1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Fim da DC no Brasil

Tópico em 'Quadrinhos' iniciado por Barlach, 4 Jul 2002.

  1. Barlach

    Barlach Verde. E arqueiro

    :cry: :cry: :cry:


    Acaba a linha DC da Abril

    Por Odair Braz Junior

    Sérgio Figueiredo, redator-chefe da Abril Jovem, acaba de declarar oficialmente que a linha da DC Comics, relançada pela editora há poucos meses, não existe mais. Como noticiamos há pouco, o site Heróis encerrou suas operações ontem à noite. No momento ainda não se sabe qual o destino de Super-Homem, Batman e Mulher Maravilha no Brasil. A verdade é que agora, resta a pergunta sobre como fica a DC no Brasil? Por qual editora sairá? As únicas certezas são que a terceira parte de Cavaleiro das Trevas II está garantida e as últimas edições de Planeta DC saem em agosto.


    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    :cry: :cry: :cry: :cry:
     
  2. Gildor

    Gildor Usuário

    Pra complementar essa notícia:

    Editora Abril - Declaração oficial
    4/7/2002

    Apesar de algumas vozes apregoarem o contrário, a Editora Abril fez o possível e o impossível para manter viva a chama dos Heróis DC no Brasil. Infelizmente, nossos esforços não surtiram efeito, não por questões editoriais, mas sim exclusivamente por conta da situação do mercado.

    A editora Abril está cancelando sua linha de publicações DC a partir de julho (nas bancas, edições 5 da revistas Planeta DC). A única publicação que ainda será lançada é a última parte de Cavaleiro das Trevas II de Frank Miller que atrasou devido ao próprio autor.

    A editora Abril reafirma que utilizou todos os seus recursos disponíveis nas circunstâncias para recuperar os volumes de venda que os quadrinhos tinham na década de 90, mas, paradoxalmente, o explosivo aumento nas bilheterias de filmes de super-heróis como Homem-Aranha não se refletiu nas vendas de gibis.

    O relacionamento comercial com a DC Comics ao longo de dezoito anos foi sempre firme e estável, e a editora americana compreende a situação. A própria Abril recomenda que esta operação de quadrinhos de heróis seja conduzida agora por uma outra editora de pequeno porte, a qual provavelmente lidará melhor com este nicho de mercado. A rede de distribuição do grupo Abril continuará de portas abertas para os produtos desta honrada casa de super-heróis.

    Agradecemos a todos os leitores, colaboradores, tradutores e desenhistas que estiveram conosco nesta jornada de quase duas décadas. E torcemos para que a asa do Morcego e o emblema do Homem de Aço continuem nos corações e mentes das crianças e jovens brasileiros.

    Sergio Figueiredo
    Redator-Chefe
    Grupo Licenças
    Editora Abril

    Mais detalhes no
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    E eu, particularmente, espero que a Panini assuma a condução das coisas... é um dia triste pra HQ nacional. :?
     
  3. Primula

    Primula Moda, mediana, média...

    É uma pena e ao mesmo tempo vou ter de dizer "eu sabia que ia terminar assim!"

    Tive de parar de comprar os de 10 reais. Primeiro eu não entendia pra que formato americano - o que funciona lá nem sempre funciona aqui. Segundo, nem tudo que estava dentro dos gibis antigos e dentro desse novo formato me agradava (pagar 3,20 por uma estória vá lá... pagar 10 por uma estória já é outra conversa).

    Fica complicado você comprar uma coisa cara dessas quando começava a sair no mercado a alternativa dos mangás (como eram formato tankobon, não tinha o problema de comprar a revista por causa de uma só estória. Na compra você já compra apenas a estória que te interessa)

    Também não é surpresa minha que as vendas de bilheteria não trouxeram de volta os fãs, ou trouxeram fãs novos. Principalmente com o bonde andando nas estórias, o pessoal pega a "versão oficial do filme em quadrinhos" e só! E quem já conhecia e tava decepcionado com alguma fase, não volta a comprar por causa de um filme.

    É uma pena, porque as pessoas responsáveis não perceberam tudo isso, e agora ficaremos sem essa alternativa. Pois eu não creio que a alternativa mangá tenha muito folego também, se continuar essas febres.
     
