1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Estranha Cultura (Strange Culture, EUA, 2007)

Tópico em 'Cinema' iniciado por Morfindel Werwulf Rúnarmo, 28 Jul 2014.

?

Sua nota para o filme:

  1. 10

    0 voto(s)
    0,0%
  2. 9

    0 voto(s)
    0,0%
  3. 8

    100,0%
  4. 7

    0 voto(s)
    0,0%
  5. 6

    0 voto(s)
    0,0%
  6. 5

    0 voto(s)
    0,0%
  7. 4

    0 voto(s)
    0,0%
  8. 3

    0 voto(s)
    0,0%
  9. 2

    0 voto(s)
    0,0%
  10. 1

    0 voto(s)
    0,0%
  1. Morfindel Werwulf Rúnarmo

    Morfindel Werwulf Rúnarmo Geofísico entende de terremoto

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    Sinopse: O filme aborda o caso do artista e professor universitário Steve Kurtz, membro do Critical Art Ensemble (CAE). O trabalho de Kurtz e de outros membros do CAE lida com alimentos geneticamente modificados e outras questões científicas e de saúde pública. Depois que a esposa de Kurtz, Hope, faleceu de ataque cardíaco, os paramédicos que foram até a residência do casal suspeitaram das placas de Petri e outros equipamentos científicos que viram no interior da residência, e que eram utilizados no trabalho artístico de Kurtz. Eles então chamaram o FBI, que levou o artista preso sob suspeita de bioterrorismo.

    Como Kurtz está impedido legalmente de comentar o caso, o filme usa atores para interpretar a história, bem como entrevistas com o artista e outras pessoas envolvidas na história. Através de uma combinação de reencenação dramática, cenas de telejornais, animação e depoimentos, o filme averigua a paranóia pós-11/9 e sugere que Kurtz foi indiciado porque sua obra questiona as políticas governamentais. Ao fim do filme, Kurtz e seu colaborador de longa data, o Dr. Robert Ferrell, ex-presidente do Departamento de Genética da Faculdade de Saúde Pública da Universidade de Pittsburgh, aguardavam a data do seu julgamento (o qual ainda não ocorreu).

    Direção: Lynn Hershman-Leeson

    Elenco: Tilda Swinton, Thomas Jay Ryan, Peter Coyote, Josh Kornbluth

    Trailer
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
    • Ótimo Ótimo x 1

Compartilhar