1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

E se Melkor não amaldiçoasse Húrin e sua família?

Tópico em 'E Se...?' iniciado por Pam EQA, 9 Set 2008.

  1. Pam EQA

    Pam EQA Usuário

    A Narn i Chîn Húrin, ou História dos Filhos de Húrin, é uma das partes que mais me fascina de toda a obra do professor...Realmente gosto muito dos personagens que a envolvem, especialmente Túrin e Niënor.

    De vez em quando fico pensando como seria a história deles se não estivessem sob a Sombra. Penso que são personagens fortes e nobres, acho que seriam responsáveis por feitos ainda mais grandiosos na Terra-Média e uma porção de eventos tristes teriam outro desfecho...talvez, além de bela, seria uma história feliz...
     
  2. Numenorean

    Numenorean Usuário

    Toda a história seria diferente, muito mal poderia ter sido evitado, Turin não teria morrido nem Urwen teriam perecido, assim como Hurin e Morwen...

    Mas por outro lado, a maldição de Melkor jogou um bocado contra aquele que a convocou, porque foi através da maldição e através das numerosas provações que esta impôs a Túrin, que fez com que este no fim matasse Glaurung e acabasse com este flagelo de Homens e Elfos.

    Acho que deviamos ver isto do ponto de vista de que como Eru disse no principio, todas as más acções de Melkor no fim só contribuiriam para glorificar o seu trabalho, e na minha modesta opinião a maldição não escapa á regra, apesar do mal causado...
     
  3. Pam EQA

    Pam EQA Usuário


    Sim, eu concordo plenamente. É só que gosto muito dos personagens dessa história, como disse antes, e os acho incríveis princialmente pela sua bravura, pois, apesar de todas as adversidades, suas ações foram de grande importância para a Terra-Média.
     
  4. Tuor

    Tuor Usuário

    Se Melkor não tivesse amaldiçoado, alguma coisa boa estaria presente na família de Húrin. Mas não sei se me equivoco ao pensar que não somente uma maldição por parte de Morgoth trouxe todo o mal àquela família. Eu penso também que era algo que Túrin colocava em sua cabeça e se justificava pelos seus péssimos atos alegando que a "maldição" era a causa maior, e maior culpada. Morgoth amaldiçoou a família, mas não fez o temperamento de Túrin a partir daí, pensando por essa linha de raciocínio.

    Às vezes nem vejo a maldição de Morgoth presente nas histórias, somente uma perseguição para com eles, como o caso de Glaurung compactuando com seu senhor. Mas não sei se estou viajando com isso. :beam:
     
  5. Húrin

    Húrin Amante da Calíope

    Não está e tem seu sentido...

    Túrin, pode-se dizer, é semelhante a Fëanor, por seus temperamentos. E quem não seria, num mundo que poderia ser um Paraíso, ver-se infernizada e destruida sua vida e a de seus entes amados??

    A trajédia de Túrin e sua família, por incrível que pareça, só é grande devido ao amor e honra existente entre eles. Um grande e poderoso pai, um Senhor nobre entre os de sua Raça e os da Raça dos Elfos. Uma mãe que combinava com seu pai e o complementava. Amigos e servos que o amavam... Apesar de toda a dificuldade imposta por um grande inimigo.

    E num instante, depois de se dar conta e estar acostumado a tudo isso, perder os exemplos de vida que um garoto tem. Perder uma irmã por obra do grande Inimigo do Mundo.
    Se ver numa dificuldade ainda maior sem a proteção de seu pai. Ver inimigos tomando o que é seu. Destruindo tudo que você ama.

    Se ver obrigado a deixar sua mãe, seus amigos e lar, para uma criança comum já é bem difícil, imaginem para alguém com a vida que Túrin teve...
     

Compartilhar