1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Finlândia cria pão feito com grilos como solução para fome mundial

Tópico em 'Planeta Bizarro? Estranhices? Bizonhices?' iniciado por Fúria da cidade, 24 Nov 2017.

  1. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Cada pão contém 70 insetos

    Uma receita de revirar o estômago, ou a solução para a fome mundial? Um grupo de padarias finlandesas anunciou nesta quinta-feira (23) que será o primeiro do mundo a oferecer em suas lojas pães feitos de insetos. O pão contém grilos secos pulverizados e misturados à farinha. Cada um contém 70 insetos, cerca de 3% do peso do pão.

    "A humanidade precisa de fontes novas e sustentáveis de nutrição", explicou Juhani Sibakov, diretor de inovação na Fazer Bakery, uma das maiores empresas de alimentação da Finlândia, em nota.

    A Organização para Alimentação e Agricultura das Nações Unidas lançou, em 2013, um programa para encorajar a criação e o consumo de insetos, afirmando que os insumos baratos e ecológicos poderiam alimentar até 9 bilhões de pessoas até 2030.

    No começo deste mês, a Finlândia de tornou o quinto país europeu a retirar uma proibição à venda de insetos comestíveis. "Estamos ansiosos para ver como nosso novo pão será recebido", afirmou Sibakov.

    Os primeiros pães de grilo estão disponíveis em 11 lojas da padaria finlandesa a partir desta sexta-feira. As vendas serão feitas inicialmente em cidades próximas à capital Helsinque, devido à falta de farinha de grilo para o consumo nacional.

    Diversas lojas na Bélgica, na Holanda, na Dinamarca e na Áustria vendem produtos de origem de insetos para consumo humano. Cerca de 2,5 bilhões de pessoas, sobretudo na Ásia, já comem insetos, que são ricos em ácidos graxos, cálcio, ferro e vitamina B12, de acordo com a FAO.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    ------------------------------------------------------------------------------------------------
    Deixa o Dória saber dessa farinha de grilo que ele rapidamente vai implantar isso.
     
  2. Comeria sem problemas. Quando criança, adorava comer as larvas que davam naqueles coquinhos pequenos, agora adulto, ainda não vejo problema.

    É claro que não seria nunca minha primeira opção de cardápio e seria necessário que se atestasse a procedência dos insetos.
     
  3. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    Na realidade o mais importante de tudo é a higiene.
    E quanto a inseto a única coisa que já provei até hoje foi uma farinha feita a base de içás (formigas). Se por um lado não achei nada excepcionalmente saboroso, de outro não achei ruim não e repetiria de boa sem problemas.
     

Compartilhar