1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Eru... qual a dimensão dos seus poderes?

Tópico em 'J.R.R. Tolkien e suas Obras (Diga Amigo e Entre!)' iniciado por Tywin Lannister, 10 Set 2008.

?

Eru tem poder maximo?

  1. Sim, Eru tem poderes ilimitados, não intreferiu na guerra contra melkor porque quis testar as raças

    93,3%
  2. Não, Eru só tem poder criar a vida e não para a destruir

    6,7%
  1. Tywin Lannister

    Tywin Lannister Já fui Nómin e Baldwin

    Hoje estava pensando "Tolkien era cristão. Ora como cristão, ele colocou Eru na sua historia para substituir Cristo" e então disse para mim mesmo "Mas qual a dimensão dos seus poderes? E porque ele não interviu na guerra contra Sauron, uma vez que Melkor poderia ser tao forte quanto ele mas Sauron era um maiar, ou seja mais fraco? Que foi feito dele na segunda e terceira era? será que os homens acreditam nele apenas como um mito ou como algo real? ou será que eles o desconhecem?"... E foi por isso que abri este tópico.

    Para ver essas perguntas respondidas, já que não as encontrei sozinho. Eru e uma criatura ao nivel sagrado, um deus da terra media. Mas poderia ele fazer dela o que quisesse? Ou os seus poderes eram limitados?

    Na wikipédia diz:

    "Eru Ilúvatar é o nome do Deus Supremo na obra de
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    . É o criador onipotente, tendo delegado, porém, a maioria de suas ações dentro da Terra (
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    ) aos
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    ."

    Mas então ele deveria poder deter Sauron e Melkor? Porque não o fez? Isso leva.me a pensar que os seus poderes eram limitados, e secalhar poderiam apenas servir para criar a não para derrotar e para destruir. Mas ele e o Deus supremo e (por exemplo) Melkor pode detrupar e destruir, ele tambem devia poder.

    Peço uma resposta

    Abraços
     
  2. Numenorean

    Numenorean Usuário

    Ele tem poder para destruir a vida, veja o exemplo de Numenor, destruiu a ilha e todos os que nela habitavam.

    Quanto a Melkor e Sauron, ele aí não interferiu, julgo que não quereria interferir com o livre arbitrio tanto de Homens com de Elfos. Além do mais que a governação de Arda era responsabilidade dos Valar, e só quando eles abdicaram da governação desta (aquando do desembarque de Ar-Phârazon em Aman) é que Eru decidiu finalmente intervir.
     
  3. Vilya

    Vilya Pai curuja, marido apaixonado

    Onipotente.

    Questionar os porquês está ao nosso alcance, compreender (talvez?) não.

    Não vou responder a enquete pois nenhuma das duas respostas está correta. A segunda é errada por inteiro e a primeira estaria correta se não incluísse a parte "não intreferiu na guerra contra melkor porque quis testar as raças".
     
    Última edição: 11 Set 2008
  4. Ainu

    Ainu Usuário

    Se Eru interfirisse de interfirisse, tentando ajudar, ou acabar com o problemas os seus primogenitos não passariam de fantoches!
    Ele cria cada um com seu jeito e habilidade, e os coloca em Arda, mas se a cada problema que surgisse ele interfirisse os elfos e os homens não teriam uma vida não poderiam tomar decisões sozinhos!
    Eru tinha sim todo o poder, mas não via necessidade de entrar em cada problema por que Arda passasse!
    Não votei em nenhuma, pois nenhuma está correta em minha opinião!
     
  5. Tywin Lannister

    Tywin Lannister Já fui Nómin e Baldwin

    Mas Melkor era um Ainur, ou seja, uma das criaturas inicialmente criadas por eles e, ainda por cima, o mais forte. Não faria sentido ele o matar?
     
  6. Eru não interviu na guerra contra Melkor e Sauron porque ele percebeu que tantos os elfos quantos homens e os valar poderiam dar conta de resolver os problemas existentes em Arda.
     
