1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Copa 2014 Fifa arma plano emergencial para Itaquerão e reclama do Corinthians

Tópico em 'Esportes' iniciado por Fúria da cidade, 21 Mar 2014.

  1. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    A Fifa perdeu a paciência com o Corinthians e exigiu um plano emergencial para deixar o Itaquerão pronto para a Copa-2014. Isso porque as estruturas complentares para a abertura do Mundial não ficariam prontas a tempo pelo cronograma inicial, e por isso decidiu-se por acelerar o processo em reunião em Zurique, nesta semana.

    As instalações provisórias se tornaram a maior dor de cabeça da federação internacional no final da preparação da Copa. A maior preocupação é em São Paulo, mas também há temor em relação ao Beira-Rio e à Arena da Baixada. Os outros estádios têm processos de contratação já encaminhados.

    No caso do Itaquerão, o Corinthians ainda reluta em pagar pelos cerca de R$ 60 milhões em custo das estruturas complementares. O governo do Estado e a prefeitura já rechaçaram participar dessas despesas. Pelo contrato com a Fifa, é obrigação do clube custear esses itens.

    “O Corinthians quer ganhar tudo de presente'', observou o membro do comitê executivo da Fifa Rafael Salguero para o blog. Ele explicou o plano para terminar as provisórias do Itaquerão para a abertura, discutido em reunião na Fifa. “Havia uma empresa que faria em 90 dias, mas não dá mais tempo. Então, vão contratar outra que fará em 40 dias. Não deve mudar de tamanho.''

    Questionado sobre as provisórias, o COL (Comitê Organizador Local) negou interferência no processo. Alegou que as instalações são responsabilidade única do dono do estádio, o Corinthians.

    “A informação não procede. Os fornecedores das estruturas complementares sob responsabilidade da autoridade do estádio são apontados e contratados pela própria sede, não havendo qualquer envolvimento do Comitê Organizador Local (COL) ou da FIFA neste processo'', disse a assessoria do COL.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    Corinthians faz 1° treino no Itaquerão28 fotos

    Só que outra fonte envolvida na questão confirmou que há séria preocupação com as instalações provisórias do Corinthians, principalmente as relacionadas às telecomunicações. E não há como o COL e a Fifa ficarem parados nesta situação. O próprio comitê organizador confirmou que não houve nenhuma contratação das instalações a apenas três meses do Mundial.

    “Em São Paulo, o cronograma ainda não foi confirmado. Permanecemos trabalhando de forma integrada com a sede para que a contratação e montagem das estruturas ocorra entre abril e junho, de maneira gradativa'', disse o comitê. Ou seja, por esta informação, seriam postas infraestruturas provisórias até em junho, mês em que no dia 12 ocorre a abertura da Copa no Itaquerão.

    Embora seja do dono do estádio a prerrogativa providenciar as estruturas complementares, cabe a Fifa e ao COL cobrar para garantir que estejam prontos para o Mundial. É o que dirigentes da Fifa fizeram em reunião nesta semana.

    Outra motivo de discórdia da federação internacional com o Corinthians é que o clube prevê o estádio para abril, mas está claro para a entidade que este só ficará pronto em maio. Ninguém na Fifa crê na data de 15 de abril estabelecida pelo clube como entrega da arena. O prazo para que a federação internacional assuma a arena é de 15 dias úteis antes do jogo de abertura.

    Além das instalações complementares, outra séria preocupação no Itaquerão é em relação aos números de lugares disponíveis para venda de bilhetes. A entidade precisa entrar no estádio e contar assento por assento para poder ter certeza de quantos bilhetes poderão ser negociados. ''É preciso saber quantos ingressos existem para vender'', ressaltou Salguero.

    Tanto que estádios como o corintiano e a Arena da Baixada terão uma carga extra de cerca de 9% do total para venda de última hora. Essa é a contingência feita pela Fifa por não saber o exato número de lugares em cada um desses dois estádios, os mais atrasados.


    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    --------------------------------------------------------------------------------

    Nem tudo são flores pelos lados de Itaquera

    Cada dia que passa agradeço mais isso não ter ido pro Morumbi.
     
  2. O Governo do Estado que tá de pilantragem, pois já tinha se comprometido tempos atrás de bancar essas estruturas provisórias. Mas a maior pilantragem mesmo é a FIFA, por exigir que o clube arque com algo que nem vai ficar pra ele.
     
  3. Ana Lovejoy

    Ana Lovejoy Administrador

    pilantragem ou não, assinaram o contrato concordando com a pilantragem e devem cumprir com isso sem chororô.
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  4. Fëanor

    Fëanor Fnord Usuário Premium

    Exato. Contrato é contrato. Nessa situação, confiar em compromisso no fio do bigode é risível.

