúne mais de dez contos de renomados autores norte-americanos e ingleses.

    O título é de perder o fôlego: Foras da lei barulhentos, bolhas raivosas e algumas outras coisas que não são tão sinistras, quem sabe, dependendo de como você se sente quanto a lugares que somem, celulares extraviados, seres vindos do espaço, pais que desaparecem no Peru, um homem chamado Lars Farf e outra história que não conseguimos acabar, de modo que talvez você possa quebrar esse galho. O mesmo vale para a seleção dos autores, alguns dos mais celebrados escritores norte-americanos da atualidade: Neil Gaiman, Nick Hornby, Jonathan Safran Foer, Clement Freud e Lemony Snicket. O lançamento é uma compilação de onze contos, cada um deles ilustrado por um artista diferente, entre os quais vale destacar Barry Blitt (já ilustrou vinte capas da revista New Yorker), Lane Smith (o ilustrador de A verdadeira história dos três porquinhos, de Jon Scieska), David Heatley (colaborador do jornal The New York Times) e Peter de Sève (criador dos personagens da animação A era do gelo). Em comum, as histórias trazem um quê de estranhamento do mundo, com inocência infantil. O lettering da sobrecapa, que brinca com o tamanho do título, por meio de um jogo de siga a seta, esconde uma surpresa: Lemony Snicket começou uma história cujo final sumiu! E ele convida os leitores a terminá-la. Na Cosac Naify, um grupo de duendes com luvas brancas vai receber as sobrecapas enviadas e as melhores histórias serão publicadas no site da editora. Foras da lei... reúne literatura da melhor qualidade para um público carente de boas histórias. Os autores, reconhecidos pela qualidade literária de suas obras destinadas aos adultos, não subestimam o jovem leitor. Em tempos de literatura enlatada, isso é, sem dúvida, o que faz deste livro algo tão sinistro."

    Problema: nem todos os "celebrados escritores" são norte-americanos, certo...?

    Falta o conto de maior extensão pra terminar, mas acho que já posso adiantar:

    Contos Pontos altos: Kelly Link, Nick Hornby, a história do cara chamado Lars Farf. Menção honrosa ao do "celular extraviado", como diz o título. O tom bem humorado dado nas dedicatórias, nas ilustrações, na introdução de Snicket. O conto de Gaiman é ótimo, mas já havia saído por aqui na Conrad.

    É um livro que acaba muito rápido e deixa a gente com vontade de mais. (Por que eu não terminei ainda? Porque sei que assim que começar vou precisar ir até o fim. Com TODOS os contos foi assim.)

    Apesar do título absurdo, acho que eu o teria retrabalhado para ficar mais interessante, começado por "Bolhas Raivosas" e não por "Foras da Lei"... não sei. Queria mais quadrinhos malucos e sem pé nem cabeça. Apesar disso, (eu acho) um ótimo presente pra algum leitor jovem. (Não me refiro apenas à idade)
     
  2. Anica

    Anica Usuário

    concordo com tudo, embora eu não seja especialmente fã de sunbird do gaiman.

    aqui eu já discordo. me decepcionei bastante. esperava MUITO mais de alguns autores, e achei que a maior parte varia do "bobinho" para "meh.". não teve nada ali que chamasse a atenção de fato. por exemplo: o do hornby é um dos melhores ali, mas é de longe uma das coisas mais fracas que já li do hornby. talvez o problema seja justamente este: juntar alguns nomes consagrados, aí eleva as expectativas e acaba não entregando o prometido, talvez até pelo público alvo ser o infanto-juvenil, não sei.
     
  3. Calib

    Calib Visitante

    Títulos enormes não causam espanto desde, pelo menos, o Robinson Crusoé.
    Me parece uma atitude meio bobinha apelar para algo desse tipo.

    E eu já falei que "foras da lei" está errado?
    Já, já falei noutro tópico. Cala-te, boca! Fica sempre com nhenhenhém.
    :calado:
     
  4. gmourao

    gmourao Usuário

    Pareceu uma opção interessante pra dar pro meu irmão. Pra quantos anos, assim, vocês acham?
     
  5. Anica

    Anica Usuário

    no máximo 12.
     
  6. gmourao

    gmourao Usuário

    Meu irmão tem 13. Vou arriscar.
     

Compartilhar