1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Espiral

Tópico em 'Clube dos Bardos' iniciado por Calimbadil Thálion, 25 Ago 2008.

  1. Calimbadil Thálion

    Calimbadil Thálion We eat the wounded ones

    Quando vier o caos ao mundo
    Salva o alfarrábio que te guia
    Ou o tirano controlará
    Corpos e mentes
    Dos sem alma
    Que só agem
    Não pensam
    Só são
    Vão.

    Assim Virão à tona outros reis
    Que fecham feudos em zonas
    Que dominam por proteger
    Que controlam por poder
    Dentro desse feudo
    Haverá de novo
    Um guia do povo
    Pra morrer
    ser usado
    e depois
    Findar

    Talvez a espiral se desfaça então
    Quando extinta a humanidade
    E o mundo reconstruído
    para outra raça dominar
    E novamente a espiral
    Sera regente absoluta
    talvez infinita
    a todos os povos
    até o fim
    fim?
     
  2. Calimbadil Thálion

    Calimbadil Thálion We eat the wounded ones

    Espiral II

    Talvez em nosso tempo Aristóteles viesse criticar
    A nossa democracia, por ser apenas uma idéia.
    E mesmo Platão teria pena do nosso povo democrata
    Governado por suas leis e por aqueles que as usam
    Ainda crendo serem importantes.

    Kant riria de todos nós
    Uns ainda presos de joelhos
    Outros presos ao forcado
    Outros presos à vaidade
    E todos pelo estado
    Imaginando-se um dia livres
    mas só cegos e acorrentados.

    Na verdade, qualqur um que arrisque pensar
    enxerga toda essa decadência e não vê solução
    Mas se um o verso compreende, salve-se!
    Deve procurar sua raça esquecida no triste mundo dividido
    Deixe que os Hröar leiam as linhas
    Que achem tudo bonito ou feio, que seja!
    Não têm fëa e não vêem seus próprios grilhões.

    Outrora me preocuparia
    Mas agora já não vejo
    Irmãos entre as pessoas
    Nem me importo com suas vidas

    Se não há mais grupo
    A massa perde o valor
    Agora so existe e procria
    Um rebanho, qual âmnio
    Um freio intelectual!

    Hoje recorremos ao passado.
    Paramos em Nietzsche e Beethoven?
    É pior! Não paramos de regredir
    Parece que o caos é o ponto zero
    Voltar logo ao caos é tentador
    Contudo, mesmo o s Fëar não podem mudar
    A velocidade da espiral eterna

    Pudera Meu próprio Fëa ser uma marreta
    Pra bater com força nessa espiral
    Por pura vaidade? Puro instinto? talvez...
    Mas entortá-la-ia de algum jeito
    Deixar minha marca hoje
    Pra que, nus, no futuro,
    Reconheçam-na na história.
     
  3. Fernando Giacon

    Fernando Giacon [[[ ÚLTIMO CAPÍTULO ]]]

    Falar o que para palavras tão bem ajustadas nessa poesia concreta e dividida em duas grandes partes? Muito bom eu diria! Sabe, logo quando você começa, à medida com que as palavras vão sendo colocadas, vai se criando um burado em torno do significados das palavras, como por exemplo "findar" ou "fim" que já estão lá no pé no espiral e isso foi o que eu mais gostei, dessa junção...bom mesmo cara, ótimo!
     
  4. imported_Amélie

    imported_Amélie Usuário

    Calimbadil, sua poesia é muito legal, inclusive a idéia do espiral... Imagino que muitas idéias vindas de antigos pensadores, os deixariam pasmos de como foram usadas... Tudo culpa do Descartes!
     
  5. Calimbadil Thálion

    Calimbadil Thálion We eat the wounded ones

    Well. não sou chegado no Descartes, meu gosto filosófico praticamente pula da antiguidade pro século XIX.


    Obrigado pelos comentários pessoas.
    Espero ter coragem de postar outras coisas que escrevi algum dia.
     
  6. Fernando Giacon

    Fernando Giacon [[[ ÚLTIMO CAPÍTULO ]]]

    Opa cara, posta sim pra gente dar uma olhada nos teus escritos...
     
  7. imported_Amélie

    imported_Amélie Usuário

    Eu tinha uma professora da pós que culpava o Descartes por tudo que há de mal no mundo heheheh só por causa do racionalismo :) e se é pra achar um culpado, melhor ainda que ele esteja morto hein? hahahah não pode se defender...
     

Compartilhar