    Mas nisso tudo tem um porém também: a FIFA de certa forma é refém do clube. Se o Corinthians não quiser providenciar as estruturas complementares, como fica? Vão transferir para outro estádio de SP? Improvável? Transferir para outro Estado? Tem chances, mas a dor de cabeça e os conflitos resultantes valem menos a pena do que a saída emergencial: a própria entidade arcar com os custos (talvez junto com o governo de SP). Depois a FIFA até pode acionar o time na justiça para reaver o valor, mas isso é outra história.

    Outra possibilidade é o Corinthians pegar um empréstimo com o BNDES naquelas condições super favoráveis.

    Também não digo algum desses cenários vai acontecer. Mas são possibilidades. Vide o caso do Atlético-PR.
     
  5. Eriadan

    Eriadan Usuário Usuário Premium

    Enquanto isso, todos os estádios do Nordeste já estão prontos e funcionando. Se não fosse, o que a gente ia ouvir de "Ah, é porque no nordeste nada funciona", "Ah, pro lado de lá é tudo atrasado"... Sinto um prazer maligno.
     
    • Mandar Coração Mandar Coração x 1
  6. Sem chance, vide a
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    , que se arrastou por vários meses. Não daria tempo.
     
  7. ricardo campos

    ricardo campos Debochado!

    E ainda tem a falta de água que assombra o sudeste (São Paulo principalmente) e passa a ser uma dor de cabeça a mais para os organizadores do evento do porte de uma Copa do Mundo. Os tempos mudam,né.
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  8. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    Você pode ter prazer maligno e se orgulhar dos estádios, mas e a mobilidade urbana? Tá tão moderna e eficiente quanto a obra de concreto armado?

    E olha que tô sendo bonzinho em questionar apenas esse quesito, pois legado decente pra população poder usufruir depois de um mega-evento desse porte são vários.
     
    • Bobo Bobo x 1
  9. Tek

    Tek Girls tend not to like me

    Nossa, até os estádios no Nordeste estão prontos! Hehe brinks <3

    --
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    Também sinto um prazer maligno. Odeio essa copa e odeio os brasileiros que vão assistir aos jogos na tv e principalmente nos estádios.
     
    • LOL LOL x 1
  10. Eriadan

    Eriadan Usuário Usuário Premium

    Pare de superestimar o comentário. Eu disse que o Nordeste é mais avançado? Falei que, se fossem os estádios do Nordeste que estivessem atrasados, a conversa seria a de sempre: o Nordeste é atrasado. Ah, para quem é vítima desse preconceito, ver que só o Nordeste está em dia com a FIFA é gostoso, ah, se é!
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  11. [F*U*S*A*|KåMµ§]

    [F*U*S*A*|KåMµ§] Who will define me?

    Mas nao seria gostoso tambem se o estadio do Bahia estivesse atrasado?
    :-P
     
  12. Eriadan

    Eriadan Usuário Usuário Premium

    Seria, se o Bahia tivesse estádio. :hxhx:
     
  13. ricardo campos

    ricardo campos Debochado!

    Comprometeram (Governo do Estado) e agora não querem cumprir o acordo: fica difícil,né. Deveriam ter estudado melhor a questão antes de assinar, pois o tal caderno de encargos da FIFA é de notório conhecimento com exigências pesadas. A FIFA investiu algum $ na Copa da África do Sul, mas aqui eles não querem nem saber (não se pode reclamar). O Corinthians de certa forma está no lucro: ganhou um Estádio.
     
  14. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    Eriadan, na boa não se estresse, eu nem levei teu comentário pra esse lado. Pra cúpula da FIFA só interessa o estádio pronto o mais logo possível. Se tiver atrasado na cabeça daqueles gringos o que ficará em primeiro plano é a imagem de um país atrasado e não apenas de uma cidade ou região.

    Mas o que questionei sem nenhum bairrismo e que poderia ser o grande diferencial é que a cidade-sede, seja qual for a região que conseguir ter feito alguma obra impactante fora do estádio, que deixe um legado pra população essa é que mais vai ficar bem e deixar uma boa impressão pra quem vêm de fora.

    Esse é o ponto, já que o Nordeste terminou na frente e merece parabéns por não ter seus estádios no topo dos mais caros e ter terminado mais rápido, podia aproveitar pra tentar tocar com a mesma rapidez as obras de melhoria urbana e aí se conseguir aí sim é motivo pra se orgulhar com gosto pro resto da vida.
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  15. Ganhou o caramba, vai pagar por um longo tempo.
     
  16. Ana Lovejoy

    Ana Lovejoy Administrador

    vai pagar ou "vai pagar" tipo o petraglia com a arena?
     
  17. ricardo campos

    ricardo campos Debochado!

