• Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

'Escoltado' por Valdemar Costa Neto, PR exige manutenção do espaço no governo Dilma

Morfindel Werwulf Rúnarmo

Geofísico entende de terremoto
Com a presença do deputado federal Valdemar Costa Neto (SP), réu no processo que investiga o escândalo do mensalão, dirigentes do PR (Partido da República) se reuniram na manhã desta quarta-feira com o presidente do PT, José Eduardo Dutra, para tratar da participação do partido no governo da petista Dilma Rousseff.

O partido da República tem atualmente o Ministério dos Transportes, pasta que é cobiçada por outras legendas, como o PMDB.

Na reunião de hoje, os integrantes do PR deixaram claro a Dutra que não aceitam perder espaço e reivindicaram inclusive ampliação, apesar de não terem alterado de forma significativa seu espaço no Congresso, um dos principais critérios usados pelo mundo político para definir a fatia de cada partido aliado no Executivo.

Tendo hoje 43 deputados federais e três senadores, o PR passará para 41 deputados e quatro ou cinco senadores em 2011 --o número final depende de decisões judiciais.

Na saída, apenas o presidente do PR, Alfredo Nascimento, e o senador João Ribeiro (TO) falaram com a imprensa. Nascimento, candidato derrotado ao governo do Amazonas, é o principal nome do partido para voltar a ocupar os Transportes.

"O espaço que temos hoje é relativo a 23 deputados [eleitos em 2006. Depois disso, o PR 'inchou' com o troca-troca partidário, tendo hoje 43] e três senadores. Hoje somos um pouco maiores do que isso",
ressaltou Nascimento.
"Mexer em time que está ganhando é complicado",
disse Ribeiro.

A Folha apurou que, na reunião, Costa Neto frisou que o PR é um dos partidos mais fiéis ao governo nas votações do Congresso e que está em vias de criar um bloco partidário com PP e PTB, o que ampliaria a força de pressão do grupo. Segundo relatos, ele também deixou claro que a posição do partido é de manter o espaço e ampliá-lo, se possível.

Fora dos holofotes desde o escândalo do mensalão, de 2005, o deputado mantém forte influência na legenda e intensa movimentação nos bastidores.

OUTRAS LEGENDAS


Ainda de acordo com relatos de integrantes do PR, Dutra ouviu as reivindicações e ficou de levá-las a Dilma assim que a presidente eleita retorne da viagem à Coreia do Sul, onde participa da reunião do G20 (grupo que reúne as 20 maiores economias do mundo).

O petista já se reuniu com dirigentes do PMDB, PSB, PSC, PDT, PP, PC do B, PTC, além do PR. No final desta manhã, o encontro era com lideranças do PRB. E ainda hoje ele se encontrará com representantes do PTN. Embora não tenha apoiado oficialmente a candidatura de Dilma, o PTB também deverá discutir sua participação no governo.

Após ouvir todas as legendas aliadas, Dutra apresentará um mapa a Dilma com as reivindicações. E as pressões também terão que ser cotejadas com as do próprio PT, cujas correntes internas já disputam espaço no governo. A Executiva e o Diretório do partido têm reunião marcadas para os próximos dias 18 e 19.

Fonte
 

Valinor 2020

Total arrecadado
R$1.495,00
Meta
R$4.800,00
Termina em:
Topo