1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

[Fanzine]Mad

Tópico em 'Quadrinhos' iniciado por Ronzi, 2 Mai 2008.

  1. Ronzi

    Ronzi Oh, Crap!

    Sempre fui fã dessa revista, desde que era um molequinho ranhento com barriga d'água correndo pelos campos e pisando em bosta de vaca seca em Brusque, terra da maior Festa do Marreco de todo o multiverso catarinense.

    Imaginem então a minha tristeza quando em 2006 tive novamente a notícia que a Mad, publicada na época pela editora Mythos, iria novamente sessar as atividades por baixo volume comercialização, ou seja, o publico nerd de hoje prefere mangás aos quadrinhos mordazes produzidos por Aragones, Jaffee, Berg, Kupper, e todos os outros que contribuem ou contribuíram para criar as páginas repletas do mais puro mau-caratismo, sarcasmo e ironia que o mundo já conheceu.

    Ela já havia sido cancelada duas vezes anteriormente, em duas editoras diferentes: Vecchi, que a publicou nos anos 70 e meados dos 80, e pela Record, que foi até o ano 2000. Por isso pensei que dessa vez já era, ela não sobreviveria a mais um cancelamento, logo a Mad que já foi até boicotada pelo FBI nos anos 70, pela alegação de influenciar negativamente a juventude americana.

    Mas, eis que minhas profecias não se realizaram e dei hoje de cara com um novo exemplar da revista enquanto pirulitava os calcanhares pela Avenida Paulista. Agora ela tem nova publicação pela Panini que tem papel e acabamento de qualidade bem superior ao da Mythos, mas com a mesma qualidade que a tornou famosa em 19 países, além dos EUA. O famigerado Ota continua como editor da revista, o que, caso acontece o contrário, provavelmente acabaria com uma das grandes referencias dos fãs da recista que é o cara que se responsabiliza pelo barraco desde 197... e guaraná de rolha.

    E assim fizeram uma criança catarinense com barriga d'água feliz...
     
  2. Meia Palavra

    Meia Palavra Usuário

    RE: Mad

    Se lesse o Hellfire já saberia desde 26 de Março que a MAD voltaria, ó -> http://www.anica.com.br/2008/03/26/o-retorno-da-revista-mad/

    =P

    Quase comprei dia desses quando estava na banca, mas eu ando tão pão dura, crendiospadre :think:
     
  3. Ronzi

    Ronzi Oh, Crap!

    RE: Mad

    Eu estava na minha fase introvertida...
     
  4. Oropher

    Oropher Hmm... oi?

    RE: Mad

    Uia.

    Até hoje eu só li dois míseros exemplares dessa revista. Bem na fase dos treze anos. Nossa, como eu me diverti. :eek:

    O conteúdo era genial, extremamente criativo e divertido. Pena ser muito difícil encontrar exemplares por aí (minha mesada acabaria muito mais rápido se eu os encontrasse na época).

    Se eu encontrar é bem possível que eu compre. Sei lá, relembrar bons tempos...
     

Compartilhar