    Em "suaves" prestações seria o termo correto :lol: Agora, a Minas Arena ganhou um Estádio bacana...rs.
     
  18. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    Mas teve um ganho importante que foi a renúncia fiscal de mais de 400 milhões que o Kassab concedeu ainda no mandato dele.
     
  19. Se está se referindo aos títulos cedidos pelo Município, o Corinthians também precisa negociar eles se não quiser ter um rombo gigantesco. Quem tá ganhando mais mesmo na história é a Odebrecht, que tá bancando até o Corinthians pagar tudo.

    Pelo que li do acordo com a Odebrecht, tem 15 anos para pagar tudo.
     
  20. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    Enfim o laudo conclusivo do acidente de Dezembro, que não traz notícias boas...

    A pergunta que fica: Quem deverá ser responsabilizado?

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    O afundamento do solo que sustentava o guindaste destruído em novembro do ano passado, na obra do Itaquerão, é a causa do acidente, segundo laudo da Universidade Federal do Rio de Janeiro.

    O estudo, que ainda será divulgado nas próximas semanas pela Coppe (instituto de engenharia da UFRJ), obtido pela Folha, foi encomendado pela empresa Liebherr, construtora do guindaste. A peça, orçada em R$ 40 milhões, teve perda total e virou sucata.

    As análises feitas em seis pontos onde as esteiras do guindaste estavam apoiadas mostram que o solo era muito mais mole do que deveria ser.

    Enquanto a medida ideal de firmeza do terreno calculada para o local do acidente é de pelo menos 80%, as análises detectaram um índice "muito baixo", de 13%.

    Em outra avaliação da compactação do terreno, as medições deram um número médio de 6,3, enquanto o ideal, segundo os autores do trabalho, seria um valor igual a 10.

    "A inadequada compactação do aterro de suporte ao guindaste fica evidente através dos estudos realizados", revela o laudo assinado pelo engenheiro civil Antônio Carlos Guimarães, da UFRJ.

    Várias outras medidas foram feitas nos arredores do Itaquerão, onde o guindaste caiu. Tudo indica, pelo estudo, que a parte de trás da máquina afundou primeiro.

    O guindaste empinou e, as hastes metálicas se quebraram depois, na base.

    O laudo também mostra que a proteção do solo, feita como brita, não era adequada para uma máquina que ergue até 1.500 toneladas (a peça do acidente tinha 420 t).

    Na época do acidente, a Odebrecht disse que o guindaste estava sobre uma base de brita com chapas de aço, seguindo o procedimento padrão, e que o acidente não teve relação com afundamento do solo.

    O guindaste tinha uma torre de 114 metros e era considerado "o maior do Brasil".

    Dias antes do acidente, havia chovido na zona leste de São Paulo, o que ajudou a piorar as condições do terreno.

    Quando o acidente que matou dois operários ocorreu, em 27 de novembro de 2013, várias hipóteses foram levantadas. Nenhuma ainda foi descartada de forma oficial.

    Erro humano ou possível falha no próprio guindaste também estão em análise.

    O laudo da UFRJ é apenas uma das peças técnicas que estão sendo elaboradas.

    Além da investigação criminal, existe um laudo técnico oficial em preparação pelo IPT (Instituto de Pesquisas Tecnológicas) para subsidiar os processos jurídicos.

    ATERRO SUPORTAVA MÁQUINA COM FOLGA, DIZ EMPRESA

    A Odebrecht, construtora responsável pela construção do Itaquerão, voltou a garantir que o solo que sustentava o guindaste acidentado possuía todas as condições técnicas para suportar, com muita folga, o peso da máquina.

    Como não teve acesso ao laudo produzido pela UFRJ, a empresa também não quis comentar as conclusões do documento preliminar, que deverá ser divulgado em aproximadamente duas semanas.

    Antes do acidente, quando as obras do futuro estádio do Corinthians começaram, o pessoal de solo da construtora realizou análises em mais de 200 pontos de todo o terreno, para monitorar o comportamento do aterro feito no local das obras.

    Depois da queda do guindaste, novas análises foram realizadas mais focadas no ponto exato do acidente.

    Essas avaliações, segundo a empresa, oferece total garantia de que a causa não está relacionada com o afundamento do solo, que estava bem compactado.

    CAIXA-PRETA

    Outra polêmica que surgiu na época estava relacionada a chamada "caixa-preta" do guindaste.

    Segundo especialistas no setor, existe na máquina uma espécie de disco rígido que grava todas as operações programadas, de forma eletrônica, para o guindaste desempenhar em seu dia a dia.

    O equipamento não estava funcionando havia quase um ano, quando o acidente ocorreu no Itaquerão.

    Pelas normas nacionais, não há obrigação de uso do equipamento, que também não está relacionado com a causa da queda do guindaste.
     

Compartilhar