1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Existe maneira certa de jogar RPG?

Tópico em 'RPG' iniciado por Armitage, 6 Abr 2007.

  1. Armitage

    Armitage Usuário

    Ainda no ponto do tópico, surgiu um assunto mais ou menos parecido lá no RPGnet, que pode ser útil ao autor do tópico:

    Aqui está o link pro tópico:
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
    Última edição: 6 Abr 2007
  2. Skywalker

    Skywalker Great Old One

    Re: RPG realista

    Na verdade muito pouco se fala das eras anteriores dos cenários.... mas da época do AD&D pra época do D&D (que sim, houve avanço na linha do tempo) percebe-se que muita coisa mudou. O AD&D é muito mais primitivo que o D&D em termos de tecnologia. Fora isso, só o Netheril do AD&D mesmo.

    Putz, eu lendo isso pensei "bah, esse cara tá precisando dum Iron Heroes..." e eis que o cara me cita esse jogo no final! :lol:
     
  3. Sarcasmo

    Sarcasmo Funfamento

    Re: RPG realista

    Bastante Verossimil, ele escala parades, sentidos aguçados, joga teia da palma da mão e ainda uma força absurda.

    Fala sério, qq heroi tem inverossimil, o mais perto da realidade que já vi é o Fantasma, aquele antigo que meu pai idolatrava....
     
  4. Skywalker

    Skywalker Great Old One

    Re: RPG realista

    MBF, acho que tu tá confundindo "verossímil" com "real".

    Verossímil é aquilo que tu olha e fala "ok, isso é totalmente viajante. Mas faz sentido." Verossimilhança não tem nada a ver com realidade.
     
  5. Armitage

    Armitage Usuário

    Re: RPG realista

    Err... na verdade Iron Heroes é rechaçado unânimamente por cair miseravelmente nos principais quesitos do autor: "doesnt feel like a video-game" ("Não parecer um vídeo-game"); e "combate is deadly" (Combate é letal), e o próprio autor depois o descarta. O feedback das pessoas com relação a Iron Heroes pode ser resumido no seguinte:

    "Já no 3º Nível, nos sentímos como heróis num filme de ação... logo no primeiro encontro, 20 guerreiros de 1º Nível + Chefão e... foram irrelelvantes (morreram como bucha). Não há nada que se possa recomendar num jogo em que você olha numa multidão de inimigos _que, em tese, seriam uma ameaça pra você_ e pensar: "eles estão numa vantagem de 7 pra 1... pobres bastardos. "

    :lol:

    - - -

    As sugestões que apareceram repetidas vezes foram Runequest, Warhammer RPG, Riddle of Steel, GURPS, Harnmaster, e A Game of Thrones.

    A sugestão mais próxima de d20 que foi citada foi A Game of Thrones. Alguem sabe como é esse jogo? :think:
     
    Última edição: 9 Abr 2007
  6. Skywalker

    Skywalker Great Old One

    Re: RPG realista

    Sinto muito, mas Iron Heroes é excelente. As possibilidades de customização do personagem e as alternativas na hora do combate são excepcionais. Se o cara tá reclamando de facilidade, é porque o mestre é ruim e não tá sabendo colocar adversários à altura ou tá com preguiça de explorar devidamente as potencialidades dos inimigos.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
  7. Armitage

    Armitage Usuário

    Re: RPG realista

    Err... Sky, você conhece as outras alternativas? Tipo já comparou esse Iron Heroes com... Harnmaster, Runequest, Warhammer, Riddle of Steel, etc ?

    Já parou pra pensar que esse Iron Heroes pode ser um parâmetro de letalidade e não-vídeo-gamização (ha han, coff, coff) pra você, justamente por que você não conhece as outras opções? :hanhan:



    AH, e valeu o link. Muito interessante esse A Game of Thrones. Aqui vai um review bem descritivo:
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    , destaque para a parte das mecânicas de combate:
    "...agora Coup de Grace resulta em morte instantânea... o combate no jogo é letal e a falta de magia faz com que seja permanente. Mesmo o mais foda dos cavaleiros não poderá enfrentar hordas de inimigos e esperar sair com vida."


