1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Eça de Queirós

Tópico em 'Autores Estrangeiros' iniciado por -Arnie-, 3 Abr 2010.

  1. -Arnie-

    -Arnie- Usuário

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    O maior escritor do realismo lusitano, e o único que rivaliza com Machado de Assis na lingua portugesa. Ao menos é o que dizem os livros, pois de minha parte só li O primo Basílio, que é bom, mesmo sendo Bovary demais. Acredito que os outros não sejam assim; sou bem curioso para ler Os Maias.

    Vocês, o que acham dele?
     
  2. kika_FIL

    kika_FIL Usuário

    Eu li Os Maias e achei muito bom...Uma história bem construída sobre a família Maia, com cenas lindíssimas de Portugal.... eu adorei
     
  3. Clara

    Clara Antifa Usuário Premium

    Li "O Primo Basílio" e "A Cidade e as Serras" ambos pra vestibulares que prestei.
    Lembro de ter gostado, não foi uma leitura que fiz só por obrigação (e de, no caso de "O Primo..." ter achado a Luisa uma ridícula e de ter tido um pouco de medo da Juliana! XD ).
    "Os Maias" parece ser bom, tenho que me dedicar mais à leitura de autores brasileiros e portugueses, meu conhecimento dessas obras é bem pobre.
     
  4. Lucas_Deschain

    Lucas_Deschain Biblionauta

    [align=justify]Comecei a ler A Ilustre Casa de Ramires há muito tempo atrás, bastante mesmo, e foi um dos únicos livros que abandonei, considerei-me despreparadíssimo para aquele vocabulário e construção intrincada das frases me deixaram boquiaberto e sem entender nem 20% do que lia. Por isso é que Eça de Queirós se apresenta como um grande desafio para mim, espero poder ler alguma coisa dele em breve. Vocês também acharam difícil compreendê-lo ou sou só eu mesmo?[/align]
     
  5. kirah

    kirah Usuário

    Quando peguei O primo Basílio estava numa fase bem literária, onde lia muitos autores brasileiros, portugueses e grandes clássicos, de forma que não tive grandes dificuldades com o vocabulário, isso foi a tempos já, mas o que me recordo foi do ódio que senti da criada e também da personagem principal pela sua falta de ação, quanto a Os Maias e A ilustre casa de Ramires eu sinceramente não me recordo se os li...
    Um livro do autor que me divertiu muito foi A relíquia, tenho em edição de bolso comprado a tempos e relido várias vezes, onde trata das peripécias de Teodorico Raposo em busca da herança de sua parenta, escrito todo em primeira pessoa...
     
  6. Clara

    Clara Antifa Usuário Premium

    Não me lembro de ter achado os livros que li difíceis.


    "A Relíquia"! :sim:
    Várias pessoas já disseram pra eu ler, mas eu nunca me lembro dele quando procuro algo pra ler.
    Preciso ler esse livro, vou anotar em algum canto pra não esquecer.
     
  7. Lucas_Deschain

    Lucas_Deschain Biblionauta

    [align=justify]O português dele é lusitano? Fico pensando se isso não me fez parar de ler aquela vez...bom, o jeito é ler de novo.[/align]
     
  8. -Arnie-

    -Arnie- Usuário

    Não achei dificil, mas pode ser que A Ilustre Casa de Ramires seja uma exceção, ou à epoca você não estivesse preparado.
     
  9. Clara

    Clara Antifa Usuário Premium

    Mas o Português lusitano não é difícil.
    Veja o Saramago por exemplo, o texto dele flui muito bem, na minha opinião, com exceção de uma ou outra palavra ou expressão, mas aí é até legal porque você vai atrás do significado.
    Vai ver você não estava preparado pra o autor mesmo, para aquela história.
    Isso acontece, quem sabe você dando mais uma chance, agora ou daqui a alguns anos, não seja diferente. :sim:
     

Compartilhar