1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Elfos e cavernas

Tópico em 'J.R.R. Tolkien e suas Obras (Diga Amigo e Entre!)' iniciado por Fimbrethil, 19 Abr 2008.

  1. Fimbrethil

    Fimbrethil Esse chato é um

    Vejam esse trecho do livro Senhor dos Anéis:

    "Mas Moria é um nome élfico, conferido sem amor, pois os eldar, apesar de serem capazes de criar fortalezas subterrâneas quando fosse necessário, como em suas amargas guerras comtra o Poder Escuro e seus servidores, não habitavam tais lugares voluntariamente. Eram apreciadores da terra verde e das luzes do firmamento, e Moria, em sua língua, significa Abismo Negro."

    (SDA, vol, único, apêndice F, pag. 1201)

    Eu fiquei em dúvida, porque até o Finrod eu aceito que tenha "construído" Nargothrond para se esconder de Morgoth, mas Thingol, quando "construiu" Menegroth, acho que não. Nessa época Melkor ainda estava preso em Aman, não estava?:think:
     
  2. Shantideva

    Shantideva Adoro elfos ruivos!

    Sim, mas Sauron e orcs habitavam a TM, não eram tão poderosos quanto seu mestre, mas pertubavam bastante.
     
  3. Fimbrethil

    Fimbrethil Esse chato é um

    é, pode ser. |Obrigado, Shantideva.:)
     
  4. Finwë Fëfalas

    Finwë Fëfalas Nas Echoriath...

    Só que não foram só os Elfos que construiram as caverna subterraneas...

    Houve muita participação dos Anões nisto.

    Em Menegroth, Nargothrond, entre outras...
     
  5. Almirante Ackbar

    Almirante Ackbar Usuário

    Cali, é só não generalizar os elfos... por exemplo:

    Nem todos os elfos são bonzinhos Fëanor fez coisas que quando a gente ler, ficamos puto (eu posso falar isso). Meaglir é outro que "vendeu" o seu povo somente para ficar com Idril. E assim podemos dizer que nem todos que vivem em cavernas são infelizes em suas moradas como você mesmo disse Menegroth era um lugar em que os elfos Sindar se orgulhavam!

    Outro detalhe, todas as vezes que os elfos vão contruir moradas nas rochas seus irmão adotivos sempre estão lá para ajuda-los (anões) como Finwër disse, Menegroth, Nargothrond e até os salões de Thranduil foram feitas com ajuda principalmente dos anões.

    É só não generalizar!:joinha:
     
  6. Rogério Magno

    Rogério Magno Guarda da Cidadela

    Há contradições... Pois mesmo os Elfos da Floresta Negra viviam sob uma colina. No entanto deemos levar em conta que quem escreveu o SdA foram Hobbits (na história interna do conto), e portanto, Tolkien deve ter inserido essa diferença propositalmente, pois eese era o ponto de vista dos Hobbits sobre os Elfos de sua época.

    Na verdade as forças de Morgoth e seus aliados estavam derrotados, escondidos e TENTANDO se reagrupar e se reorganizar. Thingol foi morar em Menegroth das Mil Cavernas por vontade própria, a influência de qualquer mau naquela época era insignificante.

    Isso não muda o fato de que todas foram "encomentas" dos Eldar. Eles podem não ter construído por sí, mas foi para eles que estas cidades/fortalezas foram construídas (com exeção de parte de Nargothrond, que ja era habitada pelos anões parentes de Mîm)
     
  7. Fimbrethil

    Fimbrethil Esse chato é um

    não sou eu que tô generalizando, é o Tolkien...
     
  8. Fimbrethil

    Fimbrethil Esse chato é um

    Na verdade, eu acho que a melhor reposta é a do Rogério, que lembrou que o livro vermelho foi escrito pelos hobbits e eles estavam pensando em elfos da sua época. Mas mesmo assim é estranho, porque eles tinham conhecimento da Primeira Era...
     
  9. camila*

    camila* Usuário

    De fato, os elfos preferiam morar na floresta, Cali. Mas eles não construíram Menegroth sozinhos. Os anões os ajudaram.

    Alias, Thingol tinha bom contato com os anões e esses sempre lhe prestavam favores. E Menegroth foi construída de forma inspirada a reproduzir uma floresta. Não era só túneis e túneis. Alias, foi um dos trabalhos mais lindos dos elfos na primeira era.

    ----

    Cali, esse trecho, retirado desse
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    é interessante também e sana a sua dúvida:

    Provavelmente a “cidade” mais grandiosa da Terra Média foi a fortaleza Sindarin – Menegroth. No Silmarillion ficamos a saber que Thingol e o seu povo começaram por morar nas florestas de Neldoreth e Region. Foi só ao fim da terceira era de cativeiro de Melkor (em Valinor) que Melian advertiu Thingol de que a paz de Arda não duraria para sempre. Melian era uma Maia e “possuía uma grande previsão, à maneira dos Maiar”. Thingol pensou então numa maneira de construir uma morada real que ao mesmo tempo servisse de fortaleza. Nesta altura Thingol tinha já travado conhecimento com os anões de Nogrod e de Belegost e estes eram recebidos no seu domínio, Elwë recorreu então aos anões de Belegost e pediu-lhes que o ajudassem e aconselhassem de forma a construir uma grande fortaleza. O seguinte texto é um excerto do Silmarillion:

