1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

FanWing: Avião revolucionário deverá fazer voo tripulado em 2013

Tópico em 'Ciência & Tecnologia' iniciado por Turgon, 24 Jul 2012.

  1. Turgon

    Turgon 孫 悟空

    O FanWing é encarado como a primeira ruptura em termos de desenho de aviões em um século. A aeronave, que vem sendo testada há anos em modelos em escala, deverá fazer seu primeiro voo tripulado em 2013. O principal destaque no projeto é o uso de grandes “ventiladores” (fans) para gerar a propulsão do avião.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Ao longo das décadas, aviões sempre foram construídos com motores que moviam hélices ou com turbinas, que sugam o ar e geram o empuxo que empurra e sustenta a aeronave no ar. O FanWing é uma revisão desse conceito: ao longo das asas, as pás de um grande ventilador giram a partir da tração do motor montado na fuselagem. O giro dessas pás é responsável pela propulsão da aeronave e pela sua capacidade de aumentar de altitude.

    Se você não conseguiu criar uma ideia de como a coisa funciona, basta olhar na imagem e imaginar que, dentro das asas, está girando uma versão bem mais leve dos braços de uma colheitadeira. Esta grande turbina transversal move o ar para a parte de cima da asa e ao fazer isso gera propulsão e, se acelerada, pode fazer com que o avião ganhe altitude.
    Este detalhe leva a um ponto interessante: como o controle de altura é feito a partir do giro do motor (e não por um conjunto de flaps que alteram a dinâmica do movimento da aeronave conforme o ar passa por eles), o FanWing é um avião que pode decolar virtualmente na vertical, como um helicóptero.

    Entre as grandes vantagens desse design, está o baixo custo, facilidade de manobrar, a impossibilidade de estolar (perda de sustentação em voo) e a possibilidade de pouso em lugares mais apertados em casos de emergência.

    Via Dvice
    ____________________________

    Achei bem interessante!
     
    • Gostei! Gostei! x 4
  2. Pearl

    Pearl Usuário

    Um vídeo dele voando:

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Muito interessante mesmo. Realmente ele praticamente não precisa de pista para decolar, o que é uma grande vantagem. Eu procurei para ver se tinha um video dele em escala maior e não achei. Não sei como um conjunto de pás aguentaria por exemplo mau tempo ou gelo, mas isso só testando. E parece também que ele não deve alcançar uma velocidade muito alta. Mas mesmo assim, seria uma boa possibilidade para viagens curtas em aeroportos menores.

    Uma coisa que eu discordo do texto é que não existe a possibilidade dele estolar, basta um avião chegar a uma velocidade abaixo que a que ele precisa para manter a sustentação para ele estolar. Se bem que sem as pás funcionando ele não parece ter a aerodinâmica de um planador para manter a sustentação por um tempo. :think:
     
    Última edição por um moderador: 6 Out 2013
    • Gostei! Gostei! x 3
  3. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    Tomara que esse projeto "decole" bem no decorrer dos próximos anos até um dia chegar a aviação comercial (mesmo que inicialmente de pequeno porte), pois o ganho que haverá sem a necessidade de construção de grandes pistas compensa mesmo e aí poderemos ter pequenas pistas de pouso que serão apenas maiores que os helipontos, mas ainda assim um investimento bem interessante.
     
    Última edição: 24 Jul 2012
  4. Turgon

    Turgon 孫 悟空

    Mas ele não parece ter sido construído para substituir os boeings em geral hoje utilizados. O número de passageiros não parece ser tão grande assim, sem contar que precisam ser feitos muitos testes para ver se ele suporta o mau tempo e formação de gelo, como a Pearl disse.

    Eu vejo esse projeto em si mais como um avião para pequenas distâncias. Um projeto que irá ajudar muito as empresas na parte financeira com pequenas viagens, já que ele é mais barato. Sem contar a nova tecnologia de voo, que pode ser adaptada posteriormente para modelos maiores e de longa distância, caso dê tudo certo com esse modelo.

    Ah, mas achei super bacana! :pula:
     
  5. Me deu um clique na cabeça agora: pelo custo reduzido, não ter necessidade de pistas grandes, etc., ele pode ser o substituto dos carros, e não dos atuais aviões.
     
  6. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    Sim não tenho dúvida, mas deixo bem claro que a minha torcida é a longo prazo mesmo, até porque mesmo com as aeronaves tradicionais até chegarmos nos boeings foi preciso acontecer várias modificações ao longo de décadas desde os primeiros protótipos do final do século XIX.

    Eu também pensei muito nisso, mas antes de por em prática será preciso antes toda uma preparação, adequação e organização para o tráfego aéreo poder comportar um volume gigantesco de pequenas aeronaves para que o caos de tráfego que acontece hoje em terra não ocorra nos ares. Não que eu acho que isso seja impossível, mas havendo uma preparação e a tecnologia avançando cada vez mais, no devido tempo o que era um antigo sonho da ficção científica ela vai se tornar realidade.
     
  7. Turgon

    Turgon 孫 悟空

    Calma calma. :lol:

    Acredito que o preço reduzido está em relação aos boiengs em geral e não com os carros.
     
  8. Agora que você falou em tráfego aéreo... deixa quieto esse aviãozinho aí, vai dar muito trabalho pra mim. :lol:
     
  9. Lord Leonan

    Lord Leonan Usuário

    Acho difícil, não deve ser tão barato assim.

    Sem contar toda a logística para fazer um sistema de trânsito aéreo.

    E ainda tem a questão de leis, espaço aéreo reservado, treinamento dos pilotos, etc.
     

Compartilhar