1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

"Eu sei que vou te amar" (Arnaldo Jabor)

Tópico em 'Literatura Brasileira' iniciado por Anica, 4 Jan 2009.

  1. Anica

    Anica Usuário

    O livro veio depois do
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    (curiosidade: o título em inglês é Love me forever or never). Li pela primeira vez em 1999 (tinha então meus 18 aninhos) e virou uma espécie de bíblia, vivia citando aqui e acolá passagens da obra, como por exemplo:

    ou

    Aí em 2007 saiu uma edição nova, e eu fiquei de coração partido ao saber que o Jabor mudou o texto, como dá para ver aqui:

    Texto original:

    Texto de 2007:

    O livro amadureceu, parece. Mas ficou mais seco, um pouco sem vida. Mas a obra é do Jabor e ele faz o que quiser dela, né? Ainda bem que eu tive a oportunidade de conhecer o texto anterior, no final das contas.

    De qualquer modo a edição nova é bem em conta e muito, muito caprichada (visualmente falando). Vale para quem não conhece o trabalho do Jabor (ou para quem acha que ele só é aquele chato que atira para todos os lados no maior estilo Mainardi).
     
  2. Liv

    Liv Visitante

    Ah, eu li a "edição antiga" e adorei. É uma história carregada de sentimentos e completamente envolvente, daquelas que você só solta o livro quando lê "fim".
     
  3. Braz del Vale

    Braz del Vale Usuário

    Todos amadurecem ao meu ver. Só conheço Jabor via comentários na CNN e algumas vezes vejo-o na globo. Mas nunca li sua prosa, talvez compre a nova edição (estava querendo ler autores brasileiros contemporâneos pois estava muito "estrangeirado").
     
  4. Pips

    Pips Old School.

    Eu li a versão que ganhei aqui do Meia e adorei. E eu ainda não vi o bendito do filme.
     
  5. Anica

    Anica Usuário

    O filme é lindo. Mas Thales Pan Chacon era minha paixão platônica de infância, né, então sou meio suspeita para falar.
     
  6. Braz del Vale

    Braz del Vale Usuário

    Minha paixão de infância era a angélica...
    Você é bem precoce né? :T
     
  7. Anica

    Anica Usuário

    O Thales era o apresentador das aulas de literatura do telecurso 2º grau, que era o programa que passava na tv quando eu estava tomando café da manhã, antes de ir para a aula. Mas eu já tinha aí uns 11 anos :timido:
     
  8. Só vi o filme, não li o livro.....Adorei o filme.

    A minha também!!!! não acredito que vc postou sobre o Thales Pan Chacon!!!

    Sabe por que eu era apaixonada por ele, lá pelos 10, 11, 12 anos? So porque era ele que apresentava a parte de Literatura.....:grinlove:Mas também quando tinha 11 anos, a novela Fera Radical foi reprisada, ai já era....

    Se estivesse vivo seria um tiozão daqueles...

    Recordar é viver...Na foto ao lado de Jose Meyer.
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     

Compartilhar