1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Em entrevista, Peter Jackson fala sobre O Hobbit com o Primeiro Ministro

Tópico em 'O Hobbit - os Filmes' iniciado por Administração Valinor, 3 Out 2011.

  1. Administração Valinor

    Administração Valinor Administrador Colaborador

    O TheOneRing.net publicou a transcrição da entrevista que o diretor Peter Jackson deu ao Primeiro Ministro neozelandês, John Keys, na estação Radio Live. Abaixo, a tradução das partes de maior interesse (obrigado pela dica, Adão Ferri!): PM John Key: [...] Diga-me como é que vai com O Hobbit, meu amigo? Sir Peter Jackson: [...]Artigos relacionados:
    1. Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    2. Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    3. Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

     
    • Gostei! Gostei! x 1
  2. Eriadan

    Eriadan Usuário Usuário Premium

    WTF?! Eu não sabia disso. :uau: Como é que resiste? A primeira coisa que eu ficar louco pra fazer depois de terminar um trabalhão desse é assisti-lo pronto.
     
  3. Neoghoster Akira

    Neoghoster Akira Brandebuque

    Curiosa a pergunta que foi feita sobre a possibilidade de ser o filme mais caro, apesar de a relação "filme bom/dinheiro" sempre depender mais da boa condução e direção. Será que o valor do acordo inicial para produção vai deixar um espaço para que o orçamento flutue e seja um pouco maleável em razão de ser um filme com grande possibilidade de retorno financeiro?

    Me chama atenção que para se obter o impacto massificado de SdA de 10 anos atrás em O Hobbit consideramos que o filme foi influenciado pelo tamanho da economia mundial e do acesso a informação do público, que eram menores na época de SdA. Para conseguir o mesmo impacto nas projeções de hoje a indústria do cinema tem recebido pressão para puxar para cima as cifras que financiam projetos de ponta e de grande influência como foi o caso de Avatar.

    Resta saber que tipo de marco os produtores vão buscar, se um marco tecnológico, um marco do cinema ou algo pessoal voltado para a visão dos livros ou do diretor como é o caso de algumas produções mais pessoais de PJ. Como o marco tecnológico parece ser mais dependente de dinheiro eu penso que o melhor resultado é quando conseguem uma fórmula para que o filme envelheça bem e essas escolhas transparecem quando ele fala que tem que encontrar um monte de soluções todos os dias.
     

Compartilhar