1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Eleições Presidenciais nos EUA

Tópico em 'Atualidades e Generalidades' iniciado por Fingolfin, 3 Jan 2008.

  1. Fingolfin

    Fingolfin Feitiço de Áquila

    Começa hoje as prévias para a eleição presidencial nos Estados Unidos com as primárias dos partidos republicano e democrata no estado de Iowa.

    Os principais candidatos por ambos os partidos são:

    DEMOCRATAS:
    HILLARY CLINTON, 60, seria a primeira presidente mulher da história dos Estados Unidos. É senadora por Nova York e era a primeira-dama quando seu marido, Bill Clinton, foi presidente, entre 1993 e 2001. Vem enfatizando a assistência à saúde aos 47 milhões de norte-americanos que não possuem seguro saúde e critica os adversários por falta de experiência. Vem liderando as pesquisas de opinião, mas a disputa pela vaga na chapa está apertada nas prévias de Iowa e New Hampshire.

    JOHN EDWARDS, 54, foi senador por um mandato pela Carolina do Norte e concorreu à vice-presidência nas eleições de 2004. O combate à pobreza é seu maior lema de campanha. Chamou seu voto autorizando a ação militar no Iraque de um erro, e defende o retorno dos soldados. Sua mulher, Elizabeth, está tratando uma recaída de câncer.

    BARACK OBAMA, 46, é senador estreante representando Illinois, e seria o primeiro presidente negro do país. É contra a guerra no Iraque desde o princípio e tenta passar a imagem de uma figura inovadora. Está quase empatado com a líder Hillary Clinton nas pesquisas recentes em Iowa e New Hampshire, mas sua posição não é tão boa nas sondagens nacionais.

    REPUBLICANOS:
    RUDY GIULIANI, 63, é ex-prefeito de Nova York e tenta reforçar sua candidatura com sua atuação na época dos ataques de 11 de setembro de 2001. Rejeitado por muitos eleitores conservadores por apoiar o direito ao aborto, o controle sobre as armas e o direito dos homossexuais, foi endossado pelo líder evangélico Pat Robertson. Liderou a maioria das pesquisas nacionais, mas não está na frente nos primeiros Estados a realizar primárias.

    MIKE HUCKABEE, 52, é ex-governador de Arkansas e pastor batista na cidade de Hope, onde nasceu o ex-presidente Bill Clinton. Conquista votos conservadores com suas crenças religiosas e a oposição ao aborto e ao casamento gay, que quer ver proibidos na Constituição. Conhecido pela sagacidade e pelo senso de humor, tem sido criticado pela falta de conhecimento sobre política externa.

    JOHN MCCAIN, 71, senador por Arizona, estudou na Academia Naval e participou da guerra do Vietnã. Abatido em 1967, passou 5 anos e meio como prisioneiro de guerra. É conservador, pró-business e contrário ao aborto. Apóia a guerra no Iraque e defendeu o envio de mais soldados para conter a violência. Teve problemas estruturais no início da campanha, mas ganha força em Iowa e New Hampshire.

    MITT ROMNEY, 60, ex-governador de Massachusetts, estudou em Harvard e gosta de passar a imagem de uma alternativa mais conservadora. É contra o aborto e o casamento gay, embora no passado tenha sido a favor. Filho de um pré-candidato à Presidência em 1968, ele seria o primeiro presidente mórmon se eleito. Perdeu terreno em Iowa e New Hampshire, onde liderava, e vem recorrendo a uma campanha agressiva.

    **********************

    E aí? Quem leva? Será que teremos uma Mulher ou um Negro candidato pelo partido dos democratas. Algo difícil de se imaginar em um país tão conservador quanto os EUA. E mais, eles podem concorrer com um candidato a favor do aborto (:joy:) e do casamento gay. Ou será que vamos ter mais um candidato de um estado interiorano americano que se elegerá pregando que a "América é o melhor país que existe e que por isso tem de se defender das demais nações"?
     
    • Ótimo Ótimo x 1
  2. Ana Lovejoy

    Ana Lovejoy Administrador

    Eu não sabia que o Giuliani era republicano. O foda é que o cara tem uma moral tremenda, é só colocar as imagens e discursos dele na época do 11/9 e pronto. Eu estava achando que desta vez era democratas com certeza, mas o Giuliani no páreo a eleição já não é tão óbvia assim.
     
  3. TT1

    TT1 Dilbert

    JOHN MCCAIN é a coisa mais retrógrada que existe (se bem que esse Mike aí, hein? credo...) . Tomara que o Rudy detone ele.

    Prefiro que a Clinton II ganhe, na verdade. Ela seria meio que uma volta do Clinton ao poder e isso seria bom pra todo mundo.
     
    Última edição: 3 Jan 2008
  4. Menegroth

    Menegroth Bocó-de-Mola

    É..eu contava como uma eleição fácil para a Hillary mas não sabia do Giuliany...

    Ele me cheira a encrenca mas é um candidato fortíssimo...
     
  5. Fingolfin

    Fingolfin Feitiço de Áquila

    Pois é, faz tempo que eu digo que essa vai ser barbada pro Giuliani. Principalmente pq ele vai concorrer contra uma Mulher, um negro ou um cara que perdeu as ultimas prévias pro Kerry. Nos EUA acho MUITO difícil de uma mulher ou um negro ganhar.

