1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Eu conto, tu contas...

Tópico em 'Clube dos Bardos' iniciado por Tayana, 26 Jul 2010.

  1. Tayana

    Tayana Usuário

    bem pessoal, esse tópico existia antes do bugg no fórum só estou reabrindo...poderíamos considerar as mesmas regras e as mesmas pessoas que cuidavam dele, se essas pessoas toparem...

    creio que era kika e palazo...então ficaa critério, mas gostaria que voltasse esse tópico por que era muito frequentado e divertido...

    É o seguinte. Escolhe-se um tema qualquer, e temos que escrever uma história sobre ele em uma semana, e toda semana junta-se o que foi escrito e faz uma única postagem pra ver como a história ficou. Todos podem escrever algo pra contar a história contanto que siga a mesma linha de raciocínio, ou seja, que tenha sempre uma ligação entre as coisas, para isso tem-se sempre que ler o que já foi escrito para ficar coerente. Cada uma vai contando uma parte da história e ao cabo de uma semana como já foi dito é apurado e postado e vemos como ficou. Quem comnadava era KIKA e PALAZZO, mas palazzo nunca mais o vi por aqui, poderia ser alguém mais presente, KIKA e outra..KIKA por que já conhece o projeto..
     
  2. Tayana

    Tayana Usuário

    Ninguém??
    ninguém sente falta ou quer fazer o eu conto, tu contas??
    :(
     
  3. Rodovalho

    Rodovalho Usuário

    e o que é isso, afinal?
     
  4. imported_Cabal

    imported_Cabal O Poeta Aprendiz

    Coloca mais informações Tay, caso as possua, pro povo entender melhor.
    Bjos.
     
  5. kika_FIL

    kika_FIL Usuário

    Tay... por que vc não comanda? não é nada difícil, mas estou meio corrida com outras coisinhas por aqui...
     
  6. Rodovalho

    Rodovalho Usuário

    É isso aí, Tay. Escolhe o tema que pelo menos eu participo. Acho que vi um tópico parecido. Mas tinha um número de palavras que podiam ser usadas. Esse número era tirado na sorte, por uma página na web. Eu preferiria que não houvesse esse limite. Sou houvesse bom senso mesmo, pra não exagerar no tamanho.
     
  7. Tayana

    Tayana Usuário

    Olha então tá...Vou comandar...Tipo, não tem limite LH...^^
    Bem, se alguém se abilitar em me ajudar eu agradeço... vou começar coom algo breve logo depois da cena...

    Cena: Um cara bêbado conversando com seu amigo contando que está apaixonado por outro amigo (bêbados não mentem e não sabem o que falam).


    Numa noite alguns amigos saem para beber, mas como sempre, tem aquele que bebe mais que outros. O nome desse cidadão era John.
     
  8. Felipe Sanches

    Felipe Sanches Usuário

    êêê, farei parte.

    E John, tinha um bom amigo chamado Jonas, que sempre dizia não gostar de beber e era um dos que ficavam bêbados mais rápido em uma festa.Na noite do ocorrido os dois estavam num bar sujo perto do bairro pobre da cidade, havia sido um dia extenuante e ambos estavam desejosos de apagar as más lembranças com grandes e entorpecentes doses de tequila.Logo depois da quarta ou terceira dose, John começa a tagarelar sobre esse tipo de sentimento que está tendo por certo alguém.Jonas já não ouve atentamente as palavras saídas de John, ele está concentrado em cortejar aos berros a garçonete negra e esguia perto da jukebox. [...]
     
  9. Tayana

    Tayana Usuário

    Jonas gritava: "I love Rock 'N Roll
    So put another dime in the jukebox, Baby" para a garçonete que estava perto da caixa de som. Enquanto isso, Jonh fazia confissões a jonas e sem dar muita atenção de tão bêbado e gamado na garçonete. Outro colega de Jonh estava na mesa ao lado ouvindo a conversa...
     
  10. imported_Franco

    imported_Franco Usuário

    Juca, na mesa vizinha, estava assombrado. Ouvira em alto e bom tom a confissão de John, seu colega de trabalho; dissera ele, para quem quisesse ouvir, que estava perdidamente apaixonado por um cara. Mas não era essa a causa do assombro de Juca, pois era um homem moderninho e tudo o mais. O que o assombrou foram outras coisas... Semana passada Juca e John tinham ido, por convite deste, até uma sauna. E piorava. Duas semanas atrás, John trouxera bolinhos integrais para Juca, um pequeno e simpático mimo. E ainda pior, quase péssimo, Juca sabia que chegando em casa, seu Orkut estaria, como sempre esteve, lotado de recadinhos de John.

    Juca suava frio. O mundo parecia ganhar sentido e cor... e se ganhava, certamente era rosa. E neste instante, como por mágica, os olhares de Juca e John, por acaso, se encontraram...
     
  11. Tayana

    Tayana Usuário

    John corou na hora, Juca desviou o olhar. Mas como bêbado não tem vergonha nem escrúpulos logo ele se esqueceu. John estava louco, dançava até o chão, bebia na boca na garrafa... Jonas, tinha conseguido o número da garçonete, mas em contra posição não tinha ouvido uma palavra das confissões de John naquela noite.
    No outro dia John vai ao trabalho, mas nota um ar um tanto pesado entre ele e Juca, e ele não entendia nada, afinal ele estava bêbado no dia anterior.
     
  12. Rodovalho

    Rodovalho Usuário

    Um escritório de contabilidade todo dividido e cheirando a café. Tinha algo pesado pairando no ar e não era poeira, muito menos um cheiro sufocante de limpeza. Juca, olhava atônito para John, até que John retribuiu o olhar, sem entender. John estava indiferente, mas Juca sentia areia na língua e a língua entalada na garganta e uma palavra que não queria sair. Mas José, vulgo Zé Maria, o zelador, passando pelo corredor, quebrou o gelo: "JOHN JOE QUEBRA BARRACO! VAI ATÉ O CHÃO!!!" Não, não foi um grito. Foi um sussurro imitando um grito. Piscou um olho em direção de John, e quando passou por ele, deu um discreto tapa na bunda dele. Juca ficou de queixo caído, ao mesmo tempo que John começou a olhar pra cima, tentando se lembrar. E se lembrou. Um sorriso com um tanto de malícia e um tanto de sonho realizado entortou sua boca. John falou com toda a naturalidade do mundo, depois um suspiro sutil: "A gente consegue encontrar o par perfeito onde menos procura encontrar". Está certo. E outras não encontram onde procuram.
     
  13. Rodovalho

    Rodovalho Usuário

  14. Tayana

    Tayana Usuário

    Juca, começava a não saber o que fazer, pois John falava naturalmente e ele ficava numa situação que se fosse natural john poderia pensar que ele estava afim. Mas acontece que Juca já não sabia o que estava se passando com ele mesmo. Será que ele estava começando a se atrair por John? Não, ele dizia pra si mesmo, impossível eu gosto de mulheres. Será?
     

Compartilhar