1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Autor da Semana F. Scott Fitzgerald

Tópico em 'Generalidades Literárias' iniciado por Spartaco, 15 Jul 2013.

  1. Spartaco

    Spartaco James West


    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Francis Scott Key Fitzgerald, mais conhecido por seu pseudônimo F. Scott Fitzgerald (Saint Paul, 24 de setembro de 1896 - Hollywood, 21 de dezembro de 1940), foi um escritor, romancista, contista, roteirista e poeta norte-americano. Ele viveu, no auge de sua carreira, como seus personagens, abastados aristocratas nova-iorquinos. O casamento com Zelda Fitzgerald foi quase tão celebrado quanto seus romances, e sua escrita era considerada a crônica fiel da extravagante Era do Jazz.

    Oriundo de família católica irlandesa, Francis ingressou na Universidade de Princeton, mas não chegou a se formar. Durante a primeira guerra mundial, alistou-se como voluntário.

    Começou a carreira literária em 1920, com This Side of Paradise (Este Lado do Paraíso), que foi um sucesso imediato. Em pouco tempo, vendeu 50 mil exemplares, quantidade fantástica para a época. Fitzgerald logo tornou-se o autor mais bem pago de seu tempo. O seu segundo romance, The Beautiful and Damned (Os Belos e Malditos), foi publicado em 1922.

    Com a esposa, Zelda Sayre, que introduziria um componente trágico na vida do escritor (em 1930 foi internada num hospício), Fitzgerald mudou-se para a França, onde concluiu o terceiro e o mais célebre de seus romances, The Great Gatsby (1925; O Grande Gatsby). Essa obra, uma das mais representativas do romance americano, descreve a vida em alta sociedade com uma aguda reflexão crítica. Em 1934 publicou Tender is the Night (Suave é a Noite), romance pungente que o autor considerava sua melhor obra.

    Com a saúde já abalada pelo alcoolismo, Fitzgerald mudou-se então para Hollywood, onde trabalhou como roteirista cinematográfico. Em 1939 começou a escrever seu último romance, The Love of the Last Tycoon (O Último Magnata), publicado postumamente em 1941. A obra era sua última tentativa de retratar a personalidade de um grande artífice do sonho americano.

    Faleceu em 21 de dezembro de 1940 aos 44 anos em Hollywood. Encontra-se sepultado em Old Saint Mary's Catholic Church Cemetery, Rockville, Maryland nos Estados Unidos.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Obras

    Romances
    • This Side of Paradise (1920)
    • The Beautiful and Damned (1922)
    • The Great Gatsby (1925)
    • Tender Is the Night (1934)
    • The Love of the Last Tycoon (1940)

    Coletâneas de contos
    • Flappers and Philosophers (1920)
    • Tales of the Jazz Age (1922) (inclui o conto The Curious Case of Benjamin Button, publicado anteriormente na revista Collier's Weekly)
    • All the Sad Young Men (1926)
    • Taps at Reveille (1935)
    • The Short Stories of F. Scott Fitzgerald (1989)

    Outras obras
    • The Vegetable (peça de teatro, 1923)
    • The Crack-Up (ensaios e histórias, 1945)


    Fonte: Wikipedia,
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    ,
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
    Última edição: 15 Jul 2013
    • Ótimo Ótimo x 5

Compartilhar