1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)
  1. larissa arwen

    larissa arwen eu sou eu mesma

    como os "povos" da terra media aprendiam a ler e escrever.
    Tinha escola na terra media
     
  2. AragornII

    AragornII Usuário

    Escola como hoje acho que não.Era mais como na idade media,poucos sabiam ler e escrever,coisa que aprendiam com seus pais
     
  3. Smaug

    Smaug Cacho

    As crianças aprendiam a arte das armas, a história de seus povos, de suas regiões, e inclusive a ler e a escrever com suas famílias, pais e/ou mães ou com tios, tias ou "guardiões". É o caso de Aragorn, só para citar como exemplo:

    "Aragorn perdera seu pai morto por um Orc quando ainda era muito jovem. Dessa forma, sua mãe levou-o para Valfenda, para ficar aos cuidados de Elrond. Essa história lembra muito à de Tolkien, que perdeu seu pai aos três anos de idade e foi levado até seus tios e parentes por sua mãe na Inglaterra."

    "Nestes anos, Aragorn ficou conhecendo de tradições e culturas de guerra na companhia dos filhos do elfo. Ao ano de 2951, ficou sabendo de sua verdadeira linhagem, recebendo de Elrond os fragmentos da espada quebrada, usada contra Sauron."

    Trechos:
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    .
     
  4. Bagrong

    Bagrong RaG

    É, era mais uma cultura passada de boca-a-boca. Eu imagino que uma boa parte dos homens tinham esses ensinamentos, e os elfos praticamente todos (afinal eles tinham um bom tempo para aprender).
     
  5. Nilmë

    Nilmë Usuário

    Sem duvidas que era muito melhor que os dias de hoje .
     
  6. Shantideva

    Shantideva Adoro elfos ruivos!

    De certa foram sim e de certa forma não...se por um lado os pais tinha muito mais contato com com filhos do que tem hj e conseguiam passar valores morais e éticos atraves da educação informal que ocorria naquela época; por outro lado, acho que foi só pela educação formal(escolas e uiversidades) que conseguimos ter os avanços tecnológicos q temos hj, apesar do homem parecer estar se tornando mais primitivo a cada dia... :tsc: É, mas num dá pra ter tudo né?
     
  7. Smaug

    Smaug Cacho

    Ah não, tem que ver que são épocas diferentes. Penso que um elfo não gostaria de estudar numa universidade. O mundo tecnológico não é para elfos. A educação "flui" melhor ao ar livre. E até porquê o mundo que vivemos hoje seria o futuro de Arda de uma forma diferente de pensamento. :think:
     
  8. Shantideva

    Shantideva Adoro elfos ruivos!


    Ah..me referi apenas aos homens no comentário que fiz. Também não concebo elfos estudando em universidades, nem vivendo num mundo tecnológico como o nosso, eles pirariam. Se eles tivessem interesses por tecnologia, no sentido que nós aplicamos, antes mesmo do nascimento dos homens, eles já seriam uma potência.
     
  9. Naquele tempo ainda os conhecimentos sobre ciência, biologia, mesmo matemática e outras ciências não eram tão evoluidas sendo que tudo que uma criança humana ou élfica precisava saber ela aprendia com os mais velhos do povo, tradição mesmo.
     
  10. Loth Dur

    Loth Dur Usuário

    Acredito que seria como os indígenas...huahuahuahua
    Aprendendo sozinhos, com os pais, os mais velhos...
     
  11. Nilmë

    Nilmë Usuário


    Por isso mesmo que eu disse que seria muito melhor, porque o mundo que nós vivemos agora não me agrada tanto pela tecnologia, claro que a uso mas eu amo a TM e para min viver lá com a educação que eles recebiam seria maravilhoso.
     
  12. <_Witch King_>

    <_Witch King_> O Maior dos Nove

    Existia uma espécie de escola, onde as crianças aprendiam linguas básicas, um pouco de histótia e, provavelmente, começar um treinamento de guerreiro para os homens.
     
  13. Fharallwad

    Fharallwad Usuário

    Bem eu acho que como na idade média, ou seja atraves dos pais com cançoes, historias, formas e gestos.

    Porem eu só acho, pois nunca vi em lugar nenhum.
     
