1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Elfriede Jelinek

Tópico em 'Autores Estrangeiros' iniciado por imported_Ariane, 16 Jul 2010.

  1. imported_Ariane

    imported_Ariane Usuário

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    [align=justify]Elfriede Jelinek (Mürzzuschlag, Áustria, 20 de Outubro de 1946) é uma novelista e autora de peças de teatro austríaca. Jelinek mora em Viena e Munique.
    Foi agraciada com o Nobel de Literatura de 2004, "por seu fluxo musical de vozes e contra-vozes em novelas e peças que, com extraordinário zêlo linguístico revela o absurdo dos clichés da sociedade e seu poder de subjugo".[/align]

    Eu não acredito que os livros de Jelinek já foram publicados em língua Portuguesa, por isso é meio idiota postar aqui e talvez dispertar a curiosidade de leitores assíduos que não falam alemão, mas os escritos da mulher me fascinam. Eu li “Prinzessinendramen” (Dramas de Princesas – tradução livre) e o meu professor de História do Teatro elogiou-a tanto que eu decidir me aprofundar. Estou termindando agora “Die Liebhaberinnen” (As Amantes – tradução livre). Preciso dizer que eu não conheço ninguém que escreva como ela. No início do livro eu me diverti a valer com o sarcasmo dela, mas agora, perto do fim, eu tenho vontade de jogá-lo na parede e ao mesmo tempo não tiro os olhos das páginas. Ela escreve me maneira provocante, irritante e sínica.

    Não esquecendo que ela é a autora de "A Pianista". O filme francês é baseado em sua obra. Eu ainda não li, mas está na lista. hehehehe

    Para quem tiver mais interesse eu posso escrever um artigo sobre ela e e seus livros (que eu li) e mandar pra Anica postar no blog do Meia. Ela tem uma história de vida muito louca... hahahahaha

    Alguém já ouviu falar nela?
     
  2. Gustavo Campello

    Gustavo Campello Usuário

    Tem umas editoras brasileira que marcam touca, tem tanta coisa boa pra se publicar, tem espaço pra tanta coisa e elas ficam relançando coisas que outras lançam....
     
  3. imported_Ariane

    imported_Ariane Usuário

    [align=justify]Semana passada eu descobri que Elfriede Jelinek escreveu a continuação da famosa peça de Henrik Ibsen "Casa de Bonecas". Na peça Ibsen discute a emancipação feminina e as condições do matrimônio na época. A peça termina com Nora, personagem principal, batendo a porta atrás de si, abandonando assim seu marido e filhos. Jelinek escreveu a continuação da história, contando como a vida de Nora se desenvolveu depois que ela saiu de casa.
    Bem, como em todas as histórias de Jelinek, os bons perdem para os maus e Nora se complica toda como mulher disquitada no início do século XX.

    O post foi só uma curiosidade! heheh


    AH! Para os interessados: o livro "A Pianista" tem tradução em Português sim. :sim:

    [/align]
     

Compartilhar