    “... e procurou a ajuda e o conselho dos anões de Belegost. De boa mente lhos deram, pois nesse tempo eram infatigáveis e estavam sempre ansiosos de novos trabalhos; ... dessa vez consideraram-se pagos, pois Melian ensinou-lhes muitas coisas que eles estavam interessados em aprender e Thingol recompensou-os com muitas e belas pérolas... Por isso os Naugrim trabalharam longa e gratamente para Thingol e conceberam para ele mansões à maneira das do seu povo, profundamente escavadas na terra. Onde o Esgalduin corria e separava Neldoreth de Region erguia-se, no meio da floresta, um monte rochoso a cujos pés o rio passava. Aí fizeram as portas do palácio de Thingol e construíram sobre o rio uma ponte de pedra, única maneira de se poderem transpor as portas. Para lá delas desciam largos corredores para altos salões e câmaras, abertos a grande profundidade na pedra viva, tantos e tão grandes que a essa residência se chamou Menegroth (Mil Cavernas).”
     
    Última edição: 22 Abr 2008
  10. Gerbur Forja-Quente

    Gerbur Forja-Quente Defensor do Povo de Durin

    Camila falou bem.

    Menegroth eram de fato, As Mil Cavernas, pois como muitos disseram, eram em grande parte obra dos anões, mas os anões não trabalharam sozinhos nessa obra, os próprios elfos trabalharam nela também. Eram cavernas, mas em suas paredes existiam faias com animais e pássaros subindo por elas e espiando, tudo em mármore. Imagina que bonito! Os elfos não estavam mais em suas florestas verdes, mas também não estavam em cavernas escuras e sem vida, estavam numa floresta de pedra, uma obra-prima do trabalho conjunto de elfos e anões, povos que estão sempre brigando, mas quando decidem se unir para fazer algo, são insuperáveis. Como o polêmico Nauglamir!

    Outra característica bonita de Menegroth é que Melian trabalhou nele também, e junto com suas servas, colocou suas visões do passado e do futuro do mundo nos tapetes de Menegroth, imaginem que loucura de bonito? Você caminhando pelo palácio ir conhecendo a história do mundo, o que foi e o que será a medida que caminha, bonito e poético. É interessante que Melian colocou essas visões em tapetes, você caminha e passa sobre esses tapetes, como caminhamos e passamos pelo tempo, e assim vamos conhecendo a história. Adorei.

    Menegroth devia ser estupenda, e foi realmente, uma grande perda.
     
  11. Anwel

    Anwel Nazgûl Cavaleiro

    A camila explicou bem, e a complementação do Gerbur melhorou a questão mais ainda!

    Acho que Menegroth era uma mistura (o tanto quanto possível) de uma caverna com uma floresta. E o fato das "Mil Cavernas" permanecerem rodeadas de árvores ajudava um pouco também.
     
  12. Dorak

    Dorak -Morgoth! Não me chame de

    Camila respondeu muito bem e Gerbur exemplificou bem a beleza do local.
    Ressalto ainda um trecho na fala de Gerbur, que é uma das maiores verdades da Terra-média.

    Menegroth é... "uma obra-prima do trabalho conjunto de elfos e anões, povos que estão sempre brigando, mas quando decidem se unir para fazer algo, são insuperáveis."
     
  13. Eów Dernhelm

    Eów Dernhelm Amigável mesmo sendo um...

    Gostei muito do post da Camila e do Gerbur (como sempre maravilhoso); Quando vocês dizem que os elfos e anões quando se juntam são insuperáveis acaba sendo uma coisa fácil de ser notada por 3 motivos:

    1º Os anões gostam semrpe de realizar seus trabalhos bem feitos;
    2º Os elfos são detalhistas e perfeccionistas atentos a cada detalhe por minúsculo que seja; e
    3º Eles são tão competitivos entre as duas raças que eles jamais aceitariam fazer um serviço de qualquer jeito e dar brecha pra algum comentário crítico.



    Porém eu achei este comentário do Almiorante um pouco sei lá sabe.
    Eu não acho que o Fëanor seja mal; eu acho apenas que ele era orgulhoso demais para admitir que esteve errado em vários momentos da sua vida.
     
  14. Gerbur Forja-Quente

    Gerbur Forja-Quente Defensor do Povo de Durin

    Puxa, muito obrigado mesmo, que elogiu! :abraco:

    Certeza! Imagina se uma das duas raças relaxasse um pouquinho numa obra e conjunto, JAMAIS! Eles prefeririam ir para as masmorras de Angband que um cara da outra raça olhasse e visse falhas em seu trabalho, :lol::lol::lol:

    Então... Fëanor é um caso a parte mesmo. Esses dias estava pensando se ele fez tudo que fez pelas silmarils mesmo ou se foi por causa da morte do pai. Cheguei a pensar que ele fez tudo isso pela morte do pai, embora usou as silmarils como pretexto para fazer tudo o que fez, pensando que talvez seria mais compreendido se o pretexto para isso fossem as pedras que continham a Luz de Valinor (um bem maior, algo que pertence a todos, algo mais coletivo, em detrimento da morte do pai, que apesar de ser querido por muitos, era o seu pai e talvez isso soasse aos ouvidos de outros como algo mais pessoal, individual e até egoísta.

    No fim da história, ele ficou como o louco egoísta de qualquer forma... e talvez esse seja o maior mal que Morgoth fez a ele, mais que lhe privar das silmarils ou matar seu pai, mas lhe dar uma vida de obssessão e imcompreenssão. Mas esta é uma outra história...
     

Compartilhar