  14. Acho q naum....As pessoas aprendiam a ler e escrever de forma hereditária, de pais para filhos ou com outra pessoas. Como no caso do Faramir q aprendeu mto com o Gandalf, nos dias em q ele ia a Gondor.
     
  15. Statues Argonath

    Statues Argonath Fractus Exitus Rapitus

    Temos que ver que na terra média muitas pessoas sabiam ler e escrever, isso indica que a sociedade da terra média era mais avançada que muitas regiões do Nepal onde muitas pessoas não sabem ler nem escrever...

    Com certeza eles deviam aprender em casa e com os mais sábios da região, porém no livro não indica mas talvez existisse também muitos analfabetos das regiões mais pobres e devastadas da terra média.
     
  16. Aldamar

    Aldamar Creating a shining future...

    Eu acho que os tipos de estudo diferiam entre as raças:

    - Elfos: Eles provavelmente não tinham escolas, eles viviam numa sociedade que não estava sendo apressada, visto que seus membros não eram fadados à morte por velhice. Provavelmente eles aprendiam a ler e a escrever com seus pais, principalmente (na segunda e terceira era) o Sindarin, e o Quenya também devia ser passado de forma hereditária, mas apenas entre as castas nobres.

    - Humanos: Não duvido que existisse um tipo de escola, não sei se para crianças, mas o fato de um exército como o de Gondor ser bem organizado mostra que eles deviam ter algum tipo de "escola militar", mas não sei se ler e escrever seria uma matéria. Se não existissem escolas penso que deveria funcionar como na Roma antiga, os escribas, que eram cidadãos mais bem formados, eram pagos para redigir cartas e documentos para os que não tinham acesso ao conhecimento.

    - Anões: Eles tinham uma sociedade extremamente unida, assim como uma política extremamente fechada para os outros povos. Eles deviam aprender a ler e a escrever em seu idioma "secreto", mas acho que aprender outras línguas era privilégio das famílias reais.
     
  17. Shantideva

    Shantideva Adoro elfos ruivos!

    Acho que todos os Elfos tinha acesso à qualquer uma das línguas, mas aqueles de origem Noldor é que é que tinha mais interesse em aprender o Quenya, já que era a língua de seus antepassados. Duvido que entre os elfos, língua ou educação de um modo geral fosse algo elitizado.


    Pelo contrário, acho que eles deveriam ser meio que 'obrigados" a aprender outras líguas, principalmente westron, já que eles não gostavam de ensinar sua língua secreta a ninguém
     
  18. Aldamar

    Aldamar Creating a shining future...

    Perdão, realmente os anões deveriam aprender bastante línguas principalmente por ser um povo com comércio muito ativo.

    Mas sobre o Quenya eu discordo, ele foi esquecido por algum tempo, e sobreviveu à primeira era com muitas dificuldades. Thingol baniu o uso do Quenya por seus servidores, e na Ardalambion é também falado que o Quenya era conhecido basicamente pelos mestres de tradições. Portanto acho que era algo meio elitizado sim.
     
  19. larissa arwen

    larissa arwen eu sou eu mesma

    quer dizer que o quenya era direito de poucas pessoas ou que o quenya era mais buscado pelos noldor por ser a lingua de seus antepassados. pode ser as duas coisas tambem o quenya poderia ser elitizado pelos noldor. me confundi mais ainda.

    esse forum nao era para tirar duvidas?
    a minha curiosidade princioal voces sanaram, mas fizeram outra.
    alguem por favor explica isso, afinal o quenya e outras linguas era aberto a todos os elfos ou era elitizado?
     
  20. Shantideva

    Shantideva Adoro elfos ruivos!

    Nao acredito que o Quenya era uma lígua elitizada. O seu conhecimento não era privilégio de poucos, acho que de um modo geral todos aqueles que tivessem interesse poderiam aprendê-la. O problema é que ela era uma língua mais difícil que o Sindarin, e durante um bom tempo foi posta de lado, e no final da terceir era, apenas os mestres nas traições conheciam-na bem.
    Não conheço muito sobre esse assunto, talvez fosse o caso de vc procurar respostas no fórum líguas e escritas.
     
    Última edição: 16 Out 2005

Compartilhar