    Além disso o Giuliani tem exatamente essa visão que a Joy tem, ele é quase um democrata e consegueria tanto os votos conservadores dos republicanos como alguns dos votos dos mais liberais.

    O problema maior dele é justamente dentro do próprio partido, que por ser de maioria conservadora acham o Giuliani muito liberal para representar o partido na Casa Branca. Já os outros 3 vão bem mais de encontro com a política que colocou o Bush no poder. Um é pastor, o outro é mórmon e o terceiro é militar. E conhecendo a política americana, não seria surpresa se um destes ganhasse.

    PS:
    Vale dizer também que a Hillary e o Obama estão em empate técnico com a preferencia de 28% do eleitorado cada mas que o Edwards vem subindo nas pesquisas e já está com 26% sendo considerado praticamente um empate técnico.
     
    Última edição: 3 Jan 2008
  6. Takezo_

    Takezo_ Usuário

    minhas apostas estão em hillary e giuliani na disputa. Espero q a Hillary ganhe. Não vai mudar nada na política cafajeste e imperialista norte-americana mas tá na hora das mulheres mostrarem suas forças heheh
     
  7. Cad

    Cad The punishment is loneliness.

    Eu aposto minhas fichas nos democratas.
    60% na Billary e 40% no Bama.
     
  8. CirdanDoOeste

    CirdanDoOeste Lord sobre Mithlond

    queria muito que a HILLARY CLINTON ganhasse , ja que ela é mulher deve maneira nessa questão de guerra e finalmente acabar com elas, e tambem ela vai receber conselho do marido dela é claro, e convenhamos ele ate que foi um bom presidente.
     
  9. Lordpas

    Lordpas Le Pastie de la Bourgeoisie

    Giuliani não tá tão bem assim nas pesquisas de intenção de votos em nenhum cenário.

    Madame Clinton lidera todas. Só tá acirrado dentro do partido mesmo.

    O maior perigo aos democratas e o roubo de votos por parte de candidatos independentes, como aconteceu com o Al Gore na eleição passada mesmo. Mas acho muito difícil os republicanos levarem porque com eles, vem a defesa do governo Bush claramente execrado por grande parte da mídia estadunidense.
     
  10. Ana Lovejoy

    Ana Lovejoy Administrador

    Huckabee e Obama na primeira prévia (Iowa).
     
  11. Menegroth

    Menegroth Bocó-de-Mola

    Olha...o Obama eu até entendo mas o Huckabee 8-O...
    Americano escolhe os presidentes da mesma forma ruim que nós brasileiros...
    Povo doido... :cool:
     
  12. Alanië

    Alanië Usuário

    Mas o Huckabee tem a cara do conservadorismo americano. Não me impressionou mto. Fico pensando no Obama: será que o cara passa da próxima fase? :think:
     
  13. Fingolfin

    Fingolfin Feitiço de Áquila

    Pois é, o Huckabee vencer em Iowa não é tão surpreendente por ser um estado bem conservador. O interessante é ver que o Giuliani não ficou nem entre os 3 primeiros. Huckabee foi seguido por Mitt Romney e Fred Thompson que nem aparece na minha lista inicial dos principais candidatos.

    Vale dizer tb q a Hillary ficou em 3o, atrás tb do Edwards.
     
  14. Darth-Vytros

    Darth-Vytros Lorde sombrio de SITH

    Pelo menos Bush tá fora.
     
  15. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    É uma pena que o Bush não possa se manter mais no poder.. nunca a merda escrota dos EUA foi tão odiada quanto nos ultimos tempos a ponto do Bin Laden tacar uns aviõeszinhos no rabinho deles, a coisa mais maravilhosa que aconteceu nos últimos tempos e a grande maioria dos muçulmanos estarem em peso num ódio mortal conta eles. Quanto a eleição espero que vença o pior, afinal moro aqui e não lá.
     
    Última edição: 5 Jan 2008
  16. elrohir99

    elrohir99 Banned

    BARACK OBAMA, 46, é senador estreante representando Illinois, e seria o primeiro presidente negro do país? MENTIRA ele é mestiço e não negro, parece quase o Michael Jackson.
     
  17. Lordpas

    Lordpas Le Pastie de la Bourgeoisie

  18. Vovin

    Vovin Steve Vai, The Mars Volta

    Pena que o Dennis Kucinich não tenha qualquer chances, todos os outros são farinha do mesmo saco, qualquer um que ganhe, o complexo industrial-militar vai ser quem vai continuar governando. Para nós da América Latina é até melhor que um republicano carola como Huckabee ganhe porque eles tendem a se importar menos com nosotros...
     
  19. Regente

    Regente Serenity Painted Death

    A morte de quase 3000 pessoas é a "coisa mais maravilhosa que aconteceu nos últimos tempos"?

    Você é doente.
     
  20. Ana Lovejoy

    Ana Lovejoy Administrador

    Em um época de globalização como a nossa chegar a dizer isso soa até à ignorância. Se nossa economia (e isso para citar o mínimo) não fosse influenciada pelo que acontece lá, eu concordaria com você "moro aqui, e não lá, eles que se danem". Mas não é mais o caso. E isso se aplica não só ao Estados Unidos, mas aos países em geral.
     

Compartilhar