1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Esperando Godot, Samuel Beckett

Tópico em 'Literatura Estrangeira' iniciado por Anica, 15 Mar 2008.

  1. Anica

    Anica Usuário

    Na primeira vez que li a peça (na verdade, um trecho da peça) achei simplesmente bobo. Aí uns anos depois li a peça inteira, e virou um dos meus textos favoritos de todos os tempos. Originalmente escrito em francês e então traduzido para o inglês pelo autor, a peça gira em torno de Estragon e Vladimir ("Didi" e "Gogo") que ficam esperando o tal do Godot sem nem saber a razão disso (ou ainda, quem é Godot).

    O interessante são as variadas interpretações que surgiram com o passar do tempo. Tem uma bastante curiosa: uma vez apresentaram a peça em uma penitenciária, e os detentos achavam que "Godot" era "Liberdade".

    Leitura das boas, até porque o Beckett brinca com palavras como ninguém. Mais do que isso: o modo como ele brinca com o tempo (e as distorções causadas pela memória) é também muito legal. Um exemplo:

    ESTRAGON:
    And if he doesn't come?
    VLADIMIR:
    We'll come back tomorrow.
    ESTRAGON:
    And then the day after tomorrow.
    VLADIMIR:
    Possibly.
    ESTRAGON:
    And so on.
    VLADIMIR:
    The point is—
    ESTRAGON:
    Until he comes.
    VLADIMIR:
    You're merciless.
    ESTRAGON:
    We came here yesterday.
    VLADIMIR:
    Ah no, there you're mistaken.
    ESTRAGON:
    What did we do yesterday?
    VLADIMIR:
    What did we do yesterday?
    ESTRAGON:
    Yes.
    VLADIMIR:
    Why . . . (Angrily.) Nothing is certain when you're about.
    ESTRAGON:
    In my opinion we were here.
    VLADIMIR:
    (looking round). You recognize the place?
    ESTRAGON:
    I didn't say that.
    VLADIMIR:
    Well?
    ESTRAGON:
    That makes no difference.

    Para quem tiver curiosidade e souber ler em inglês, tem a peça na internet:

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
  2. nanabehle

    nanabehle Usuário

    Uma das minhas peças preferidas, pelo menos no quesito "texto". Mas, até hoje, só vi uma 'versão' dela encenada, com apenas dois personagens (Vladimir e Estragon).
     
  3. Regente

    Regente Serenity Painted Death

    Estou lendo a tradução da Cosacnaify. Edição belíssima em capa-dura.

    É uma leitura fascinante. A escrita é deveras concisa e abre um leque infindável de interpretações, como a Anica comentou, e os diálogos são um show à parte: rápidos, monossilábicos e cômicos.

    Adoraria vê-la interpretada.
     
  4. coraliejones

    coraliejones Usuário

    Samuel Becktt é desesperador...Muito bom.

    Não sei se tem Esperando Godot mas no youtube tem alguns vídeos do projeto http://www.beckettonfilm.com/.

    Esse é meu preferido:
    http://www.youtube.com/watch?v=JlnRri6tk3s
     
  5. kika_FIL

    kika_FIL Usuário

    Comecei a ler ontem...adorei, muito engraçado. vou ver se termino hoje o segundo ato...
     
  6. ricorde

    ricorde Usuário

    Anica,
    li esta peça pela primeira vez por indicação de um amigo que trabalha com teatro. A primeira impressão foi de uma curiosidade irresistivel de ver onde ia dar aquele diálogo. Confesso que depois de algumas leituras do texto, procurei por outros textos de Beckett e também me surpreendi com a leitura de "O Inominável". Minha única frustação ainda é não poder ler em inglês como vocês, mas eu chego lá.
     
  7. kika_FIL

    kika_FIL Usuário

    Desesperadoramente engraçada eu diria...
     
  8. Anica

    Anica Usuário

    Uma coisa que eu acho legal são as outras personagens além de Didi e Gogo, Pozzo, Lucky e o menino. Teoricamente eles serviriam para dar aos protagonistas a ideia "real" de tempo, mas as três quando reaparecem no segundo ato simplesmente não lembram De Vladimir e Estragon, deixando tudo ainda mais nonsense. É genial. Fiquei com vontade de ler novamente ><
     
  9. kika_FIL

    kika_FIL Usuário

    No fim nem o leitor sabe se eles estavam lá mesmo ou não... ou se é de noite *olha para o céu* :P Ótima indicação Anica, só não sei se posso colocar lá no censo.... hehehe
     
  10. Jamil Assis

    Jamil Assis Usuário

    É uma leitura agonizante, mas muito engraçada.

    Os diálogos rápidos foi o que mais me impressionou. E quando Pozzo e Lucky voltaram e não lembravam de Didi e Gogo, aí eu perdi a cabeça.

    Demais!
     
  11. Anica

    Anica Usuário

    22,90 a edição da Cosac lá na Saraiva -> http://www.livrariasaraiva.com.br/produto/produto.dll/detalhe?pro_id=188726&ID=C9562F757D90A0116271F0282

    ^^
     
  12. Brianstorm

    Brianstorm Usuário

    A nem, por que não vi esse tópico antes? Acabei de fazer uma compra na Saraiva. Está 21,90.

    Mas tem essa edição da Cosac na biblioteca. Vou ver se pego lá.
     

Compartilhar