1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Estação Onze - St. John Mandel, Emily

Tópico em 'Literatura Estrangeira' iniciado por Glitnir, 26 Nov 2015.

?

Gostaram?

  1. Sim

    100,0%
  2. Não

    0 voto(s)
    0,0%
  1. Glitnir

    Glitnir Lorde Supremo do Universo adjunto

    Certa noite, o famoso ator Arthur Leander tem um ataque cardíaco no palco, durante a apresentação de Rei Lear. Jeevan Chaudhary, um paparazzo com treinamento em primeiros socorros, está na plateia e vai em seu auxílio. A atriz mirim Kirsten Raymonde observa horrorizada a tentativa de ressuscitação cardiopulmonar enquanto as cortinas se fecham, mas o ator já está morto. Nessa mesma noite, enquanto Jeevan volta para casa, uma terrível gripe começa a se espalhar. Os hospitais estão lotados, e pela janela do apartamento em que se refugiou com o irmão, Jeevan vê os carros bloquearem a estrada, tiros serem disparados e a vida se desintegrar.
    Quase vinte anos depois, Kirsten é uma atriz na Sinfonia Itinerante. Com a pequena trupe de artistas, ela viaja pelos assentamentos do mundo pós-calamidade, apresentando peças de Shakespeare e números musicais para as comunidades de sobreviventes.
    Abarcando décadas, a narrativa vai e volta no tempo para descrever a vida antes e depois da pandemia. Enquanto Arthur se apaixona e desapaixona, enquanto Jeevan ouve os locutores dizerem boa-noite pela última vez e enquanto Kirsten é enredada por um suposto profeta, as reviravoltas do destino conectarão todos eles. Impressionante, único e comovente, Estação Onze reflete sobre arte, fama e efemeridade, e sobre como os relacionamentos nos ajudam a superar tudo, até mesmo o fim do mundo.
     
    • Gostei! Gostei! x 2
  2. Calib

    Calib Visitante

    Não li ainda, mas comprei um tempo atrás.
    Quem eu sei que curte isso aí é a @Ana Lovejoy
    Pelo menos foi por pilha dela que eu comprei. :hihihi:
     
    • Ótimo Ótimo x 1
  3. Ana Lovejoy

    Ana Lovejoy Administrador

    eu gostei bastante. achei até estranho que o barulho no brasil foi pouco quando saiu pela intrínseca. sempre tem dessas, livro lá fora que tem um buzz enorme e por aqui faz água, mas de qualquer forma tem lá meu joinha.

    falei dele no bró >>
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
    • Ótimo Ótimo x 1
  4. Glitnir

    Glitnir Lorde Supremo do Universo adjunto

    Me desculpem pessoal, dezembro foi um período meio turbulento na minha vida que acabei não respondendo mas tinha visto a resposta de vocês =)

    @Ana Lovejoy Adorei seu blog, sua resenha do livro e mais ainda, as imagens que você anexou! fantástico.


    Quanto ao livro confesso que me decepcionei um pouquinho, achei que ela se perdia muito entre os flashbacks e a história principal. Talvez essa fosse a intenção desde o princípio e eu estivesse mais interessado na história da sinfonia itinerante.Mas é um bom livro, recomendo e mais que isso, acho que daria um bom filme.
     
    • Mandar Coração Mandar Coração x 1

Compartilhar