1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Filme: A História de Adèle H. (François Truffaut, 1975)

Tópico em 'Cinema' iniciado por Excluído044, 28 Fev 2011.

  1. Excluído044

    Excluído044 Banned

    [align=justify]Sinopse: Adèle Hugo (Isabelle Adjani), filha do escritor Victor Hugo, é abandonada pelo tenente Pinson (Bruce Robinson), por quem estava perdidamente apaixonada. Em 1861, ele deixa o país para servir na base de Halifax, no Canadá, e já não se lembra mais de Adèle. Ela o atormenta a ponto de anunciar o casamento dos dois num jornal local, provocando o rompimento da união dele com a filha de um juiz. Doente, sem recursos, ela empreende uma perseguição implacável que resulta em sua própria loucura.[/align]

    Fonte:
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Assisti esse filme há bem pouco tempo. O Vinnie pediu para que eu o comentasse. Achei legal abrir um tópico pois se tiver mais alguém que viu podia comentar também.

    É um filme belíssimo... O filme é todo baseado no diário de Adèle Hugo.
    E, creia, ela era completamente obsessiva por Pinson. Sabe aquelas mulheres que têm como único foco a pessoa amada? Que são completamente passionais? Se naquela época existe o MADA (Mulheres que amam demais) ela Adéle estaria nele.

    Truffaut faz um filme simples, mas com uma história poderosa. Do pessoal da Nouvelle Vague era o diretor mais acessível. Nesse filme, é a mesma coisa. Isabelle Adjani, que faz Adéle, carrega o filme sozinha. Não foi à toa que recebeu indicações ao Oscar e ao César (prêmio francês). Ela compõem uma Adèle intensa, passional e que é capaz de morrer por causa desse amor. Não vou contar aqui, mas ela se submete à muita coisa pra ficar com seu amado.

    Ah! Não sei onde li que Caio Fernando Abreu faz uma menção a esse filme em um conto. Infelizmente não sei qual é... Se alguém souber, poste aqui.

    Vale a pena assistir...
     
  2. Phantom Lord

    Phantom Lord London Calling

    Isabelle Adjani :grinlove:
    Esse já foi pra minha listinha de filmes a serem assistidos.


    Maura,acho que você está se referindo à Extremos da Paixão:

     
  3. .Penny Lane.

    .Penny Lane. Usuário

    Valeu pela dica, Maura! Fiquei curiosa e já foi pra minha listinha também! Acho que vou aproveitar pra ver esse junto com A Noite Americana, do mesmo diretor e que me foi muitíssimo bem recomendado justamente esses dias.
     
  4. Excluído044

    Excluído044 Banned

    Penny Lane, assista! Depois escreva aqui o que achou!
    Valeu, Phantom! :sim: E, sim, Isabelle Adjani no auge da beleza...
     
  5. Vinnie

    Vinnie Usuário

    Maura!!! Valeuuuuuuuuuuu!!! Desde que vi Julie & Jim pela primeira vez (faz tempo...), Truffalt me encantou... Calhou de eu ver o Julie & Jim de novo e dar com "A História de Adèle H." na sua lista. Muita conhecidência!! Por isso te pedi pra comentar... :lily:


    A história parece tensa.... interessante. Vou conferir e volto aqui pra dizer o que achei. De novo.. obrigado!
    :tchauzim:
     
  6. Excluído044

    Excluído044 Banned

    Julie e Jim é um belo filme, Vinnie. Tô precisando rever...
     

Compartilhar