• Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Edições de Ficção Científica Nacional

Outsider

Selvagem no Admirável Mundo Novo!
Estou procurando boas edições (boa editoração e correção ortográfica) de livros com a temática ficção científica produzida por autores nacionais, prefiro coletâneas de contos. Sugestões? Descrever, se possível os detalhes: autor(a) e ou curador(a), título, editora, onde comprar, imagem da capa.
 

Béla van Tesma

Blood-sucker
Eu criei um tópico sobre uma, certa vez.

Mas não posso dizer se é boa ainda. :dente:
 

Béla van Tesma

Blood-sucker

Béla van Tesma

Blood-sucker
Acabaram de anunciar mais um em pré-venda:


Nebulosa, romance de ficção científica do querido escritor e jornalista André Cáceres. Livro em pré-venda, o lançamento será no dia 01/04 em evento que será anunciado em breve.
O livro compõe a coleção Futuro infinito, que tem curadoria e edição do mestre Luiz Bras / Paisagem Personas.
***
ANDRÉ CÁCERES
André Cáceres é escritor, crítico e jornalista. Autor do romance distópico Cela 108 (Multifoco, 2015) e coautor do livro-reportagem Corações de Asfalto (Patuá, 2018), tem contos publicados na Revista Gueto e nos jornais Cândido e RelevO, além das antologias Realidades Voláteis & Vertigens Radicais (Alink, 2019), Era de Aquária (Oito e Meio, 2019) e Kriptovisões do Futuro (Alink, 2020). Foi finalista do V Prêmio Internacional de Teatro Jovem, da editora espanhola Dalya, com a peça Esperando o Dono, escreve sobre literatura para o jornal O Estado de S. Paulo e ministra oficinas de crítica literária.


SINOPSE
Dédalo é devoto de uma religião marginalizada: a ciência. Ele é um prodígio da cliodinâmica, que mistura estatística, psicologia, ciências sociais e outros saberes para prever o futuro. Quando, em seus estudos, descobre que a vida do Imperador corre perigo, acaba tragado para o centro do sujo jogo político de Nebulosa.

A história dele se entrelaça a outras três. Nas franjas desse Império, Aurora cresceu em meio a uma infindável guerra civil e, para ajudar a mãe doente, coleta sucata nos campos de batalha. Ícaro é o filho mimado do Imperador que foge da tirania do pai e passa a viver em meio a piratas espaciais. E a família Suçuarana, que costumava ser a mais poderosa do Império, tenta lidar com a decadência quando se descobre falida.

As referências vêm de muitos lugares, da Fundação de Asimov, que inspira a seita de Dédalo, ao Leopardo de Lampedusa, por trás da saga dos Suçuarana. Temas como determinismo, livre arbítrio, imobilidade social, desigualdade, corrupção intrínseca ao poder, controle e opressão familiar, tão caros à realidade brasileira, são levados a um futuro distante, num épico espacial.
164684349_3153945764707912_6092791102808256978_o.jpg
 

Bruce Torres

Let's be alone together.
Está rolando uma campanha no Catarse para uma antologia de sci-fi. Confesso que a mim não animou, mas fica aí se interessar a alguém...

Tem uns autores muito bons aí, como o Fábio Fernandes, indicado ano passado ao Jabuti por Back in the USSR; Luiz Bras (aka Nelson de Oliveira); Claudia Dugim; Romy Schinzare, etc. Só pelos nomes já dá interesse.
 

Béla van Tesma

Blood-sucker
É que você os conhece; eu só conheço o FF, e como tradutor. Por isso a diferença de expectativa. Mas achei o vídeo de apresentação da campanha muito fraco. Não foi capaz nem mesmo de destacar a qualidade dos participantes.
 

Bruce Torres

Let's be alone together.
É que você os conhece; eu só conheço o FF, e como tradutor. Por isso a diferença de expectativa. Mas achei o vídeo de apresentação da campanha muito fraco. Não foi capaz nem mesmo de destacar a qualidade dos participantes.
Um problema de scifi no Brasil é ficar em nicho, não ter uma capacidade proselitista que alcance tantos outros públicos.
 

Bruce Torres

Let's be alone together.
Recentemente saiu uma versão atualizada dos clássicos A espinha dorsal da memória e Mundo fantasmo, obras de Braulio Tavares editadas em vira-vira pela Rocco no passado. A edição nova é da Bandeirola, que também tem recuperado traduções clássicas de obras de Conan Doyle e Wells.
A Amazônia misteriosa, de Gastão Cruls, foi recentemente editada pela Cartola Editora.
 

Peixe-Boi

Usuário
Só pra atualizar o tópico com dois livros que achei, a editora Madrepérola está fazendo um financiamento no cartarse até 3/06 e a Devir publicou um também.

https://livro.editoramadreperola.com/ficcao-inteligente
O livro da ficção científica brasileira
Não sei é bom. Li o conto de amostra e, sinceramente, achei fraco, mas estou pensando se compro, nem que seja pra conhecer os autores.

https://empresas.devir.com.br/liter...ntos-brasileiros-de-ficcao-cientifica-livro-1
Os melhores contos brasileiros de ficção científica - Livro 1
A Devir é uma empresa grande de jogos de tabuleiro, acho que se fizessem uma coletânea ela teria um mínimo de qualidade, mas fora Machado de Assis, não conheço ninguém. Pena que a capa dele é feia.
 

Loveless

J'ai une âme solitaire
Usuário Premium
Do tópico sobre Fantasia Nacional:

Falando em fantasia nacional, alguém já ouviu falar de amazofuturismo?

Eu fiquei sabendo da existência disso por uma arroba no twitter que faz ilustrações.(muito bacanas por sinal), e parece que já tem alguma literatura assim, mas não consegui encontrar ainda. Alguém sabe de alguma coisa?
As ilustras que eu vi são tão bacanas que dá até vontade de escrever um conto pra cada :)

Joguei no Google e descobri que também existe algo chamado cyberagreste. Tem muita coisa boa sendo feita por aí que desconhecemos.

Amazofuturismo e Cyberagreste: por uma nova ficção científica brasileira

Cyberpunk-no-Sert%C3%A3o-Nordestino-3-724x1024.jpg

 

Valinor 2021

Total arrecadado
R$200,00
Meta
R$4.800,00
Termina em:
Topo