1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Escolhendo o livro pela capa...

Tópico em 'Generalidades Literárias' iniciado por FRIDA, 12 Mar 2012.

  1. FRIDA

    FRIDA Usuário

    Amo literatura antiga, um livro bem escrito, desafiador...acho mais estimulante... alguns dizem que isso não dá certo..e sempre arrependemos..bom no meu caso sempre tive sorte.. atualmente estou lendo Mulheres apaixonadas de D. H Lawrence e me surpreendi..estou amando..e também escolhi pela capa, e pelo cheirinho de mofo...hahaha.... quem nunca fez isso?
     
  2. Lucas_Deschain

    Lucas_Deschain Biblionauta

    Adoro admirar as capas do livro também, tem vezes que mesmo tendo um título já, eu compro o mesmo só por causa da capa. E cheiro livros sim, sejam eles novos ou velhos, hehe.
     
  3. Mavericco

    Mavericco I am fire and air. Usuário Premium

    Essa coisa da capa eu senti na pele como é: li a edição da Fedra traduzida pelo Millôr, que tinha a Fernanda Montenegro na capa, e passei a peça inteira, inteira e inteirinha escutando e vendo a Fernanda Montenegro nos abismos de minha mente (e ela está com um black power estilosíssimo na capa, ainda por cima XD). Outro exemplo é minha edição do Cyrano de Bergerac, traduzida pelo Gullar, que tem o Antônio Fagundes. Mesma coisa, só que pior, visto que o Antônio Fagundes eu acompanhei durante muito tempo nas telenovelas, em especial aquela onde ele era o the boss de uma favela: aí você imagina a situação. Pois é.

    Agora quanto ao cheiro... Identifico alguns livros meus só pelo cheiro, como o meu Ulisses traduzido pelo Houaiss, a Divina Comédia pelo Cristiano Martins, o Retrato do Artista Quando Jovem da Abril Cultural, com um cheiro de remédio, minha coleção do Machado de Assis da Jackson, com um cheiro de mofo do milênio passado...
     
  4. FRIDA

    FRIDA Usuário

    Adoro ir á bibliotecas..só pra sentir aquele ambiente, aquele cheiro tao característico....quanto a escolher pela capa..tbm tenho outro método...quando vejo um livro reeditado 1 ou 2 ou até 3 vezes...logo imagino...deve ser bom...e sempre dá certo..me identifico de cara...e a capa...quanto mais simples e direta, melhor...
     

Compartilhar