1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Eyes

Tópico em 'Clube dos Bardos' iniciado por Bruno wacko, 28 Mar 2011.

  1. Bruno wacko

    Bruno wacko Usuário

    Olá, sou Bruno, novato neste fórum. E, para marcar minha chegada, posto aqui uma poesia minha, espero que gostem:


    Faça-me ver
    Faça me crer

    Meus olhos me contam verdades incertas
    My eyes

    Eu quero acreditar
    Na verdade dos nossos olhos
    Eu quero acreditar
    Na mentira de nossas lágrimas

    Meus olhos me confidenciam verdades vendidas
    My eyes

    Eu quero que você me deixe
    Eu quero que façamos o que quisermos
    Eu quero acreditar
    Eu quero não mais amar

    Vedarei meus olhos cegos
    Mergulharei na escuridão dos corpos
    E então só verei a ti
    A minha verdade

    A minha verdade
    A mentira de nossas vidas
    A minha verdade
    A mentira da minha fantasia

    Aqui
    No fim de todas as coisas
    Aqui
    No fim de nós mesmos
    Aqui
    Na solidão das mentes

    De tudo no mundo
    Apenas sei que uma rosa vermelha
    Não é vermelha
    Apenas sei que amo você
    Mas não sinto amor algum

    Essa noite
    Quero te amar de olhos abertos
    E provar para o mundo que somos libertos


    This Is It.kkk
     
  2. imported_Cabal

    imported_Cabal O Poeta Aprendiz

    Fala Wacko,

    Gostei do seu texto, na minha leitura o my eyes não encaixou, mas isso pode ser só a minha interpretação, afinal de contas, a poesia deixa de ser nossa quando lida por outros, apenas sei que uma rosa vermelha tem espinhos e um doce aroma, no mais, são palavras vindas de dentro, uma poesia, uma canção.

    Parabéns.
     

Compartilhar