  4. -=|Nemesis|=-

    -=|Nemesis|=- Usuário

    Cara, é uma noticia simplesmente horrivel.Quer dizer que todos aqueles hérois não serão mais lançados em revistinhas?Lamentavél.
    Se bem que, sem querer ser rude, pra mim não faz a minima diferença.Nunca comprei nenhum mangá da DC e li poucos.Detesto o traço, ele me dá dor de cabeça quando leio.
    Bom, é uma noticia ruim, mas pra mim, sinceramente, não faz diferença.
     
  5. Skywalker

    Skywalker Great Old One

    Na boa, a opção pelo formatinho decretou o fim da DC no Brasil....
     
  6. -=|Nemesis|=-

    -=|Nemesis|=- Usuário

    E o começo dos reinos dos mangás.
     
  7. Barlach

    Barlach Verde. E arqueiro

    eu particularmente gosto mais do formato americano. fica mais facil de ler, um pouco maior.

    não creio que a culpa tenha sido o formato. os dois tem seus fãs, além daqueles que não se importam realmente qual o tamanho (eu me incluo nesse último grupo, apesar do que disse acima).

    com certeza não ajudou a fase premium. o alto preço não compenssava a qualidade inquestionável da revista. não foi uma estratégia boa, pois todo mundo sabe muito bem que muito brasileiro não têm condição de gastar 50 reais por mês com revistinhas.

    e, por último, não creio que a paninni assumirá a DC no brasil. ele só assumiu a marvel pq é assim no mundo todo e a DC não emprestará seus direitos para uma concorrente.
     
  8. KADU

    KADU Estão vendo esta caneta?

    O formato americano eh legal porque da mais espaço para o artista mas ainda se mantendo prático. Além disso a qualidade do papel que acompanha revistas nesse formato é muito melhor. Confesso que dou preferencia a esse tipo de quadrinho, faz anos que nao compro uma revista sequer no padrao menor e de papel higienico.
     
  9. V

    V Saloon Keeper

    PRINCIPAL MOTIVO PARA O FORMATO AMERICANO:

    O texto. Quando passado do inglês para o português, o volume de texto aumenta consideravelmente. Às vezes, até dobra de tamanho. No formatinho, muito do texto tem que ser cortado e, assim assim sendo, não vemos as obras em sua plenitude. Me recordo de uma edição de X-Men onde, no original, Gambit - ao se apresentar para Solaris - usa uma fala estilosa, fazendo um trocadilho, ou algo do gênero (não lembro), e eles resumiram a "Sou Gambit, dos X-Men."

    Além disso, a arte fica pequena e a matiz estoura várias vezes. E no papel de jornal, hachuras finas e outros detalhes não são devidamente valorizados. Eu odeio formatinho.
     
  10. Robin Oiro

    Robin Oiro Usuário

    Quando aquela linha Premium foi lançada já dava pra perceber que o mercado estava muito, mas muito ruim mesmo. E esse relançamento em formatinho dos heróis DC me pareceu algo do tipo "último fôlego, vamos ver no que vai dar". Não deu. É triste, mas por enquanto acabou.

    Sobre os formatos, nunca tive preferência por um tipo específico, mas aqueles formatinhos passam pra mim uma espécie de mística (afinal eles lembram os primeiros gibis que lí, quando tudo era novo e fantástico). O formato americano é bom porque valoriza mais os desenhos e como o V disse, os diálogos podem ser traduzidos mais fielmente. Porém se o desenho for ruim...

    Editando......

    Sobre a fala do Gambit que o V falou, é essa:
    (Tá num artigo de uma revista, não dá pra ler direito, então desculpem alguns erros)

    " ' Dey call me Gambit, an X-man, for better or worse."

    No Brasil...

    " Gambit, dos X-men."
     
  11. -=|Nemesis|=-

    -=|Nemesis|=- Usuário

    Depende.
    Os mangás da JBC são publicados em papel tipo aqueles de jornal.Eu acho que é papel reciclado.
    Já os da Conrad não.É publicado em papel normal.
    Quanto a revistas em formatinho, praticamente todas elas estão nesse formato.
    Eu prefiro o formatinho
     
  12. Excluído052

    Excluído052 Excluído a pedido

    Na boa, meu povo, mas há quantos SÉCULOS a DC e a Marvel eram publicadas em formatinho? Eu, particularmente, achei mesmo uma facada esses dez reais por uma revista, tanto que não comprei mais. Formatinho funciona mais no Brasil talvez pela "tradição" das revistinhas da Mônica e do Pato Donald - sério! Até hoje apenas Spawn conseguiu triunfar como revista no formato americano.

