1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Notícias Fábio Medeiros explica saída do Esporte Interativo da TV

Tópico em 'Esportes' iniciado por Fúria da cidade, 24 Ago 2018.

  1. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    Head de esportes da Turner fala sobre os motivos que levaram ao fim do canal de TV e à nova vida no streaming

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    A saída do Esporte Interativo da televisão paga pegou o mercado de surpresa na última semana. Para executivos da emissora, no entanto, a medida foi um adiantamento do que as novas tecnologias impõem sobre os agentes do esporte. Para o canal da Turner, a internet tem abraçado o conteúdo de nicho, o que força a televisão a ficar com apenas os produtos mais populares.

    A Máquina do Esporte foi o primeiro veículo do país a falar com Fábio Medeiros, head de esportes da Turner e único dos fundadores do Esporte Interativo a seguir no negócio desde a mudança anunciada no último dia 9 de agosto. Ele explicou como o antigo canal passará a funcionar dentro do que a Turner tem pensado para a televisão.

    “Sempre haverá espaço para conteúdo de qualidade, como uma Champions League ao vivo, que onde quer que ela esteja, ela vai atrair audiência. Mas é claro que a procura por esporte de nicho vai saindo da TV paga e indo para a internet. Hoje, no Brasil, muito mais gente tem acesso à banda larga do que à TV paga”.

    Com essa medida, a Turner atuará em duas frentes com o Esporte Interativo. A primeira, focada no esporte, está exclusivamente nos meios digitais. Hoje, por exemplo, o canal conta com 16 milhões de seguidores no Facebook, em que as informações são divulgadas de forma mais segmentada possível, seja em relação ao time ou à modalidade favorita do consumidor no meio online.

    Nessa conta, entra também a plataforma de streaming do Esporte Interativo, o EI Plus, criado ainda em 2012, que deverá ter transmissões do canal, sem o peso do retorno esperado na televisão convencional, com audiência de massa.

    “É difícil você pegar um espaço na TV e falar de algo muito segmentado. A sua audiência vai despencar, você é cobrado por essa audiência, e aí já não faz mais sentido. Você cai na mesmice de ter que ficar falando dos assuntos de massa o tempo inteiro”, explicou Medeiros, justificando a "overdose" de futebol nas TVs.

    Por outro lado, ficarão os canais da Turner como um ‘hub’ de conteúdo premium, que garante audiência constantemente alta. Nesse cenário, o TNT terá, nas palavras do executivo do Esporte Interativo, a exibição do Oscar, a estreia no novo filme do Batman e a Liga dos Campeões e o Campeonato Brasileiro.

    “O Esporte Interativo não está nem perto de acabar. Nós fizemos uma mudança drástica na forma de como levamos o conteúdo para as pessoas”, reforçou.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    ----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

    Eu vejo muito conteúdo na Internet do que na TV. Acho que o EI fez a escolha certa.
     

Compartilhar