1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Fan lançando The Last of Us playthrough em formato de série

Tópico em 'Jogos Eletrônicos' iniciado por [F*U*S*A*|KåMµ§], 3 Mai 2015.

  1. [F*U*S*A*|KåMµ§]

    [F*U*S*A*|KåMµ§] Who will define me?

    Sempre discuto sobre a transferência entre mídias e de como muitas vezes as coisas não funcionam porque não se compreende que não basta fazer uma tradução literal da obra mas sim reinterpretá-la na nova mídia. Seria como em vez de reenvelopar uma tradução de obra literária você jogasse direto num google translator pra ele fazer uma tradução literal direta.

    Um cara (Grant Voegtle) tem feito nesses últimos meses um playthrough do game The Last of Us mas focando em fazer uma montagem e um ritmo narrativo de série ao invés de um playthrough tradicional com um voiceover falando dos segredos do jogo e como passar de certas partes.
    Ele está fazendo esse projeto pois ele é muito fã do jogo e quer transmitir a história deste para pessoas que não curtem games. Só que ele aprendeu que não basta fazer um playthrough reto e direto, tem que criar ritmos, climaxes, modificar a montagem das cenas para transferir de uma mídia para outra.
    Não é inédito, existe no mínimo desde o início dos anos 2000 quando alguns games nesse estilo "filme jogável" apareceram. Inclusive um semi-oficial da própria Sega que lançou um Shenmue em formato de filme, pegando cutscenes do jogo. Mas, como disse, essas tentativas foram nesse estilo, o de simplesmente achar que colar as cutscenes juntas daria em uma obra suficiente. Grande erro, fica inconsistente, com ritmos muito inconstantes e sem muita lógica.

    Assisti só até o terceiro episódio e não é perfeito. Apesar de ele realmente tentar fazer as partes de gameplay do jogo serem os mais fluidos possíveis, é quase impossível manter controle de NPCs e câmera de forma adequada. Contudo, ele opta por modificar pontualmente a ordem de algumas cenas de forma muito inteligente, mostrando que entende a diferença entre criar suspense num game e criar suspense em um filme. Não é perfeito, mas é narrativamente correto tendo em vista as opções de cenas que ele dispõe.

    A não ser que a qualidade caia abruptamente, devo assistir até o sexto episódio ainda esta semana. O sétimo e derradeiro ainda está para sair.

    Ele disse que será um game designer, só que ele também teria um futuro interessante se optasse por mídia audiovisual. Na esperança de talvez estar surgindo uma geração consciente das duas midias e que saberão fazer essa transição de uma para outra e começar a criar obras memoráveis.



    Noticia:
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Playlist youtube:
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)



    Playthrough trailer:
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  2. [F*U*S*A*|KåMµ§]

    [F*U*S*A*|KåMµ§] Who will define me?

    Só para dizer que cheguei no sexto e mantenho a recomendação.
    Na verdade até aumento a recomendação. O garoto parece auto-evoluir ele mesmo a técnica de montagem dos episódios ao longo dos episódios. É sensacional como no início ele mantinha longos planos com a jogabilidade rodando (e criando as instabilidades que citei), mas no sexto ele edita brilhantemente as cenas e inclusive inova em uma paralelização que até pode existir no game mas não no ritmo criado por ele.
    Talvez não tenha sido por acaso os episódios iniciais terem sido lançados com 1 semana de distância entre eles mas este último ter demorado 1 mês em relação ao anterior. O cuidado foi muito grande.
    Esperando o último e derradeiro episódio pra ver se ele fecha com chave de ouro o seu projeto pessoal.
    Talvez precise esperar 1 mês de novo.
     
  3. Turgon

    Turgon 孫 悟空

    Estou com o jogo aqui do PS4, mas ainda não comecei. Estou esperando dar um tempo, pois cheguei a acompanhar a história e não faz muito tempo. Melhor dar uma esfriada antes de salvar o jogo. Quem sabe depois de anunciarem a continuação, pois é muito provável que tenha, mas o estúdio está a trabalhar em Uncharted 4 no momento.
     

Compartilhar