    É claro que é bem melhor para se ler no formato americano, mas, pra quê os caras decidiram mudar o que já funcionava?!? Vai ver é por isso que está surgindo o "império do mangá" como vocês dizem... alias..... isso já acontece há muito tempo - ou vocês não sabiam que, de certo modo, Turma da Mônica é um mangá? :? :? :? :?
     
  13. Eu estou chocado, abismado com essa notícia... mas no fundo já esperava...

    Eu tbm acho que formato americano é muito melhor, pois além de ser maior é muito melhor acabado. Até os mangás eu acho que deveriam ser maiores.

    Que história é essa de que Turma da Mônica é mangá???
     
  14. -=|Nemesis|=-

    -=|Nemesis|=- Usuário

    Os traços da turma da Mônica são mais próximos e muito próximos do mangá do que das revistas americanas.
    De certo modo, Turma da Mônica pode ser considerada um mangá :roll:
     
  15. Engethor

    Engethor Son of Jango

    Em minha opinião, mangá não é só o traço -> é a maneira de se contar uma história. É a forma da narrativa, o ritmo, a sequencia de painéis. Mônica não tem esses elementos, usa a forma ocidental de contar histórias.

    Qto à DC, lembro de um cara q disse, na época das Premium algo como "é a ultima cartada da Abril, agora ou vai ou racha". Não foi. A propria decisão pelo formato Premium foi numa época de crise dos quadrinhos de herói, uma tentativa maluca de tentar recuperar o faturamento (note q eu nao disse recuperar as vendas e sim o faturamento). Ou seja, a Premium foi filha de uma crise e um dos ultimos pregos no caixão.

    Acho q alguma outra editora (como foi dito) assume a DC, uma dessas menores. Não sei como vai se desenrolar isso. Quem quer q assuma, vai ter (entre outros probs) q dar um jeito de distribuir no país todo. Vão usar a distribuidora da Abril (Dinap)?
     
  16. Bom, a divisão Vertigo da DC (pelo menos o seu principal título, Sandman) já tinha sido assumida por editoras menores, espero que outras se apresentem pra assumir o resto da DC. A única certeza é que as revistas deverão ficar beeeeem mais caras (como aconteceu com o Sandman, que acredito que vcs devem se lembrar que era publicada pela Editora Globo)
     
  17. Excluído052

    Excluído052 Excluído a pedido

    Parece que a DC comics não anda nada bem... Foi cancelada na Itália, Alemanha, Bélgica, França, Noruega, Portugal... e quase no Japão.

    Restam apenas a Espanha e a América Latina que, diga-se de passagem é a gigantesca editora VID quem dá conta do recado em TODOS os países de lingua espanhola.


    Bom... é isso! A culpa não é toda da Abril, no final...

    *MODERADO por bombadil*
     
  18. Nossa, tá tão mal assim? Que pena... E nos EUA, como anda a DC, está mal das pernas tbm?
     
  19. V

    V Saloon Keeper

    Hmmm... sinto que tenho que esclarecer umas coisinhas aqui...

    Pra começar, a DC nunca vai falir nos EUA. Isso pode acontecer até com a Marvel, mas nunca com a DC. Enquanto a Marvel depende de vendas de revistas e, ocasionalmente, dos direitos dos personagens para filmes e outras coisas, a DC não depende de nada disso. A DC, pra começar, pertence à Warner. Enquanto a Warner não falir, a DC nunca vai falir. As vendas de revistas são indiferentes para eles. O que importa é o merchandising, a imagem dos personagens (principalmente Batman e Superman). Como é nas hqs que os personagens "vivem", mesmo que as revistas não vendam muito bem, nunca serão canceladas. Trocando em miúdos, a renda obtida com a venda direta das hqs da DC é irrisória para a Warner. Mas os personagens em si rendem milhões.
     
  20. Hummm... tem razão, V, tinha esquecido que a DC faz parte do super-hiper-mega-ultraconglomerado AOL-Time Warner...

    bom, mas se é assim, então porque eles continuam a fazer revistas se é tão irrisório assim?
     

Compartilhar