1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Eu vos abraço, Milhões (Moacyr Scliar)

Tópico em 'Literatura Brasileira' iniciado por kika_FIL, 26 Set 2010.

  1. kika_FIL

    kika_FIL Usuário

    Não é a primeira vez que me surpreendo com a prosa de Moacyr Scliar. Ainda este ano li “A mulher que escreveu a Bíblia”, um livro curto, simples mas não simplista. Foi por este livro que não hesitei ante à possibilidade de ler este lançamento da Companhia das Letras. “Eu vos abraço, Milhões” é uma citação de um poema de Friedrich Schiller, e permeia a obra, ainda que sutilmente,

    “Eu vos abraço, Milhões” é uma longa carta, escrita pelo avô e personagem principal, Valdo, para seu neto que mora nos Estados Unidos. Atendendo a um pedido deste, Valdo resolve relatar a própria vida, iniciando por sua infância humilde como filho de capataz numa fazenda. O jovem Valdo era um aluno esforçado e interessado, que descobriu seu amor pelos livros através de sua professora, principalmente Machado de Assis. Mas um encontro constrangedor entre seu pai e o fazendeiro, junto a um encontro casual com o filho da professora, Geninho, aliado a uma pergunta mais casual ainda: “O que você está lendo”, mudaram sua vida.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

     

Compartilhar