    Gostei. :evil:
     
    Última edição: 9 Abr 2007
  8. Skywalker

    Skywalker Great Old One

    Re: RPG realista

    Eu não fiz nenhuma comparação com os outros jogos. Só falei que o Iron Heroes é muito bom.

    Cara, em qualquer jogo do d20 system e Open Game, desde que bem mestrado, um personagem (seja jogador, seja NPC) morre com 3 golpes. Isso sem considerar críticos, que pode matar um personagem com dois ou até um golpe, dependendo da arma. How lethal is that?

    E vídeo-gamização é do clima do jogo, não do sistema. O clima do Iron Heroes é Túrin Túrambar. How video game is that?
     
  9. Armitage

    Armitage Usuário

    Re: RPG realista

    Err... em todos os outros jogos citados, um personagem pode morrer com 1 golpe só.. e não precisa ser "crítico". :roll:


    Ah, e você tem certeza que um personagem de classes guerreiras de alto nível, (de 10 pra cima, ou seja, com bastante HP) pode morrer com 3 ataques de monstrinhos de 1º nível? :roll:
     
  10. Skywalker

    Skywalker Great Old One

    Re: RPG realista

    Existe o conceito "crítico" nesses outros sistemas? :think:


    Colocar monstrinhos de 1º nível para personagens de nível 10 para cima não é mestrar direito. Mestrar direito é colocar desafios à altura dos personagens.
     
  11. Armitage

    Armitage Usuário

    Re: RPG realista

    Sim. :yep:


    Mestrar direito segundo uma filosofia de VÍDEO-GAME, né?

    :lol:
     
  12. Skywalker

    Skywalker Great Old One

    Re: RPG realista

    É? E como funciona?

    Situação 1: O personagem do jogador é um grande embaixador de um reino. Ele viaja até outro para realizar uma missão diplomática sobre uma questão delicada. Tu, como mestre, o colocaria diante do rei local ou dum auxiliarzinho? Qual seria o desafio mais apropriado pra um personagem tão importante (a.k.a. evoluído)?

    Situação 2: O personagem do jogador é aprendiz de um grande mago, e vai acompanhá-lo a um debate. Tu, como mestre, o colocaria no debate, mesmo que o personagem não tenha capacidade de estar no mesmo nível dos demais ou criaria uma missão paralela de dificuldade equivalente?


    Equilíbrio não tá só no combate do jogo. Tá no jogo como um todo. Essa é a lição para DMs número 1.
     
  13. Armitage

    Armitage Usuário

    Re: RPG realista

    Em Harnmaster, cada múltiplo de 5 é um crítico, ou seja, 75, 80, 55, etc. - contanto que o resultado tenha sido um sucesso ( ou seja, menor ou igual ao seu EML (Effective Master Level) );

    Em Runequest, se rolar menor ou igual a 20% de sua skill, é crítico;

    Em Gurps... bom, em Gurps todo mundo sabe.


    Na minha opinião o mais mandatório seria o que a história, a narrativa pedir. Em 2º lugar viria o fator verissimitude, plausibilidade dessa situação no cenário. Ou seja, na Situação 1, se o contexto do cenário diz que a atual tamporada é verão - e é no verão que o rei sai viajando em missões diplomáticas, então os jogadores se apresentarão a um auxiliarzinho mesmo.

    O que você não percebe Sky, é que: EQUILÍBRIO não é mandatório à prática de RPG. Ele pode ser um fator importante, dependendo dos gostos do grupo, e definitivamente é um paradigma importantíssimo para D&D (aliás, todo o modelo comportamental de D&D gira em torno de equilíbrio... por isso as classes e níveis). Mas de jeito nenhum é mandatório à pratica do hobbie.

    Aliás é essa mesma preocupação por equilíbrio que têm os jogos de vídeo-game, e é disso mesmo que o autor do tópico quer se afastar - a lógica de vídeo-game, que permeia D&D.

