1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Feliz na Infelicidade.

Tópico em 'Clube dos Bardos' iniciado por Brunno, 1 Set 2011.

  1. Brunno

    Brunno Usuário

    Toda manhã, feliz por viver, toda manhã, o mesmo. Levanto num pulo, do sonho ao chão, e me encontro sem caminho. As rotas que se apresentam, incertas pela natureza incerta, me prendem ao final sublime da vida humana. Não há morte sem vida; e vida? Há vida sem vida?

    Neste tempo, nestes lagos gélidos da solidão, onde os peixes são calados e mortos, nado nu, cansado. Olho longe, noutro mundo. O que vejo se esconde no sorriso de quem não vê e sobre a mesma felicidade, mesmo que queiramos, não há nada.

    Por horas tento descobrir quais são os motivos, os começos e, quem sabe, os fins. Gosto da vida como uma história e, se for, alcançará em seu fim a tranquilidade. Não há sujeitos por aqui. Para ser claro, não há nada. Há o que achamos achar e, no achar, um eterno se perder.

    Drummond, por que me colocaste aqui? De todos confiei a ti meus olhos e meu caminho. Apunhalou-me pelas costas como um assassino calculista. Você sabia que não haveria outra saída, não sabia?

    Só sou feliz na infelicidade. Um poeta.
     

Compartilhar