  7. gorgol

    gorgol Não sou mesmo um

    Eru tinha poderes ilimitados, ele podia tudo! Ele criou a Terra e tudo o qe nela existe, ele criou os ainur atraves do seu pensamento! :mrgreen: Ele poderia até ter destruído o Um, mas qual seria a "piada"? Qual seria a piada de, sempre que houvesse um conflito, Eru aparecesse e resolvesse tudo? Por algum motivo ele deu vontade própria aos seus Filhos, qem sabe se o Melkor, Sauron, o Um não estavam nos planos d' Ele? Qem sabe se o anel não foi parar as mãos de Frodo por influencia de Eru? Ele deu a vontade propria as suas criações, para elas se regerem e decidissem por elas próprias, senão como a Ainu disse, os seus primogenitos não passariam de fantoches...
     
  8. LeOoOzin

    LeOoOzin Usuário

    Claro que Eru podia tudo. Ele era como se fosse um Deus.Mas deixou tudo do jeito que estava pois, de acordo com ele, tudo que de Mal acontecesse em Arda, no final acabaria servindo para o Bem e glorificando o trabalho de Eru. Não são exatamente essas palavras usadas no livro, mais vocês entenderam. Vou ver se acho onde fala isso e vou editar
     
  9. Tuor

    Tuor Usuário

    Eru tinha poderes ilimitados. Vejo que ele não interferia porque era assim que ele tinha escolhido fazer: deu vontade própria aos seus filhos para que pudessem agir conforme quisessem, fazendo isso e consertando aquilo. No caso de Númenor, foi como se os Valar por um momento abrissem mão de "regerem" Arda e dessem a vez para que Eru se manifestasse julgando aquela situação.
     
  10. gorgol

    gorgol Não sou mesmo um

    Ele era Deus! :mrgreen: Ele era o Deus supremo e todo poderoso de Arda...
     
  11. Menegroth

    Menegroth Bocó-de-Mola

    Pára tudo!8-O


    Erado.
    Se essa comparação existisse, Eru seria DEUS e não Cristo. Que apesar de serem a mesma coisa, eram personificações diferentes.
    Não existe isso nos livros de Tolkien (santíssima trindade). Existe somente um. ILUVATAR.
    Ele é o único. O Alfa e o Omega.

    Totais.

    Muitas perguntas, que são facilmente respondidas em no Silma.

    Ele não era um Deus ele era O UNICO DEUS.
    Nada mais forte existia que Eru. Era dele a Chama Imperecível.
    Sim ele tinha poder para tudo.
    Porque ele não interferiu? Oras, no Silma tá claro. Quando ele cria a Arda ele diz que o futuro dela é o futuro de seus filhos.


    Como eu disse. Aquilo (arda) era para seus filhos. O que acontecer ali é problema deles, porque ele (Eru) já sabia como terminaria e estava satisfeito com isso.
     
  12. Tywin Lannister

    Tywin Lannister Já fui Nómin e Baldwin

    Em primeiro lugar, so a titulo de nota informativa: não sou cristão. então não percebo nada de santissima trindade nem nada disso. Como vejo e sempre vi cristo como o deus dos cristão, disse que Eru era o Cristo de Tolkien no sentido em que Eru era a criatura maxima da Terra Media tal como Cristo e a criatura maxima da terra, para os cristão.

    Em segundo, eu ainda não li o silma, e o unico.

    Em terceiro eu disse "UM deus" porque no nosso "mundo" ha varios, tal como ha varias relegioes, tentando dizer "equivale a UM dos nossos deuses"

    Quanto ao seu esclarecimento final e a resposta "total" a pergunta "qual a dimensão dos seus poderes?" agradeço imenso colega :mrgreen::mrgreen::mrgreen:
     
  13. Tarik Khalil

    Tarik Khalil Usuário

    Eru éra onipotente, quanto a por que ele ajudava ou não permito que o filósofo grego Epicurus faça um comentário:

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
  14. Snaga

    Snaga Usuário não-confiável!!!

    Vamos por partes:

    Não, não foi pra substituir Cristo. Não existe Cristo na Mitologia Tolkieniana. Sendo que suas histórias representam o passado do nosso mundo, então Cristo só viria a aparecer muitos anos após o término de seus contos (ou seja, há 2000 anos atrás).