    Já reparou como, em D&D (assim como em Final Fantasy, Diablo, Zelda, Oblivion, etc.) , você vai enfrentando inimigos mais fortes gradativamente? isso não é um tanto estranho de um ponto de vista realistico? Digo, não parece que o mundo gira em torno dos jogadores, quando na verdade o mundo não deveria girar em torno de ninguem? :think:

    Enfim, cada grupo, cada mestre, tem seu jeito de jogar diferente, e valoriza certos aspectos em detrimento de outros. Uns valorizam equilíbrio total, outros a plausibilidade (verossimitude), outros a narrativa, outros um pouquinho de cada, etc. Então o fato de equilíbrio ser "A Regra número 1 do DM" não diz BOSTA NENHUMA pra mim :lol: - diz apenas pra quem adere à este estilo de jogo vídeo-gamista que o D&D prega, com sua infinidade de livros de monstros, livros de classes e poderes e mais poderes e novos tipos de "bonequinhos" pra se jogar.

    É justamente disso que o autor do tópico quer se afastar - personagens que são caracterizados por seus poderes. Ao inves, ele quer personagens que são caracterizados por seu background, por suas perícias, e personalidade. Por isso ele descartou Iron Heroes, logo que conheceu melhor as alternativas - Runequest, A Game of Thrones, Riddle of Steel, Harnmaster, etc...

    ...e até você faria, se se dispusesse a conhecer as alternativas, como o autor fez. :hanhan:
     
    Última edição: 9 Abr 2007
  14. Skywalker

    Skywalker Great Old One

    Re: RPG realista

    Sim, mas o que acontece nesses casos?

    Na verdade esses pontos que tu colocaste com certeza são importantíssimos para um bom andamento de uma partida de RPG. Mas não são fundamentais, são coisas que o mestre vai "se polindo", adicionando elementos mais complexos de narrativa e descrição.

    E equilíbrio não é só coisa do D&D não. É só ver qualquer tópico/forum sobre World of Darkness, dos problemas que os narradores enfrentam quando utilizam grupos mistos (vampiros, lobisomens, magos, etc.), já que alguns são flagrantemente mais fortes que os outros.

    E não é só no D&D que se enfrenta inimigos mais fortes. Vampiro também.

    Vou te citar o exemplo da crônica que eu joguei, em Montreal. Começamos com o meu personagem chegando à cidade, fugido da Camarilla de Berlin. Nesse ponto ele "enfrentava" certos personagens, tinha "conflitos" específicos pra situação dele de novato na cidade. Conforme ele foi "progredindo", ele passou a se deparar com bispos, até chegar ao ponto de desafiar - e vencer - a Carolina Valez numa monomacia e se tornar Arcebispo de Montreal.

    Isso não é video game. É a lógica. Conforme tu vai ficando melhor naquilo que tu faz, os teus desafios vão se tornando cada vez mais complexos.

    Mas isso não significava que a cidade havia parado. É claro que a crônica/campanha é centrada nos personagens jogadores - afinal, são eles que importam -, mas, como diria Tom Fogherty: "big wheels keep on turning!"

    Sobre a regra número 1 significar BOSTA NENHUMA pra ti só me deixa feliz por não participar do teu grupo de jogo :wink:

    E background e personalidade nada têm a ver com o sistema. Nem com o cenário. Eu posso criar um personagem cheio de conflitos e dramas internos até em Mulheres Machonas Armadas Até Os Dentes.
     
    Última edição: 9 Abr 2007
  15. Armitage

    Armitage Usuário

    Re: RPG realista

    Esse trecho já é emblemático para toda sua lógica:

    Vê o que quero dizer? Você se coloca com o ar de quem sabe alguma "verdade absoluta" a cerca de como se joga RPG. Chega a ser risório! :lol:

    Meu chapa, esses elementos que você diz ser "importantíssimos", "fundamentais", e que o mestre "vai se polindo",etc. são tão fundamentais quanto um grupo achar que são! Essa é verdadeira regra que um bom DM deveria sabe - essa é a verdade do RPG.

    Se um grupo joga RPG chutando o livro de regras para o alto (e o equilíbrio junto!), só se atendo ao cenário, então para esse grupo o fundamental é o cenário, a ambientação, a narrativa. E isso não tem problema algum!

    Se outro grupo joga RPG como um hack-slash com personagens bem equilibrados, sem se importar com história, cenário, etc. e só quer saber da espada vorpal +10 e de seu Feat "Soco que derruba 10", então dane-se o resto! Dane-se se parece um vídeo-game!

    Se um grupo usa esses elementos de forma misturada em seus jogos, e se divertem com isso - basta!