    Eru está ali representando Deus, o Todo Poderoso. Representando e não substituindo!

    Eru era Onipotente, Onipresente e Oniciente!

    Ou seja tinha poderes infinitos!

    Melkor jamais seria mais forte que Eru. Mesmo que ele tenha desafiado e crescido diante de Eru logo após a Música dos Ainur, Melkor jamais chegou sequer aos pés de Eru.

    E o fato dele não intervir é o seguinte: Eru deu livre-arbítrio a todos os seres que criou, ou seja, qualquer coisa que fosse feito seria problema deles.

    Sem contar que intervir seria o mesmo que "mimar" seus filhos. Afinal, todos precisam passar por dificuldades para crescer e evoluir!

    E no fim das contas, tudo fazia parte dos planos de Eru.

    Eru tinha uma presença muito forte na Segunda Era. Em Númenor existia um altar totalmente dedicado a Ele bem no alto da montanha central de Númenor (esqueci o nome dessa montanha).

    Já na Terceira Era, Eru também era lembrado. Lembre-se da refeição que Frodo teve em Ithílien, junto com Faramir. Ali, à mesa, Faramir fez o ritual dos Gondorianos, olhando para o Oeste antes de começar a comer e explicou dizendo algo como: "olhamos para o Oeste, na direção daquela que Foi, daquela que é e daquele que sempre será". Ou seja, Númenor, Valinor e Eru.

    Sim, claro que poderia! Tal como ele a criou, também poderia destruí-la! Mas não o fez, afinal aquela era a morada de seus filhos!

    Lembre-se que Wikipédia nunca é uma fonte segura.

    Terra = Arda
    Universo = Eä

    Ou seja, diferente do que você citou.

    Acho que já respondi tudo isso aí pra cima, né?!

    Claro que não! Não faria sentido nenhum.

    Ilúvatar era o Bem! O bem não mata. Não destrói. Não causa danos a ninguém, a não ser que seja realmente necessário.

    Eru cometeu um erro (ou não) ao criar Melkor e, dentro de sua própria vontade, só poderia dar-lhe uma lição. Jamais destruí-lo! Eru, atravez das ações de outros talvez, deveria fazer com que Melkor compreendesse a verdade sobre tudo (e foi isso que o próprio Eru fez ao conversar com Melkor no Ainulindale).

    No fim das contas, o que posso dizer é que Eru não interferia porque não queria e não porque não podia.

    E eu respondi a enquete cedo demais, porque, como disse o Vilya, ambas as opções estão erradas!
     
    • Ótimo Ótimo x 1
  15. Menegroth

    Menegroth Bocó-de-Mola

    Não respondi algumas coisas justamente porque percebi que você não leu o Silma, como muitos aqui.
    MAs que bom que pude ajudar.
     
  16. Tywin Lannister

    Tywin Lannister Já fui Nómin e Baldwin

    Muito bom de verdade
     
  17. Tywin Lannister

    Tywin Lannister Já fui Nómin e Baldwin

    O bem não mata nem destroi? bem então não sei quantos orcs e etc gandalf (bem) e os elfos (bem) mataram.
     
  18. Snaga

    Snaga Usuário não-confiável!!!

    Vamos reler a frase:

    Bem com letra maiúscula. É sutil, mas muda muita coisa. É o bem absoluto, aquele que é justo, a representação perfeita da piedade, caridade e tudo o mais.

    E acho que não leu o final da minha frase que diz: "a não ser que seja realmente necessário".

    Eru estava acima de tudo isso. Gandalf ou matava ou morria!
     
  19. Tywin Lannister

    Tywin Lannister Já fui Nómin e Baldwin

    Então você esta dizendo que não era realmente necessário matar naquela ocasião? E onde diz isso sobre Eru?
     
  20. Snaga

    Snaga Usuário não-confiável!!!

    Não exatamente com essas palavras. Mas a conversa entre Eru e Melkor deixa claramente entendível a visão de Eru.

    Sem contar que Eru é a representação do Deus cristão, o que não deixa dúvidas das suas capacidades e vontades.
     

Compartilhar