    É por isso que colocações como essa não fazem sentido algum:
    Vê! Essas pessoas só enfrentam "problemas" de equilíbrio, porque valorizam justamente este fator em seus jogos - o equilíbrio. Num grupo do outro lado da rua, pode-se ter o mesmo sistema, e a coisa ser totalmente diferente... por quê? Por que o material humano é diferente, e seus gostos e estilos são diferentes e, essa é a parte principal: a atividade do RPG abraça todos esses gostos e estilos diferentes! Não há maneira certa ou errada de jogar RPG. A partir do momento que cada um assume um personagem, e se diverte, pronto! :joy:

    - - -

    Voltando ao inicio dessa discussão:

    É isso que o autor daquele tópico do RPGnet descobriu: jogos que promovem estilos mais realistas e menos vídeo-gamistas. Não quer dizer que um estilo seja melhor do que o outro. Apenas quer dizer que, para o tema que ele queria jogar no momento, os outros jogos se mostraram melhores ferramentas do que D&D/d20 conseguiu ser.

    Só que parece ser difícil para o Sky ou ( como o colega Arcanjo gosta de colocar) os Crentes da Igreja d20 aceitar isso. Para a Igreja D20, só a forma com que eles jogam RPG é certa, só o sistema que eles jogam é bom, só seu estilo de jogo é certo, etc. e sempre que alguem cita um outro jogo dizendo que é melhor do que D&D/d20 para alguma coisa...

    ... a culpa é do GM, que é ruim. :lol:
     
    Última edição: 9 Abr 2007
  16. Armitage

    Armitage Usuário

    Existe maneira correta de se jogar RPG?

    Abrí esse tópico por que, segundo alguns veteranos aqui do tópico (Sky :roll: ), parece existir uma "cartilha" ou algo assim que diz exatamente como se joga RPG, e essa cartilha diz que "Equilíbrio" é algo imprescindível para uma boa e divertida sessão do hobbie - o que eu não concordo.

    - - -

    Então aqui vai a origem de como a discussão começou (retirado do tópico RPG Realista, página 9):

    - - -

    O resto pode ser visto a partir da mesma página (do meio pra fim, e vai até a página seguinte):
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Seria interessante lerem essa página, pra então continuarmos a discussão aqui. :D
     
    Última edição: 9 Abr 2007
  17. Elminster

    Elminster Usuário

    Re: Existe maneira correta de se jogar RPG?

    OMG, equilíbrio é cada um que faz o seu :D
     
  18. Verbenazinha_Rose

    Verbenazinha_Rose Rosas Cultivadas no Sangue

    Re: Existe maneira correta de se jogar RPG?

    Cada um tem uma maneira de jogar particular... Logico que equilibrio é algo muito importante, mas isso vai de cada jogador... Se todos jogassem da mesma forma seria algo muito sem graça.:think:
     
  19. Skywalker

    Skywalker Great Old One

    Re: RPG realista

    Mais "risório" é ver tu criticar algo que tu mesmo falou na página anterior :roll:

    A diversão é o fim. Mas como se chegar a esse fim? Colocando desafios que estão além das capacidades dos PCs, frustrando-os derrota após derrota? Acho que não, né? Será então não valorizar o esforço deles, colocando sempre desafios dos mais básicos, matando-os de tédio? Da mesma forma, acho que não.

    Equilíbrio entre dificuldade e capacidade é a melhor forma de mantê-los entretidos e interessados no jogo, isso já está mais do que provado.

    Tu mesmo sabe disso. Aposto que tu só insiste nesse ponto por implicância :wink:
    Sabe, eu tenho certeza que, quando tu inventou isso tu pensou "nossa, vou iniciar uma revolução contra o Sky no forum de RPG Mhuhuahuahuahua, como sou malvado e inteligente!"

    Tipo, tu não se deu conta que é só tu que usa isso de forma "pejorativa"? Tipo, isso nunca colou nem nunca vai colar, saca?
     
  20. Lukaz Drakon

    Lukaz Drakon Souls. I Eets Them.

    Re: Existe maneira correta de se jogar RPG?

    Maneira correta não existe (varia de grupo para grupo), mas existem várias coisas que não se deve fazer, a não ser situações especiais.
     

Compartilhar